A quimioterapia neoadjuvante com mFOLFIRINOX seguida de quimiorradioterapia melhorou a sobrevida global (SG), confirmou benefícios de sobrevida livre de doença e livre de metástases de longo prazo em pacientes com câncer retal localmente avançado e deve ser considerada como uma das melhores opções de tratamento para esses pacientes, como demonstram dados do estudo PRODIGE-23 no Annals of Oncology. Em 7 anos, a SG foi de 81,9% no grupo de quimioterapia neoadjuvante e de 76,1% no grupo de tratamento padrão.

O padrão de tratamento para o câncer retal localmente avançado resulta em excelente controle local da doença, mas as taxas de metástase permanecem altas. O PRODIGE 23 demonstrou melhor sobrevida livre de doença (SLD) e livre de metástase (SLM) com terapia neoadjuvante total versus padrão de tratamento nesta população. Pesquisadores do grupo francês UNICANCER relataram a análise de longo prazo de sobrevida global.

Este ensaio clínico multicêntrico, randomizado, aberto, de fase 3 (NCT01804790) avaliou a quimioterapia neoadjuvante com mFOLFIRINOX (6 ciclos) seguida por quimiorradioterapia, cirurgia e quimioterapia adjuvante (6 ciclos), versus quimiorradioterapia, cirurgia e quimioterapia adjuvante (12 ciclos) em pacientes com adenocarcinoma retal localmente avançado (cT3/T4). Os principais desfechos secundários incluíram sobrevida global (SG), sobrevida livre de metástase (SLM) e taxa de recorrência local e metastática. O desfecho primário foi sobrevida livre de doença (SLD), já relatado.

Com um seguimento mediano de 82,2 meses, a SLD em 7 anos foi de 67,6% (IC de 95% 60,7%-73,9%) e 62,5% (IC de 95% 55,6%-68,6%) (diferença de 5,73 meses; IC de 95% 0,05-11,41; p=0,048) nos grupos de quimioterapia neoadjuvante e padrão de tratamento, respectivamente. A SLM em 7 anos foi de 79,2% (IC de 95% 73,0%-84,4%) no grupo de quimioterapia neoadjuvante e de 72,3% (IC de 95% 65,8%-77,8%) no grupo padrão de tratamento (diferença de 6,1 meses; IC de 95% 0,93-11,37; p=0,021). A SG em 7 anos foi de 81,9% (IC de 95% 75,8%-86,6%) no grupo de quimioterapia neoadjuvante e de 76,1% (IC de 95% 69,7-81,2) no grupo de tratamento padrão (diferença de 4,37 meses; IC de 95% 0,35-8,38; p=0,033).

O perfil de segurança permaneceu inalterado desde a análise anterior.

Com 7 anos de acompanhamento, o ensaio PRODIGE 23 demonstra que a quimioterapia de indução com mFOLFIRINOX antes do tratamento padrão melhorou significativamente a sobrevida livre de metástases, com benefícios significativos também na sobrevida livre de doença e na sobrevida global de pacientes com câncer retal localmente avançado.

Referência:

Published: July 07, 2024, DOI: https://doi.org/10.1016/j.annonc.2024.06.019