25102020Dom
AtualizadoSáb, 24 Out 2020 10pm

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

Oncologia Mamária

  • Hiperglicemia e prognóstico no câncer de mama

    MAMA bxEstudo de pesquisadores coreanos sugere que a hiperglicemia durante a quimioterapia adjuvante é fator prognóstico para sobrevida livre de recorrência em pacientes com câncer de mama sem diabetes. Os dados foram reportados em acesso aberto, no Journal of Breast Cancer.

  • Superfície do implante e recorrência do câncer de mama

    O tipo de superfície do implante mamário utilizado para reconstrução poderia mudar o desfecho prognostico do câncer de mama? Resultados de estudo de coorte publicado no periódico JAMA Surgery sugerem uma associação entre o uso de implante texturizado na reconstrução e o aumento do risco de recidiva do câncer de mama, independentemente do estágio do tumor e status do receptor de estrogênio. O trabalho é tema de mais um PODCAST ONCONEWS, com análise do mastologista Silvio Bromberg, médico do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante. Ouça.

  • Câncer de mama inflamatório nos EUA retrata disparidades raciais

    mulher negra 2020A sobrevida do câncer de mama inflamatório aumentou ao longo de quatro décadas nos Estados Unidos, mas estudo publicado na Breast Cancer Research and Treatment mostra que as disparidades ainda persistem na população norte-americana e a diferença de sobrevida entre brancos e negros não diminuiu em duas décadas.

  • Inibição de CDK4/6 no câncer de mama inicial

    banner podcast onconews 300x250pxSelecionado para apresentação oral no ESMO 2020, o monarchE avaliou o uso do inibidor de CDK4/6 abemaciclibe em combinação com a terapia endócrina no tratamento adjuvante de pacientes com câncer de mama inicial HR+, HER2−, com alto risco de recorrência. Publicado simultaneamente no Journal of Clinical Oncology (JCO), o estudo é tema de mais um PODCAST ONCONEWS, com análise do mastologista Silvio Bromberg, médico do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante. Ouça.

  • 16ª Jornada Paulista de Mastologia

    16 jornada paulista de mastologia bxPara discutir os principais tópicos sobre diagnóstico e tratamento de lesões mamárias, a Sociedade Brasileira de Mastologia – Regional São Paulo – promove entre os dias 1º e 03 de outubro, em São Paulo, a 16ª Jornada Paulista de Mastologia - JPM 2020.

  • Células imunes no tecido mamário

    banner podcast onconews 300x250pxEm mais um PODCAST ONCONEWS, Silvio Bromberg, mastologista do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, discute a biologia tumoral e as células imunes presentes no tecido mamário. Ouça.


  • TIL e valor prognóstico no câncer de mama triplo negativo

    MAMA bxQual o valor prognóstico do linfócito infiltrante do tumor (TIL) em pacientes jovens com câncer de mama triplo negativo? Estudo apresentado no ESMO 2020 por pesquisadores do PARADIGM study group mostrou que em mulheres com idade <40 anos sem tratamento sistêmico prévio e sem comprometimento nodal, TIL pode fornecer informações prognósticas importantes e auxiliar nas decisões do tratamento.

  • Bloqueio duplo de CD47 e HER2 e radiorresistência no câncer de mama

    daniel 200 foto2 bxO bloqueio duplo de CD47 e HER2 pode efetivamente eliminar as células resistentes à radioterapia no câncer de mama. É o que mostra estudo publicado 14 de setembro na Nature Communications, com dados que prometem reformular o cenário de tratamento. "Os resultados são impressionantes, assim como a grande complexidade cientifica do trabalho”, analisa o radio-oncologista Daniel Przybysz (foto), que comenta os principais achados.

  • Subtipo molecular e sensibilidade à radioterapia fracionada no câncer de mama

    banner podcast onconews 300x250pxO mastologista Silvio Bromberg, médico do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, analisa estudo multicêntrico publicado no International Journal of Radiation Oncology Biology Physics (Red Journal) que buscou comparar as taxas de recorrência local entre pacientes com câncer de mama tratadas com radioterapia hipofracionada versus fracionamento convencional de acordo com o subtipo molecular. Ouça, em mais um PODCAST ONCONEWS.

  • Radioterapia com hipofracionamento moderado no câncer de mama

    Foto Gustavo Nader Marta 1Gustavo Nader Marta (foto), radio-oncologista do ICESP-FMUSP e do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, é o primeiro autor de revisão crítica que fornece uma visão geral da aplicabilidade da radioterapia com hipofracionamento moderado para pacientes com câncer de mama, com foco nos fatores que influenciam a tomada de decisão clínica. O trabalho multicêntrico foi publicado no periódico Critical Reviews in Oncology / Hematology.

  • Terapia endócrina neoadjuvante, estadiamento axilar e cirurgia conservadora da mama

    Podcast OnconewsQual a eficácia da terapia endócrina neoadjuvante na redução do estadiamento axilar e na realização de uma cirurgia conservadora da mama? O mastologista Silvio Bromberg, médico do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, discute os resultados de estudo retrospectivo publicado no Annals of Surgical Oncology que buscou responder essa questão. Ouça, em mais um PODCAST ONCONEWS.

  • Parâmetros prognósticos no câncer de mama lobular HR-positivo

    banner podcast onconews 300x250pxO mastologista Silvio Bromberg, médico do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, analisa estudo do West German Study Group publicado na revista Cancer que avalia o o impacto diferencial dos parâmetros prognósticos no câncer de mama lobular invasivo com receptor hormonal positivo. Ouça, em mais um PODCAST ONCONEWS.

  • Avaliação do tratamento da axila positiva (N1) pós QT neoadjuvante

    Podcast OnconewsO mastologista Silvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, discute análise retrospectiva publicada no Annals of Surgical Oncology que avalia pacientes axila clinicamente positiva que continuou positiva após tratamento com quimioterapia neoadjuvante, comparando a sobrevida conforme o tratamento recebido - retirada somente do linfonodo sentinela e radioterapia versus esvaziamento axilar e radioterapia. Ouça, em mais um PODCAST ONCONEWS.

  • Importância da categorização do receptor de estrogênio no câncer de mama

    banner podcast onconews 300x250pxEm 2010, a ASCO/CAP mudou a definição de Receptor Estrogênio (RE) positivo para ≥ 1%. A positividade do receptor é o suficiente para indicar terapia hormonal e eventualmente descartar a quimioterapia? O mastologista Silvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, analisa artigo publicado no British Journal of Cancer que avalia retrospectivamente as características e o manejo de pacientes classificadas como receptor de estrogênio low em comparação com pacientes RE-negativo e RE high. Ouça, em mais um PODCAST ONCONEWS.

  • Ki-67 e decisão terapêutica no câncer de mama inicial

    cesar cabello 2020 bxA atividade proliferativa do índice Ki-67 é importante na tomada de decisão de tratamento adjuvante no câncer de mama receptor hormonal, em pacientes com doença inicial. Análise1 realizada a partir de dados de 5 anos da experiência institucional do St. Gallen Breast Center mostrou que os valores de corte para os subtipos luminal A e B foram comparáveis com os critérios de St. Gallen 2013 e as recomendações do Grupo de Milão. O mastologista César Cabello dos Santos (foto), Coordenador de Mastologia da Divisão de Oncologia Ginecológica e Mamária do Hospital da Mulher - CAISM/ UNICAMP, analisa os resultados.

  • Quimioterapia e sobrevida no idoso com comorbidades

    caponero 2019 bxEstudo de Tamirisa et al. no JAMA Oncology discute a associação entre quimioterapia e sobrevida em pacientes idosas com câncer de mama e múltiplas comorbidades. A análise envolveu mais de 1,5 mil participantes e mostra que o tratamento com quimioterapia foi significativamente associado a benefício de sobrevida global (HR=0,67; P = 0,02). O oncologista Ricardo Caponero comenta os resultados.

  • Rastreamento em sobreviventes com mamas densas

    simone elias 2020 bxNa edição de julho do Journal of Clinical Oncology, Rahbar et al. discutem métodos de triagem em mulheres assintomáticas sobreviventes de câncer de mama, com mamas densas. Afinal, qual o rastreamento ótimo nessa população? A mastologista Simone Elias (foto), pós-doutora em Radiologia Clínica e orientadora do Programa de Pós-Graduação em Ginecologia da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/UNIFESP), analisa a contribuição de Rahbar e colegas.

  • Terapia hormonal, incidência e mortalidade câncer de mama específica

    banner podcast onconews 300x250pxQual a associação da terapia hormonal com a incidência e mortalidade por câncer de mama em mulheres na pós-menopausa? O mastologista Silvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, discute os resultados de seguimento de longo prazo do estudo Women’s Health Initiative publicados no JAMA Network. Ouça, em mais um PODCAST ONCONEWS.

  • Papel prognóstico dos TILs no câncer de mama subtipo luminal

    banner podcast onconews 300x250pxEm mais um PODCAST ONCONEWS, o mastologista Silvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, discute estudo do Istituto Europeo di Oncologia que avalia o papel prognóstico do infiltrado linfocitário intratumoral (do inglês, tumor-infiltrating lymphocytes – TILs) em pacientes com câncer de mama receptor de estrogênio-positivo/HER2-negativo. O trabalho foi publicado em julho na Breast Cancer Research. Ouça.

  • Gravidez após câncer de mama em pacientes com mutações germinativas nos genes BRCA1/2

    PILAR OFICIAL NET OKA gravidez após o câncer de mama precoce em mulheres com mutações germinativas, patogênicas, nos genes BRCA1/2, é segura, sem piora do prognóstico materno e está associada a resultados fetais favoráveis. Os resultados foram publicados no Journal of Clinical Oncology, em estudo que conta com a participação da oncologista Maria Del Pilar Estevez Diz (foto), Diretora de Corpo Clínico do ICESP/FMUSP e médica da Rede D’Or.

Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
300x250 ad onconews200519