03062020Qua
AtualizadoSeg, 01 Jun 2020 5pm

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

Oncologia Mamária

  • iPARP em monoterapia no câncer de mama

    MAMA bxOlaparibe é um inibidor da PARP aprovado para câncer de mama metastático HER2 negativo em  pacientes portadores da mutação germinativa ou somática BRCA1 / 2. Estudo de Fase II apontado entre os destaques do programa científico da edição virtual do ASCO 2020 apresentou taxas de resposta encorajadoras com olaparibe como monoterapia nessa população de pacientes. Mutações gPALB2 e sBRCA foram preditoras de resposta em todos os subtipos (Abstract #:1002).

  • Estratégias de redução de dose no câncer de mama HER2+

    MAMA NET OKNo câncer de mama inicial HER2+, o estudo PHERGain foi desenhado para avaliar a resposta metabólica precoce por PET-CT (F-PET) ao tratamento neoadjuvante  com duplo bloqueio HER2 (HP),  para permitir estratégias de redução da quimioterapia adaptadas à resposta do paciente.

  • ECOG-ACRIN: estudo não mostra benefício de sobrevida

    silvio 2020 bxEstudo multicêntrico do grupo de pesquisa ECOG-ACRIN comparou cirurgia versus terapia sistêmica em pacientes com câncer de mama estágio IV com doença de novo. Os resultados foram selecionados para Sessão Plenária, em apresentação de Seema Ahsan Khan, e mostram que a terapia locorregional (TLR) não melhorou os resultados de sobrevida e deteriorou a qualidade de vida (LBA2). Sílvio Bromberg (foto), mastologista do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, analisa os resultados.

  • Papel da cirurgia no tratamento do câncer de mama estadio IV

    banner podcast onconews 300x250pxSelecionado para apresentação em Sessão Plenária no ASCO 2020, estudo randomizado de Fase III do ECOG-ACRIN Research Group avalia a terapia sistêmica + tratamento local vs terapia sistêmica isolada em mulheres com câncer de mama de novo estádio IV (LBA2). Silvio Bromberg (foto), mastologista do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, discute estudos anteriores que avaliaram a estratégia, contextualizando o cenário ainda controverso. Ouça, em mais um PODCAST ONCONEWS.

  • Linfoma anaplásico de células grandes associado ao implante mamário

    banner podcast onconews 300x250pxSílvio Bromberg, mastologista do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, discute artigo publicado no Journal of Clinical Oncology com diretrizes para o diagnóstico patológico do linfoma anaplásico de células grandes associado ao implante mamário. Ouça, em mais um PODCAST ONCONEWS.

  • ICESP reporta experiência com câncer de mama masculino

    edla ok bxA oncologista Edla Renata Cavalcante (foto)  é a primeira autora de estudo que analisou retrospectivamente dados de 89 homens com câncer de mama atendidos no ICESP de 2008 a 2018, descrevendo epidemiologia e resultados clínicos (Abstract #:e13619).

  • Obesidade e câncer de mama

    gebrim bxLuiz Henrique Gebrim (foto) é autor sênior de estudo selecionado para o 2020 ASCO Virtual Scientific Program, que avaliou a prevalência de obesidade em pacientes com câncer de mama e sua associação com recuperação, sobrevida, morte, status de HER2 e KI-67. (Abstract #: e13580)

  • Estudo do mundo real confirma segurança de trastuzumabe biossimilar

    biossimilaresEm 2017, Zedora se tornou o primeiro trastuzumabe biossimilar aprovado no Brasil. Agora, apresenta no ASCO 2020 dados de longo prazo de mundo real, a partir de um programa de vigilância pós-comercialização. (Abstract #: e15626)

  • Impacto econômico do câncer no Brasil

    mariana cancela cymk bxMarianna de Camargo Cancela (foto), do INCA, é primeira autora de estudo selecionado para o 2020 ASCO Virtual Scientific Program, com dados que dimensionam parte dos custos indiretos da mortalidade prematura por câncer no Brasil, representando 0,2% do PIB brasileiro em 2016.

  • Fadiga em sobreviventes de câncer de mama

    azambuja ok bxEstudo apresentado no ESMO Breast Cancer Virtual Meeting 2020, realizado nos dias 23 e 24 de maio, demonstrou que a fadiga relacionada ao câncer entre sobreviventes de câncer de mama precoce é um assunto negligenciado. “A fadiga relacionada ao câncer acomete uma a cada três mulheres e muitas vezes não é um assunto abordado em consultas de rotina. Esses resultados reforçam a necessidade de discutir diferentes métodos para ajudar essas pacientes”, observa o oncologista Evandro de Azambuja (foto), do Institut Jules Bordet, em Bruxelas, Bélgica.

  • CALGB 40903: dúvidas e controvérsias na gestão do CDIS

    banner podcast onconews 300x250pxEm mais um PODCAST ONCONEWS, o mastologista Sílvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, revisita o estudo CALGB 40903, agora analisando as perspectivas de Mônica Morrow e Eric Winer, referências mundiais na oncologia mamária, sobre este estudo que avaliou letrozol pré-operatório para pacientes na pós-menopausa com receptor hormonal positivo e diagnóstico de CDIS. Ouça.

  • Letrozol neoadjuvante no CDIS

    banner podcast onconews 300x250pxEm mais um PODCAST ONCONEWS, o mastologista Sílvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, analisa estudo de Fase II do CALGB (Alliance) que explorou a viabilidade de um ciclo de letrozol pré-operatório em pacientes com carcinoma ductal in situ (CDIS). Os resultados mostram que a estratégia resultou em alterações significativas nos exames de imagem e nos achados de histopatologia. Ouça aqui.

  • Terapia quimioendócrina adjuvante e sobrevida no câncer de mama

    Podcast OnconewsQual seria cut-off ideal em termos de medida tumoral para indicar adjuvância em pacientes com tumores menores de 1 centímetro e doença com status positivo do receptor hormonal e HER2-positivo, sem comprometimento nodal? Em mais um PODCAST ONCONEWS, o mastologista Sílvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, discute os resultados de estudo de coorte observacional que tentou responder a essa questão. Ouça aqui.

  • Estudo de mundo real repete resultados do CLEOPATRA trial

    cesar cabello 2020 bxCom o objetivo de descrever os resultados clínicos de uma população de pacientes com câncer de mama metastático HER2 positivo, pesquisadores da Universidade de Copenhagen avaliaram mulheres que receberam pertuzumabe e trastuzumabe como tratamento de primeira linha no mundo real. “Fomos capazes de capturar dados de quase 300 pacientes HER2 positivo  que receberam pertuzumabe e trastuzumabe, principalmente com vinorelbina como espinha dorsal da quimioterapia, e demonstramos que a eficácia dessa combinação em uso no mundo real é comparável aos resultados obtidos no ensaio randomizado”, destacou o estudo dinamarquês, reportado em artigo de Christensen et al., na The Breast1. Quem comenta é o mastologista César Cabello (foto), Professor Associado da UNICAMP e Coordenador da Área de Mastologia do Hospital da Mulher (CAISM/UNICAMP).

  • Ultra hipofracionamento de radioterapia em câncer de mama – uma nova tendência?

    Robson Ferrigno NET OK 1Publicado recentemente no Lancet, o estudo inglês FAST-Forward mostrou resultados semelhantes entre 5 e 15 aplicações de radioterapia adjuvante no câncer de mama após cirurgia conservadora ou mastectomia. Quem comenta é o médico especialista em radioterapia Robson Ferrigno (foto), coordenador dos Serviços de radioterapia dos Hospitais BP Paulista e BP Mirante.

  • Ácido tranexâmico na dissecção axilar no câncer de mama

    Podcast OnconewsEm mais um PODCAST ONCONEWS, o mastologista Sílvio Bromberg, do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do departamento de Mastologia da BP Mirante, analisa estudo indiano que mostra como o ácido tranexâmico reduz a drenagem axilar após a dissecção dos linfonodos axilares e facilita a remoção precoce do dreno, com menor formação de seroma e consequentes morbidades relacionadas. Ouça.

  • HERNATA: vinorelbina como alternativa a taxanos no câncer de mama HEr2+

    mama 2019Na oncologia mamária, estratégias que privilegiam o uso de regimes de quimioterapia com menor toxicidade ganham relevo como alternativa aos taxanos. A evidência vem do estudo HERNATA (Herceptin Plus Navelbine ou Taxotere), ensaio randomizado de Fase III desenhado para avaliar docetaxel ou vinorelbina como terapia de primeira linha no câncer de mama avançado HER2 positivo, ambos com trastuzumabe.

  • FDA aprova anticorpo droga-conjugado no câncer de mama triplo negativo metastático

    MAMA bxA agência reguladora norte-americana Food and Drug Administration (FDA) aprovou o anticorpo droga-conjugado sacituzumabe govitecan-hziy (Trodelvy®, Immunomedics, Inc.) para o tratamento de pacientes com câncer de mama triplo negativo metastático que tenham recebido pelo menos duas terapias anteriores no cenário metastático.

  • FDA aprova tucatinib no câncer de mama HER2+ irressecável ou metastático

    approved NET OKA agência norte-americana Food and Drug Administration (FDA) aprovou o uso do tucatinibe (Tukysa®, Seattle Genetics, Inc.) em combinação com trastuzumabe e capecitabina em pacientes com câncer de mama HER2+ avançado irressecável ou metastático, incluindo pacientes com metástases cerebrais que receberam um ou mais regimes anti-HER2 anteriores no cenário metastático. A aprovação foi baseada nos resultados do estudo HER2CLIMB.

  • Cirurgia de câncer de mama durante o período de incubação da COVID-19

    banner podcast onconews 300x250pxSílvio Bromberg, mastologista do Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein e do Departamento de Mastologia da BP Mirante, apresenta mais um podcast Onconews, analisando estudo chinês que aborda os cuidados a serem tomados para realização de cirurgias de câncer de mama durante o período de incubação COVID-19. Ouça aqui.

Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
300x250 ad onconews200519