15042024Seg
AtualizadoSex, 12 Abr 2024 4pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

 

AACR 2024

AZD1390 com IMRT mostra perfil de segurança gerenciável e eficácia preliminar no glioblastoma

AZD1390 com IMRT mostra perfil de segurança gerenciável e eficácia preliminar no glioblastoma

AZD1390, um inibidor da quinase de ataxia telangiectasia (ATM), demonstrou perfil de segurança administrável em pacientes com glioblastoma (GBM) recorrente e recém-diagnosticado quando administrado em combinação com radioterapia padrão e mostrou eficácia preliminar em pacientes com GBM recorrente. Os resultados são de um ensaio global de fase I apresentado por Jonathan T. Yang (foto), do Memorial Sloan Kettering Cancer Center, no AACR 2024. 

Leia Mais

AACR 2024

Assinaturas mutacionais revelam novos insights sobre o câncer colorretal de início precoce

Assinaturas mutacionais revelam novos insights sobre o câncer colorretal de início precoce

O brasileiro Wellington Oliveira dos Santos (foto), pesquisador da International Agency for Research on Cancer (IARC/WHO), é principal autor de estudo que busca compreender as causas mutagênicas subjacentes que contribuem para as diferenças nas taxas de incidência de câncer colorretal através de assinaturas mutacionais. O trabalho integra o projeto Cancer Research UK Grand Challenge Mutographs , e os resultados foram selecionados como Late Breaking Abstract no AACR 2024.

Leia Mais

Destaques

Últimas Notícias

ICI + FOLFIRI: combinação mostra atividade antitumoral no câncer gástrico avançado

ICI + FOLFIRI: combinação mostra atividade antitumoral no câncer gástrico avançado

Ensaio randomizado de fase 2 mostrou que a combinação do anti PD-L1 durvalumabe, do anti CTLA-4 tremelimumabe e FOLFIRI teve impacto importante no controle da doença em pacientes com adenocarcinoma gástrico ou de junção gastroesofágica (GEJ) avançado, embora não tenha alcançado o endpoint primário de sobrevida livre de progressão. “Quando desenhamos o estudo, não sabíamos que o controle da doença em longo prazo seria um desfecho mais relevante para avaliar a eficácia dos inibidores de checkpoint...

Leia Mais

Pembrolizumabe made in Brazil

Pembrolizumabe made in Brazil

O anti PD-1 pembrolizumabe (Keytruda®) é líder global entre os oncológicos e está prestes a ser a droga mais vendida do mundo, com vendas anuais estimadas em US$ 22,5 bilhões até 2025. Mas a história de sucesso de Keytruda® deve perder fôlego em 2028, com o fim da proteção patentária nos EUA, União Europeia e também no Brasil. Uma versão biossimilar de pembrolizumabe já está em desenvolvimento e aguarda o fim da exclusividade do originador para oferecer no Brasil um imunobiológico acessível para...

Leia Mais

FDA aprova trastuzumabe deruxtecana em tumores sólidos HER2+ irressecáveis ou metastáticos

FDA aprova trastuzumabe deruxtecana em tumores sólidos HER2+ irressecáveis ou metastáticos

A Agência norte-americana Food and Drug Administration (FDA) concedeu aprovação acelerada ao conjugado de anticorpo-medicamento (ADC) trastuzumabe deruxtecana (Enhertu®, Daiichi Sankyo, AstraZeneca) para pacientes adultos com tumores sólidos HER2-positivo (IHC3+) irressecáveis ou metastáticos que receberam tratamento sistêmico prévio e não têm opções alternativas de tratamento satisfatórias. Anunciada no dia 05 de abril, a indiciação agnóstica é baseada nos resultados dos estudos multicêntricos DE...

Leia Mais

SENOMAC: é seguro omitir a dissecção axilar no câncer de mama com metástases de linfonodo sentinela

SENOMAC: é seguro omitir a dissecção axilar no câncer de mama com metástases de linfonodo sentinela

Estudo randomizado patrocinado pelo Instituto Karolinska, na Suécia, com participação de mais de 2,5 mil pacientes em cinco países, corrobora evidências da não-inferioridade de omitir a depuração axilar no caso de macrometástases de linfonodo sentinela em relação à cirurgia axilar extensa. Os resultados foram publicados por Boniface et al. na New England Journal of Medicine (NEJM) e demonstram que a sobrevida livre de recorrência estimada em 5 anos após a biópsia do linfonodo sentinela não foi infer...

Leia Mais

Atualização Científica

Combinação de tremelimumabe + durvalumabe e quimioterapia é aprovada como primeira linha no CPCNPm

Combinação de tremelimumabe + durvalumabe e quimioterapia é aprovada como primeira linha no CPCNPm

A combinação do anti CTLA-4 tremelimumabe (curso limitado) com o anti PD-L1 durvalumabe e 4 ciclos de quimioterapia baseada em platina melhorou significativamente a sobrevida global e a sobrevida livre de progressão de pacientes com câncer de pulmão de células não pequ...

Leia Mais

Células dendríticas, imunidade antitumoral e imunoterapia

Células dendríticas, imunidade antitumoral e imunoterapia

Em mais um tópico da coluna ‘Drops de Genômica’, o oncologista Andre Murad (foto) explica o que são as células dendríticas, sua relação com a imunidade tumoral e seu papel potencial na eficácia do tratamento com imunoterapias atuais. Confira.

Leia Mais

Coberturas Especiais 2024

TROPION-Lung01: Dato-DXd mostra eficácia no CPCNP não escamoso

TROPION-Lung01: Dato-DXd mostra eficácia no CPCNP não escamoso

Dados do estudo de fase 3 TROPION-Lung01 selecionados em poster no ELCC 2024 mostram que datopotamab deruxtecan (Dato-DXd) reduziu em 37% o risco relativo de progressão da doença ou morte versus docetaxel em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCN...

Leia Mais

Dose de RT no câncer de próstata de alto risco

Dose de RT no câncer de próstata de alto risco

Embora a organização do ASCO GU 2024 tenha destacado o estudo GETUG-AFU 18, o debate sobre o escalonamento da dose de radioterapia no câncer de próstata de alto risco merece análise mais detida. “Enquanto regimes como o do GETUG-AFU 18 continuam em utilização especial...

Leia Mais

MATTERHORN: FLOT + durvalumabe no câncer gástrico e JEG

MATTERHORN: FLOT + durvalumabe no câncer gástrico e JEG

Na primeira análise interina, o estudo global MATTERHORN mostrou uma melhoria estatisticamente significativa na resposta patológica completa (pCR) com durvalumabe + FLOT (5-fluorouracil, leucovorina, oxaliplatina e docetaxel) perioperatório versus placebo + FLOT em pa...

Leia Mais

Notícias

Novo diretor-geral quer reforçar o protagonismo do INCA

Novo diretor-geral quer reforçar o protagonismo do INCA


O oncologista Roberto de Almeida Gil assume a direção-geral do Instituto Nacional do Câncer (INCA) com metas bem definidas: reforçar o protagonismo do INCA não apenas na assistência oncológica, mas como formulador e executor de políticas públicas para a prevenção e con...

Leia Mais

Atividade física e dor em pacientes de câncer

Atividade física e dor em pacientes de câncer

A realização de atividade física pode proporcionar benefício analgésico, embora esse efeito seja mais estabelecido para dores não oncológicas do que para dores oncológicas. Agora, estudo publicado no periódico Cancer buscou avaliar a relação entre atividade física e res...

Leia Mais

Medicina de precisão em tumores gastrointestinais

Medicina de precisão em tumores gastrointestinais

O Hospital Israelita Albert Einstein realiza entre os dias 11 e 13 de abril o seu I Simpósio Internacional de Medicina de Precisão em Câncer Gastrointestinal. O evento acontece em formato híbrido.

Leia Mais

Mais notícias

Radar

Simpósio discute câncer do colo do útero

Simpósio discute câncer do colo do útero

Em comemoração ao Dia Mundial da Prevenção do Câncer do Colo do Útero, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) promove no dia 26 de março o I Simpósio sobre Câncer do Colo do Útero do HC II. O encontro acontece nos formatos presencial e online.

Opinião & Análise

Como o câncer do colo do útero poderia ser reduzido no Brasil?

Como o câncer do colo do útero poderia ser reduzido no Brasil?

Em artigo, pesquisadores do Instituto Nacional do Câncer (INCA) discutem os desafios que o Brasil precisa enfrentar para avançar na eliminação do câncer do colo do útero, uma das estratégias globais defendidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS)....

Estudos Clínicos

Onco-Genomas Brasil: mapeando o câncer no sistema público de saúde

Onco-Genomas Brasil: mapeando o câncer no sistema público de saúde

A oncologista Daniela Dornelles Rosa (foto), do Hospital Moinhos de Vento, é a principal investigadora do estudo Onco-Genomas Brasil, pesquisa que tem o apoio do Ministério da Saúde e busca mapear o cenário do câncer de mama e próstata no sistema púb...

Entrevistas

Novo diretor-geral quer reforçar o protagonismo do INCA

Novo diretor-geral quer reforçar o protagonismo do INCA


O oncologista Roberto de Almeida Gil assume a direção-geral do Instituto Nacional do Câncer (INCA) com metas bem definidas: reforçar o protagonismo do INCA não apenas na assistência oncológica, mas como formulador e executor de políticas públicas para a prevenção e controle do câncer. Graduado em medicina pela Escola Médica do Rio de Janeiro da Universidade Gama Filho, em 1977, fez especialização em Oncologia Clínica pelo INCA, concluída em 1981. Ainda no INCA, chefiou o Serviço de Oncologia Clín...

Leia Mais

Reportagens

Atividade física e dor em pacientes de câncer

Atividade física e dor em pacientes de câncer

A realização de atividade física pode proporcionar benefício analgésico, embora esse efeito seja mais estabelecido para dores não oncológicas do que para dores oncológicas. Agora, estudo publicado no periódico Cancer buscou avaliar a relação entre atividade física e resultados de dor em adultos com e sem histórico de câncer.

Leia Mais

Agende-se

Medicina de precisão em tumores gastrointestinais

Medicina de precisão em tumores gastrointestinais

O Hospital Israelita Albert Einstein realiza entre os dias 11 e 13 de abril o seu I Simpósio Internacional de Medicina de Precisão em Câncer Gastrointestinal. O evento acontece em formato híbrido.

Leia Mais

Biblioteca de Artigos

Combinação de tremelimumabe + durvalumabe e quimioterapia é aprovada como primeira linha no CPCNPm

Combinação de tremelimumabe + durvalumabe e quimioterapia é aprovada como primeira linha no CPCNPm

A combinação do anti CTLA-4 tremelimumabe (curso limitado) com o anti PD-L1 durvalumabe e 4 ciclos de quimioterapia baseada em platina melhorou significativamente a sobrevida global e a sobrevida livre de progressão de pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas metastático (CPCNPm). Esses resultados embasaram a aprovação do esquema triplo pelas principais agências reguladoras mundiais, inclusive a Anvisa 2 , demonstrando a eficácia e a segurança dessa combinação como primeira linha de t...

Leia Mais

Drops de genômica

Células dendríticas, imunidade antitumoral e imunoterapia

Células dendríticas, imunidade antitumoral e imunoterapia

Em mais um tópico da coluna ‘Drops de Genômica’, o oncologista Andre Murad (foto) explica o que são as células dendríticas, sua relação com a imunidade tumoral e seu papel potencial na eficácia do tratamento com imunoterapias atuais. Confira.

Leia Mais

Coberturas Especiais 2023

Pesquisa brasileira propõe mudança no tratamento de LMA em pacientes com mau prognóstico

Pesquisa brasileira propõe mudança no tratamento de LMA em pacientes com mau prognóstico

Pesquisadores brasileiros descobrem um novo subgrupo de pacientes com LMA resistente ao tratamento atual e propõem uma mudança na terapia para este grupo, com drogas já utilizadas no mercado. Diego Pereira Martins (foto) é o primeiro autor do estudo destacado no ASH 2023, em análise que descreve um novo subgrupo de pacientes com LMA. Os resultados refinam ainda mais a estratificação dos pacientes e fornecem alternativas de tratamento para o grupo com prognóstico mais sombrio.

Leia Mais

Esquema triplo mostra benefício de SLP no câncer de mama HER2+/ HR+

Esquema triplo mostra benefício de SLP no câncer de mama HER2+/ HR+

Estudo global de fase 2 apresentado no SABCS 2023 mostrou que o esquema triplo com zanidatamab (zani) + palbociclibe (palbo) + fulvestranto (fulv) cumpriu o endpoint primário e mostrou ganho de sobrevida livre de progressão aos 6 meses em pacientes com câncer de mama avançado HER2+/HR+, com perfil de segurança administrável. “Esses resultados apoiam o desenvolvimento de um novo regime de tratamento sem quimioterapia para essa população de pacientes”, destacam os pesquisadores.

Leia Mais

Brasileiros são premiados pelo melhor poster do ESMO 2023 em câncer de pulmão

Brasileiros são premiados pelo melhor poster do ESMO 2023 em câncer de pulmão

Estudo de pesquisadores brasileiros foi eleito o melhor poster do ESMO 2023 na categoria câncer de pulmão metastático.  O trabalho é uma revisão sistemática e meta-análise sobre eventos adversos neurocognitivos em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) tratados com o inibidor de TKI lorlatinib. O oncologista Thiago Madeira recebeu a premiação em nome do grupo de pesquisa, que tem como autora sênior a oncologista Maysa Silveira Vilbert, do Princess Margaret Cance...

Leia Mais

Informe o endereço de email para sua conta. Um código de verificação será enviado a você. Um vez recebido o código, você poderá escolher uma nova senha para sua conta.

Publicidade
ABBVIE
Publicidade
ASTRAZENECA
Publicidade
SANOFI
Publicidade
ASTELLAS
Publicidade
NOVARTIS

Últimas Notícias

Teste de oncoproteínas na triagem do câncer do colo do útero em países de baixa e média renda

Teste de oncoproteínas na triagem do câncer do colo do útero em países de baixa e média renda

A superexpressão das oncoproteínas E6 e E7 do papilomavírus humano (HPV) é necessária para a carcinogênese cervical induzida pelo HPV e, portanto, essas oncoproteínas são promissores biomarcadores para a detecção do câncer cervical. Estudo de Downham et al. avaliou as características técnicas e operacionais do teste OncoE6/E7 em mulheres HPV-positivas que vivem com e sem HIV em países de baixa e média renda, com achados que justificam a necessidade de refinar o teste de oncoproteínas antes de sua ...

Leia Mais

banner_assine_300x75.jpg

Opinião & Análise

Como o câncer do colo do útero poderia ser reduzido no Brasil?

Como o câncer do colo do útero poderia ser reduzido no Brasil?

Em artigo, pesquisadores do Instituto Nacional do Câncer (INCA) discutem os desafios que o Brasil precisa enfrentar para avançar na eliminação do câncer do colo do útero, uma das estratégias globais defendidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). “Para reduzir amplamente ou eliminar o câncer do colo do útero como um problema de saúde pública, é necessário a combinação de uma série de ações simultâneas de prevenção primária, rastreio, diagnóstico e tratamento”, defendem.

Leia Mais

Publicidade
300x250 ad onconews200519

Radar

Simpósio discute câncer do colo do útero

Simpósio discute câncer do colo do útero

Em comemoração ao Dia Mundial da Prevenção do Câncer do Colo do Útero, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) promove no dia 26 de março o I Simpósio sobre Câncer do Colo do Útero do HC II. O encontro acontece nos formatos presencial e online.

Leia Mais