07032021Dom
AtualizadoSex, 05 Mar 2021 5pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Relatório analisa prognóstico de pacientes com câncer e COVID-19 nos EUA

covid 4 bxUm grupo de médicos do Mount Sinai Beth Israel, em Nova York, procurou determinar se pacientes oncológicos com COVID-19 apresentam pior prognóstico. Os pesquisadores analisaram os registros médicos eletrônicos da instituição e encontraram 334 pacientes (6%) com câncer entre 5.688 pacientes diagnosticados com COVID-19. Os resultados foram publicados no Annals of Oncology como ‘article in press’ (revisado por pares e aceito para publicação, mas ainda não publicado em versão definitiva).

A partir dos prontuários eletrônicos da instituição, os pesquisadores extraíram dados de sexo, idade, comorbidades, intubação e status de mortalidade de pacientes com teste RT-PCR positivo para COVID-19. Os dados foram levantados entre os dias 1º de março e 6 de abril, e a mortalidade foi analisada até 8 de abril.

Entre 334 pacientes com câncer, a maioria tinha câncer de mama (57 pacientes), câncer de próstata (56 pacientes), câncer de pulmão (23 pacientes), câncer urotelial (18 pacientes) e câncer colorretal (16 pacientes).

Sem ajuste por faixa etária, os pacientes com câncer foram intubados com maior frequência (RR 95% CI 1,89), mas a taxa de mortalidade não foi significativamente diferente. Ao estratificar os pacientes por faixas etárias, foi observado um risco significativamente maior de intubação em pacientes com câncer com idades entre 66 e 80 anos (RR 95% CI 1,76). Nenhuma diferença significativa no risco de intubação foi encontrada em outros grupos etários.

No entanto, pacientes com câncer com menos de 50 anos tiveram uma taxa de mortalidade significativamente maior (RR 95% CI 5,01). As taxas de mortalidade por COVID-19 em pacientes com câncer foram menores do que aquelas observadas em pacientes sem câncer em faixas etárias acima de 50 anos, embora não tenham sido estatisticamente significativas. “Na população jovem, cuja taxa de mortalidade por COVID-19 é geralmente muito baixa, a fragilidade do baseline entre pacientes com câncer pode levar a uma taxa relativamente maior de mortes”, observaram os autores.

Entre as limitações da análise estão a relação causal pouco clara entre COVID-19 e intubação ou morte, bem como a heterogeneidade de tipos de câncer e doença em diferentes estágios.

“Ainda é o primeiro relatório sobre o prognóstico do COVID-19 em pacientes com câncer nos Estados Unidos. O número relativamente grande de pacientes no estudo permitiu o ajuste da idade, que é um dos fatores prognósticos mais fortes. No entanto, mais estudos com base nos dados de pacientes individuais são necessários para entender melhor o risco de COVID-19 em pacientes com câncer”, concluíram os autores.

Referencência: Miyashita H, Mikami T, Chopra N, et al. Do Patients with Cancer Have a Poorer Prognosis of COVID-19? An Experience in New York CityAnnals of Oncology (2020). DOI: https://doi.org/10.1016/j.annonc.2020.04.006

Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519