28022024Qua
AtualizadoTer, 27 Fev 2024 9pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

 

Anvisa aprova elotuzumabe em mieloma múltiplo

sangueA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou o anticorpo elotuzumabe (Empliciti®, da Bristol–Myers Squibb) para tratamento de mieloma múltiplo recorrente. A aprovação foi baseada nos resultados do estudo ELOQUENT-2, que mostrou o impacto desse novo agente terapêutico na sobrevida global e redução de 30% no risco de progressão.

 

ELOQUENT-2 é um estudo aberto, randomizado, de fase III, que randomizou 646 pacientes de mieloma múltiplo para receber o esquema lenalidomida e dexametasona isoladamente ou associado a elotuzumabe. Após dois anos de seguimento, o braço tratado com elotuzumabe alcançou mediana de sobrevida livre de progressão de 19,4 meses versus 14,9 meses no braço-controle (HR = 0.70; 95% CI, 0.57-0.85; P = .0004). Entre os pacientes de alto risco (del 17p e translocação t), a taxa de resposta objetiva alcançou 79% com elotuzumabe versus 66% no grupo controle (P = .0002).

Em relação ao perfil de segurança, eventos adversos sérios (graus 3 e 4) foram reportados por 65% dos pacientes tratados com elotuzumabe, versus 57% no grupo-controle.

Referência: Lonial S, Dimopoulos MA, Palumbo A, et al. ELOQUENT-2: A phase III, randomized, open-label study of lenalidomide (Len)/dexamethasone (dex) with/without elotuzumab (Elo) in patients (pts) with relapsed/refractory multiple myeloma (RRMM). J Clin Oncol. 2015;(suppl; abstr 8508).

Leia mais: ELOQUENT-2 mostra resultados em mieloma múltiplo

57ª ASH: nova geração de agentes em mieloma múltiplo



Publicidade
ASTRAZENECA
Publicidade
ABBVIE
Publicidade
LIBBS
Publicidade
SANOFI
Publicidade
ASTRAZENECA
Publicidade
ASTELLAS
Publicidade
NOVARTIS
Publicidade
SANOFI
Publicidade
INTEGRAL HOME CARE
Publicidade
300x250 ad onconews200519