30112020Seg
AtualizadoSeg, 30 Nov 2020 1am

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Os números de morte por câncer no mundo

cancer_transversal.jpgMais de 3,7 milhões de mortes por câncer foram registradas em 2010 em 60 países, ​​em comparação com 3,2 milhões de mortes por câncer em 2000. Os dados foram publicados na edição de julho do Annals of Oncology e mostram uma redução de aproximadamente 1% ao ano na taxa global de mortalidade por câncer, considerando os tumores mais comuns em todo o mundo: pulmão, estômago, mama, colorretal, útero e próstata.

Em uma escala global, 696 mil mortes por câncer foram evitadas em 2010 em relação a 2000, 426 mil em homens e 271 mil em mulheres. No entanto, o estudo observa que a mortalidade por câncer de fígado em ambos os sexos e câncer de pulmão em mulheres aumentou em muitos países, constituindo uma prioridade para futuras estratégias de prevenção.
 
Considerando todas as causas de morte por neoplasias, os autores mostram que o decréscimo anual perto de 1% nas taxas gerais de mortalidade por câncer esteve presente em todas as regiões (-1,2% para os homens e -0,8% para as mulheres), mas foi menos acentuado na Ásia (excluindo Japão e Coreia), África do Sul e América Latina.
 
A União Soviética registrou a maior disparidade nas taxas de mortalidade por câncer (168.1/100 000), seguida do restante da Ásia, da África do Sul (110.6/100 000) e América Latina (106.6/100 000).
 
Na análise por países, as maiores taxas de mortalidade por câncer foram observadas na Hungria, indistintamente para homens e mulheres. Em contraste, as mais baixas foram na Malásia e Kuwait. Entre as mulheres, as maiores taxas de mortalidade por câncer foram na América do Norte (90.5/100 000) e Europa (89.3/100 000). As mais baixas foram Japão e Coreia (62.3/100 000).
 
Câncer de estômago
 
A mortalidade por câncer de estômago diminuiu em todas as 7 regiões avaliadas, entre homens e mulheres. No Japão e Coreia o declínio foi de 3,2% e 3,7% ao ano, respectivamente. O Chile teve as maiores taxas em 2010 (23,3/100 000 para os homens e 8,4/100 000 para as mulheres), embora estas taxas tenham declinado cerca de 1,8% ao ano na última década.
 
Câncer do cólon e reto
 
Os números de morte por câncer do cólon e reto apresentaram discreta diminuição em ambos os sexos na maioria das regiões, embora as taxas na América Latina, em certos países da Ásia e África do Sul tenham crescido na última década, aproximando-se das de taxas registradas nos Estados Unidos, Canadá e Europa. Os maiores aumentos (> 3%) ocorreram na Romênia, Malásia e Kuwait.
 
Câncer de fígado
 
A mortalidade por câncer de fígado cresceu > + 2,5% na América do Norte e na maioria da América Latina e alguns países asiáticos. Uma diminuição na mortalidade por câncer de fígado foi observada na Coréia (> -2,0% em ambos os sexos masculino e feminino) e Japão (> -3,3%), embora nesses países e países asiáticos vizinhos os números se mantenham entre os mais altos do mundo (25,6 / 100 000 em homens coreanos, 15,4 / 100 000 em homens de Hong Kong e 12,5 / 100 000 em homens japoneses). Na América Latina e América do Norte, a mortalidade por câncer de fígado foi comparativamente mais baixa para ambos os sexos (0,3-3,8 / 100 000).
 
Câncer de pulmão
 
As disparidades mais profundas foram observadas nas taxas de mortalidade por câncer de pulmão entre as diversas regiões avaliadas. As taxas são mais pronunciadas entre as mulheres e as mais elevadas ocorreram na América do Norte (23,2 / 100 000). Na Oceania, Europa e América Latina, as taxas de morte por neoplasias pulmonares aumentou 0,4%, 1,9% e 1,1%, respectivamente. Um aumento foi observado entre as mulheres na maioria dos países, com exceção da Irlanda, Lituânia, a maior parte da Ásia e alguns países da América Latina.
 
Na Europa, Espanha (+ 6,2%) e Bélgica (+ 5,2%) tiveram os maiores aumentos, enquanto a Dinamarca registrou a maior elevação na população feminina (28,1 / 100 000).
 
Em homens, uma discreta redução ocorreu para os homens em todas as regiões e países, com exceção da Colômbia (+ 0,3%), Venezuela (+ 0,6%), Malásia (+ 0,3%), Moldova (+ 1,1%), Sérvia (+ 1,6%), Bulgária (+ 1,4%), Portugal (+ 0,5%) e Romênia (+ 0,3%).
 
Câncer de mama
 
No câncer de mama, redução nas taxas de mortalidade foi observada em praticamente todas as regiões, exceto Japão, Coreia, África do Sul e América Latina, que teve APCs de + 0,9%, + 2,1% e + 0,1%, respectivamente. A maioria dos países de alta renda alta na Europa e na América do Norte observou forte diminuição. Inversamente, a Malásia teve o maior aumento de 6,6% ao ano em 2010, embora ainda permaneça com taxa inferior a de outros países da Ásia (7,8 / 100 000 na Malásia contra 16,1 / 100 000 em Filipinas e 13,3 / 100 000 em Singapura).
 
Câncer do colo do útero
 
A África do Sul teve a maior taxa de mortalidade por câncer do colo do útero, de 15,4 / 100 000. Na maioria dos países, as taxas estavam na faixa de 3-8 / 100 000, com alguns países da Europa continental (Letônia, Lituânia, Romênia e Bulgária) e América Latina (Cuba, Equador e Venezuela) mostrando taxas de 10-14 / 100 000.
 
Câncer de próstata
 
A mortalidade por câncer de próstata diminuiu anualmente na maioria dos países de alta renda e na Oceania (-2,1%), Europa (-1,6%), América do Norte (-2,7%) e Japão e Coréia (-0,8%). Os maiores aumentos ocorreram na Letônia (+ 3,0%), Sérvia (+ 5,6%), Moldova (+ 11,3%), Ucrânia (+ 3,1%), Belarus (+ 3,5%), Federação Russa (+ 3,9%), Malásia (+ 4,4%) e Coréia (+ 3,5%). Globalmente, a maior taxa anual de mortalidade por câncer de próstata foi observada em Cuba (25,3 / 100 000; APC = + 1,6%).
 
Referência: The global decrease in cancer mortality: trends and disparities - D. Hashim1, P. Boffetta, C. La Vecchia, M. Rota, P. Bertuccio, M. Malvezzi e E. Negri - Ann Oncol (2016) 27 (5): 926-933.doi: 10.1093/annonc/mdw027
 

 

 


Publicidade
banner pfizer 2018 institucional 300x250px
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519