14042021Qua
AtualizadoSeg, 12 Abr 2021 12am

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

ASCO GI 2021

Cabozantinibe no carcinoma hepatocelular avançado, uma experiência de mundo real

Hepatocelular NET OKNo ensaio CELESTIAL de Fase III, cabozantinibe mostrou melhora significativa na sobrevida global em pacientes com carcinoma hepatocelular avançado, com boa tolerabilidade. “Nosso objetivo foi avaliar a eficácia, sobrevida e tolerabilidade de cabozatinibe em pacientes com carcinoma hepatocelular avançado (CHC) em uma configuração de vida real”, descreve estudo chinês selecionado para a sessão de pôster do ASCO GI 2021.

Nesta análise, pacientes com CHC avançado que receberam cabozatinibe sozinho ou em combinação foram consecutivamente inscritos entre fevereiro de 2018 e outubro de 2019, a partir dos hospitais do Sistema de Saúde da Universidade de Hong Kong. Cabozantinibe foi administrado a 60 mg/dia, continuamente. A taxa de resposta objetiva (ORR), tempo de progressão (TTP), sobrevida global (SG) e tolerabilidade foram avaliados.

Resultados

No geral, 22 pacientes foram incluídos, com idade média de 57,1 anos (intervalo 48,5-58,6). Todos os pacientes, exceto um, eram portadores de hepatite B. Mais de 80% dos pacientes tinham cirrose Child-Pugh A subjacente. A maioria apresentava doença metastática (95,5%) e mais de 70% receberam cabozantinibe além da segunda linha, e foram previamente expostos a tratamentos com inibidores de tirosina quinase (TKI) e / ou imunoterapia.

O tempo mediano desde o início do tratamento sistêmico de primeira linha até o início do tratamento com cabozantinibe foi de 11,2 meses. Cabozantinibe foi administrado a 11 pacientes (50%) como único agente, enquanto a outra metade recebeu cabozantinibe em combinação, principalmente com inibidores de checkpoint imune. O acompanhamento médio foi de 7,6 meses. A tabela abaixo mostra a taxa de resposta objetiva (ORR). A mediana de TTP e SG foi de 4,2 e 8,90 meses, respectivamente. Curiosamente, entre aqueles que receberam cabozantinibe como agente único, a mediana de SG foi de 5,36 meses em contraste com 12,32 meses entre os pacientes que receberam a combinação.

Os autores descrevem que  90,9% dos pacientes experimentaram eventos adversos relacionados ao tratamento (TRAEs) com função hepática transitória em quase 50% da população avaliada. No entanto, TRAEs Grau 3/4 foi de apenas 12%.

“ Nosso estudo mostrou que o uso de cabozatinibe mostrou boa atividade antitumoral em pacientes com CHC avançado, com benefício de sobrevida e perfil de toxicidade aceitável”, concluem os autores.

 

Overall (n=22)

Single-agent (n=11)

Combination (n=11)

Complete response

0 (0%)

0 (0%)

0 (0%)

Partial response

1 (4.5%)

1 (9.1)

0 (0%)

Stable disease

7 (31.8%)

2 (18.2%)

5 (45.55%)

Progressive disease

11 (50.0%)

5 (45.5%)

6 (54.5%)

Not evaluable

3 (13.6%)

3 (27.3%)

0 (0%)

 

Referência: 316- Poster Session - The use of cabozantinib in advanced hepatocellular carcinoma (HCC): Hong Kong multi-center experience.

First Author: Yawen Dong, University of Hong Kong, Wien, Austria
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519