27112020Sex
AtualizadoSex, 27 Nov 2020 1pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Câncer de pulmão ultrapassa o de mama em mulheres da união europeia

CancroPulmao.jpgEstudo publicado no Annals of Oncology mostra que em 2015, pela primeira vez, as taxas de mortalidade por câncer de pulmão serão superiores às de câncer de mama entre as mulheres dos 28 países membros da União Europeia (UE). 

O estudo foi realizado por pesquisadores da Itália e da Suíça e prevê que mesmo com o aumento da população de idosos, a taxa de morte por câncer continuará a declinar, com exceção dos tumores de pulmão e pâncreas, que contrariam a tendência de queda e mantêm taxas crescentes de mortalidade.

Nas mulheres, a taxa de mortes por câncer de pulmão vai aumentar em 9%, o equivalente a 14,24 casos por 100.000 habitantes, enquanto as taxas de mortalidade por câncer de mama são de 14,22 por 100.000 habitantes, experimentando uma queda de 10,2% na população europeia, desde 2009.
 
Para Carlo La Vecchia, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Milão e um dos autores do estudo, essas estimativas devem ser vistas com cautela, uma vez que os dados consolidados só serão conhecidos daqui a quatro anos. No entanto, ele reconhece que os números confirmam as projeções sobre as tendências de longo prazo e mostram que este ano a taxa de mortalidade por câncer de pulmão vai ultrapassar o câncer de mama em mulheres na Europa.
 
A tendência é liderada por países como Reino Unido e Polônia, com taxas previstas de 21 e 17 por 100.000 habitantes, respectivamente, e representam mais que o dobro na comparação com países como a Espanha, onde a taxa de morte por câncer de pulmão entre as mulheres é de pouco mais de oito por 100.000 habitantes. “As mulheres britânicas começaram a fumar durante a Segunda Guerra, enquanto em outros países da União Europeia uma parcela maior de mulheres só começou a fumar depois de 1968. É preocupante observar que as taxas de câncer de pulmão não estão diminuindo no Reino Unido, o que provavelmente reflete um novo aumento da prevalência do tabagismo entre as mulheres britânicas nascidas depois de 1950", acredita La Vecchia.
 
O estudo estima um total de 1.359.100 mortes por câncer nos 28 estados membros da UE em 2015 (766,200 em homens e 592,900 em mulheres),uma queda de 7,5% e 6%, respectivamente, em homens e mulheres desde 2009, e uma queda global de 26% nos homens e de 21% nas mulheres.
 
As taxas de mortalidade por câncer de pâncreas, ao contrário, estão em elevação e cresceram 4% desde 2009 entre os homens e 5% na população feminina. O tabaco, obesidade, diabetes, alta ingestão de álcool e história familiar de câncer de pâncreas estão entre os reconhecidos fatores de risco para a doença.
 
O tabagismo continua a ser a maior causa de morte por câncer na UE. “O fumo provavelmente é responsável por 15% a 25% de todos os casos de câncer pancreático, e por 85% a 90% de todos os cânceres de pulmão. O tabagismo continua a ser uma preocupação dos estados membros da UE”, disse Fabio Levi, Professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lausanne, Suíça.

 

 


Publicidade
banner pfizer 2018 institucional 300x250px
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519