03082021Ter
AtualizadoTer, 03 Ago 2021 4pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Cirurgia anti-refluxo e risco de câncer de pulmão

pulmao 2020 bxEstudo nórdico de base populacional investigou se a cirurgia anti-refluxo diminui o risco de carcinoma de pequenas células, carcinoma de células escamosas e adenocarcinoma de pulmão, dependendo de sua localização em relação à microaspiração. Os resultados mostram que a cirurgia anti-refluxo não diminuiu o risco de adenocarcinoma pulmonar, embora tenha reduzido o risco de carcinoma de pulmão de células pequenas e do carcinoma de células escamosas. Resultados semelhantes foram reportados em pacientes com esofagite de refluxo ou esôfago de Barrett.

A microaspiração das vias aéreas pode contribuir para associações entre a doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) e algumas doenças pulmonares, incluindo câncer de pulmão. Nesta análise foram incluídos pacientes submetidos à cirurgia anti-refluxo no período de 1980 a 2014 na Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia. Pacientes submetidos à cirurgia anti-refluxo foram comparados com dois grupos: 1) a população correspondente, calculando taxas de incidência padronizadas (SIRs) com intervalos de confiança de 95% (ICs) e 2) pacientes com DRGE não operados, calculando taxas de risco (HRs ) com IC de 95% usando regressão de Cox multivariável com ajuste para sexo, idade, país, doença pulmonar obstrutiva crônica e diagnóstico de obesidade ou diabetes tipo 2.

Resultados

Entre todos os 812.617 pacientes com DRGE, 46.996 (5,8%) foram submetidos à cirurgia anti-refluxo. Os SIRs foram reduzidos de forma estatisticamente significativa para carcinoma de células pequenas (SIR = 0,57, IC de 95% 0,41–0,77) e carcinoma de células escamosas (SIR = 0,75, IC de 95% 0,60–0,92), mas não para adenocarcinoma de pulmão (SIR = 0,90 , IC 95% 0,76-1,06). Os HRs também estavam abaixo da unidade para carcinoma de células pequenas (HR = 0,63, IC 95% 0,44–0,90) e carcinoma de células escamosas (HR = 0,80, IC 95% 0,62–1,03), mas não para adenocarcinoma do pulmão (HR = 1,03 , IC 95% 0,84-1,26). As análises restritas a pacientes com DRGE (esofagite de refluxo ou esôfago de Barrett) mostraram resultados semelhantes.

“Este estudo totalmente nórdico indica que os pacientes submetidos à cirurgia anti-refluxo apresentam risco reduzido de carcinoma de células pequenas e carcinoma de células escamosas do pulmão, mas não de adenocarcinoma do pulmão”, concluem os autores.

O artigo publicado em acesso aberto no European Journal of Cancer reforça que mais pesquisas são necessárias para confirmar esses achados.” No entanto, é biologicamente plausível que a cirurgia anti-refluxo neutralize a microaspiração de conteúdo duodenogástrico ácido e não ácido em pacientes com refluxo, o que pode reduzir os insultos inflamatórios e os processos oncogênicos subsequentes”, acrescenta a publicação.

Referência: Yanes, M., Santoni, G., Maret-Ouda, J., Ness-Jensen, E., Färkkilä, M., Lynge, E., … Lagergren, J. (2020). Antireflux surgery and risk of lung cancer by histological type in a multinational cohort study. European Journal of Cancer, 138, 80–88. doi:10.1016/j.ejca.2020.07.018


Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519