30112021Ter
AtualizadoSeg, 29 Nov 2021 7pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

HERNATA: vinorelbina como alternativa a taxanos no câncer de mama HEr2+

mama 2019Na oncologia mamária, estratégias que privilegiam o uso de regimes de quimioterapia com menor toxicidade ganham relevo como alternativa aos taxanos. A evidência vem do estudo HERNATA (Herceptin Plus Navelbine ou Taxotere), ensaio randomizado de Fase III desenhado para avaliar docetaxel ou vinorelbina como terapia de primeira linha no câncer de mama avançado HER2 positivo, ambos com trastuzumabe.

O estudo inscreveu 284 pacientes virgens de quimioterapia na doença avançada, randomizados para docetaxel  (N=143) ou vinorelbina (N=141), sempre na combinação com o anti HER2 trastuzumabe.  O endpoint primário foi tempo para progressão (TTP, do inglês time to progression).

A TTP mediana para docetaxel e vinorelbina foi, respectivamente,  de 12,4 meses e 15,3 meses (HR ¼  0,94; IC 95%, 0,71 a 1,25; P <0,67), a mediana de sobrevida global foi de 35,7 meses com docetaxel versus 38,8 meses com vinorelbina (HR 1,01; IC 95%, 0,71 a 1,42; P = 0,98) e a taxa de sobrevida global no período de 1 ano foi de 88% em ambos os braços.

Em relação ao perfil de segurança, mais pacientes no braço de docetaxel interromperam a terapia devido à toxicidade (P =0 .001), com mais neutropenia febril de grau 3 e 4 relacionada ao tratamento (36,0% vs 10,1%), leucopenia (40,3% vs 21,0%), infecção 25,1% vs 13,0%), febre (4,3% vs 0%), neuropatia (30,9% vs 3,6%), alterações nas unhas (7,9% vs 0,7%) e edema (6,5% vs 0%).

“O estudo falhou em demonstrar a superioridade de qualquer medicamento em termos de eficácia, mas a combinação de vinorelbina teve significativamente menos efeitos adversos e deve ser considerada uma opção alternativa de primeira linha”, concluíram os autores.

Referência: Andersson M, Lidbrink E, Bjerre K, et al: Phase III randomized study comparing docetaxel plus trastuzumab with vinorelbine plus trastuzumab as first-line therapy of metastatic or locally advanced human epidermal growth factor receptor 2–positive breast cancer: The HERNATA study. Journal of Clinical Oncology, 29(3), 264–271. doi:10.1200/jco.2010.30.8213 


Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519