30112020Seg
AtualizadoSeg, 30 Nov 2020 1am

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

INVICTUS: estudo mostra ganho de sobrevida no GIST avançado

Renata DAlpino 2017 NET OKO estudo pivotal de Fase III INVICTUS que avaliou ripretinib em pacientes com tumor estromal gastrointestinal (GIST) avançado mostrou resultados surpreendentes em pacientes que haviam falhado a até quatro linhas de tratamento anteriores. “O estudo INVICTUS trouxe uma nova opção de tratamento para pacientes com GIST avançado que já falharam a terapias padrões, aumentando expressivamente a sobrevida livre de progressão quando comparado a placebo. No entanto, a droga ainda não está disponível no mercado mundial e aguarda registro nas agências sanitárias”, observa a oncologista Renata D'Alpino (foto), coordenadora de Tumores Gastrointestinais e Neuroendócrinos do Hospital Alemão Oswaldo Cruz e membro do Grupo Brasileiro de Tumores Gastrointestinais (GTG).

Em comunicado da fabricante Deciphera Pharmaceuticals, a oncologista Margaret von Mehren, do Fox Chase Cancer Center, na Filadélfia, celebrou os resultados. "Há uma necessidade de novas terapias que possam fornecer controle eficaz da doença para pacientes com GIST avançado que falharam às opções de tratamento atualmente aprovadas", disse ela. “Esses dados de um estudo randomizado, placebo-controlado de Fase 3 são impressionantes e sugerem que a abordagem do ripretinib, um inibidor de tirosina quinase direcionado a um amplo espectro de mutações do KIT e do PDGFRα conhecidas para conduzir o GIST, pode melhorar significativamente a sobrevida livre de progressão no tratamento de pacientes intensamente pré-tratados”, apontou, acrescentando que o estudo também deve surpreender pela magnitude do benefício de sobrevida global.

Dados preliminares já anunciados pela fabricante em maio deste ano mostram que o estudo atingiu o seu endpoint primário, alcançando sobrevida livre de progressão mediana de 6,3 meses com ripretinib versus 1 mês com placebo (p <0,0001).

Agora, a Decyphera Pharmaceuticals deve solicitar o registro sanitário de ripretinib para uso em pacientes com sarcoma GIST avançado que receberam tratamento prévio com imatinibe, sunitinibe e regorafenibe.

O estudo INVICTUS está registrado na plataforma ClinicalTrials.gov: NCT03353753


Publicidade
banner pfizer 2018 institucional 300x250px
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519