20042021Ter
AtualizadoSeg, 19 Abr 2021 9pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Diretrizes para o tratamento do H. pylori

Helicobacter_pylori_RGB_bx_NET_OK_2.jpgA Sociedade Americana de Gastroenterologia publicou em janeiro diretrizes para o tratamento da infecção por Helicobacter pylori (H. pylori), que aparece como principal responsável pelo câncer gástrico. O guideline reforça que, ao escolher um regime terapêutico para H. pylori, os médicos devem questionar os pacientes sobre a exposição anterior aos antibióticos e esta informação deve ser incorporada à tomada de decisão.

Para o tratamento de primeira linha, a terapia tripla de claritromicina deve ser reservada a doentes sem história prévia de exposição a macrólidos, que residam em áreas onde a resistência à claritromicina é reconhecidamente baixa.
 
Na maior parte dos casos, o tratamento de primeira linha compreende bismuto quádruplo ou terapia concomitante com inibidores da bomba de prótons, claritromicina, amoxicilina e metronidazol. Quando a terapia de primeira linha falha, um regime de salvamento deve evitar os antibióticos que foram previamente utilizados. Em pacientes que receberam tratamento de primeira linha contendo claritromicina, a terapêutica quádrupla de bismuto ou os regimes de levofloxacino são as opções preferenciais. Para aqueles que receberam terapia quíntupla de bismuto em primeira linha, a recomendação prevê os esquemas com claritromicina ou levofloxacino.  A diretriz detalha doses e duração dos regimes recomendados.
 
Referências: ACG Clinical Guideline: Treatment of Helicobacter pylori InfectionAm J Gastroenterol 2017; 112: 212–238; doi:10.1038/ajg.2016.563; published online 10 January 2017 - William D Chey, Grigorios I Leontiadis, Colin W Howden and Steven F Moss


 

 

Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519