19042024Sex
AtualizadoSex, 19 Abr 2024 4pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

 

SWOG 0819 em CPNPC

CancroPulmao.jpgNo estudo SWOG 0819, Herbst e colegas avaliaram a adição de cetuximab à quimioterapia (carboplatina / paclitaxel, mais ou menos bevacizumab), em uma amostra de 1.333 pacientes recém-diagnosticados com CPNPC estadio IV.

Os desfechos primários foram sobrevida livre de progressão em pacientes com FISH positivo (n = 400) e sobrevida global em toda a população de estudo. Os pacientes foram estratificados não só pelo status EGFR, mas foram selecionados tendo como critério se receberam ou não bevacizumab.
 
Os dados finais do SWOG 0819 mostram que não houve nenhum benefício de sobrevida global na população geral (hazard ratio [HR] = 0,94, P = 0,34) e nenhum benefício na sobrevida livre de progressão na população com imuno-histoquímica-positiva (HR = 0.91, p =. 37). Como objetivo secundário, Herbst e colegas definiram benefício de sobrevida em toda a população com FISH positivo, mas os dados não foram estatisticamente significativos (HR = 0,83, P = 0,10). No entanto, um benefício de sobrevida global estatisticamente significativo foi observado entre os 759 pacientes não indicados para bevacizumab (HR = 0,75, P = 0,048). Neste grupo, a mediana de sobrevida global foi de 8,7 meses vs 11,2 meses no braço contendo cetuximabe +quimioterapia.
 
Além disso, em uma análise exploratória, o estudo mostrou um benefício estatisticamente significativo de sobrevida global em pacientes com CPNPC de células escamosas tratados com cetuximab (11,8 meses versus 6,4 meses; HR = 0,56, P = 0,006).
 
Os resultados sugerem que os pacientes com câncer de pulmão de células escamosas que têm tumores EGFR positivos têm um benefício de sobrevida, enquanto aqueles com histologia não-escamosa e aqueles com imunohistoquímica negativa não obtêm qualquer vantagem de sobrevida.
 
"Estes dados, juntamente com os recentes resultados do SQUIRE, sugerem um papel para a imuno-histoquímica como método de seleção de pacientes com histologia de células escamosas com potencial de se beneficiar da terapia anti- EGFR, especialmente quando bevacizumab não é usado", disse Herbst. 


Publicidade
ABBVIE
Publicidade
ASTRAZENECA
Publicidade
SANOFI
Publicidade
ASTELLAS
Publicidade
NOVARTIS
banner_assine_300x75.jpg
Publicidade
300x250 ad onconews200519