25052022Qua
AtualizadoTer, 24 Maio 2022 1pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

ESMO 2021

Cemiplimabe mostra resultados de sobrevida na primeira linha do câncer de pulmão

aline fares 2 bxEstudo randomizado de Fase 3 (EMPOWER-Lung 3), de 2 partes, avalia o tratamento de primeira linha com o anti PD-L1 cemiplimabe em pacientes com câncer de pulmão avançado, escamoso ou não escamoso, sem mutações acionáveis. Os resultados destacados no ESMO Congress 2021 mostram que cemiplimabe atingiu o desfecho primário de sobrevida global, estatisticamente significativa, e ainda mostrou benefício em outros desfechos avaliados, incluindo melhor sobrevida livre de progressão, taxa de resposta e duração de resposta. Aline Fares (foto), oncologista do Hospital de Base (HB-ONCO), de São José do Rio Preto/SP, comenta os resultados.

Os pacientes foram randomizados para receber cemiplimabe + quimio à base de platina, versus placebo (PBO) + quimio. Foram incluidos pacientes independentemente dos níveis de PD-L1. Os pacientes elegíveis foram randomizados (2: 1), estratificados por histologia e expressão de PD-L1 para receber cemiplimabe 350 mg uma vez a cada 3 semanas (Q3W) ou PBO Q3W por 108 semanas (ou até a progressão), mais até 4 ciclos de quimio (seguidos de pemetrexede obrigatório como manutenção). O endpoint primário foi sobrevida global (SG). Os principais endpoints secundários incluíram sobrevida livre de progressão (SLP) e taxa de resposta objetiva (ORR) por revisão central independente cega, além de dados de segurança e duração de resposta.

Nesta análise foram reportados os resultados da segunda análise provisória pré-especificada, com corte de dados realizado em 14 de junho de 2021.

Resultados

Foram elegíveis 466 pacientes, randomizados para cemiplimabe + quimio (N = 312) ou PBO + quimio (N = 154). A idade média (variação) foi de 63,0 (25-84) anos; 57,1% tinham câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) não escamoso e 85,2% tinham doença estágio IV. “A distribuição de pacientes entre os grupos foi balanceada, exceto por discretos desbalanços em sexo masculino (86% em Cemiplimabe + quimio vs 80% Placebo + quimio), ECOG performance (0 em 16% Cemiplimabe + quimio vs 11% Placebo + quimio) e status de tabagismo atual (55% Cemiplimabe + quimio vs 48% Placebo + quimio)”, esclarece Aline. “É interessante notar que apenas 16% dos pacientes eram mulheres e 15% não eram brancos. A análise dos dados em subgrupos indica que mulheres, não tabagistas e PD-L1<1% tendem a ter menor benefício da adição de cemiplimabe”, acrescenta.

A mediana de sobrevida global foi de 21,9 meses com cemiplimabe + quimio vs 13,0 meses com PBO + quimio (HR, 0,71; P = 0,014). A combinação de cemiplimabe + quimio também foi associada com melhor SLP (8,2 vs 5,0 meses; HR, 0,56), melhor ORR  (43,3% vs 22,7%) e duração mediana de resposta mais longa (DOR) (15,6 meses vs 7,3 meses) vs PBO + quimio (Tabela). 

A incidência de eventos adversos de Grau 3 foi de 43,6% no braço cemiplimabe + quimio e 31,4% no braço PBO + quimio.

“Em pacientes com CPCNP avançado, cemiplimabe + quimio na primeira linha demonstrou melhora clínica e estatisticamente significativa, com benefício de sobrevida global, sobrevida livre de progressão, taxa de resposta objetiva e duração de resposta versus quimioterapia isolada, com perfil de segurança consistente com monoterapia com cemiplimabe e quimio à base de platina”, concluem os autores.

Identificação do ensaio clínico: NCT03409614.

 

Cemiplimab+chemo (n=312)

PBO+chemo (n=154)

 

Duration of follow-up, median  (IQR), months

16.3 (13.9-19.1)

16.7 (14.2-19.0)

 

OS, median (95% CI), months

21.9 (15.5-NE)

13.0 (11.9-16.1)

 

HR (95% CI)

 

 

0.71 (0.53-0.93); P=0.014

PFS, median  (95% CI), months

8.2 (6.4-9.3)

5.0 (4.3-6.2)

 

HR (95% CI)

 

 

0.56 (0.44-0.70); P<0.0001

ORR, % (95% CI)

43.3 (37.7-49.0)

22.7 (16.4-30.2)

 

Odds  ratio (95% CI)

 

 

2.68 (1.72-4.19); P<0.0001

Complete response, n (%)

8 (2.6)

0 (0)

 

Partial  response, n (%)

127 (40.7)

35 (22.7)

 

Kaplan-Meier estimated DOR, median (95% CI), months

15.6 (12.4-NE)

7.3 (4.3-12.6)

 

 

Referência: LBA51 - EMPOWER-Lung 3: Cemiplimab in combination with platinum doublet chemotherapy for first-line (1L) treatment of advanced non-small cell lung cancer (NSCLC)

Publicidade
KITE PHARMA
Publicidade
NOVARTIS
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
300x250 ad onconews200519