03082020Seg
AtualizadoQui, 30 Jul 2020 6pm

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

Estudos clínicos

Estudo brasileiro discute neoadjuvância, número de linfonodos e sobrevida no câncer retal

leonardo bustamante bxA redução do número de linfonodos ressecados após tratamento com quimioterapia neoadjuvante tem impacto na sobrevida de pacientes com câncer retal? Leonardo Alfonso Bustamante-Lopez (foto) é o principal investigador de estudo da Universidade de São Paulo que pretende avaliar a sobrevida de pacientes com redução do número de linfonodos (LN) ressecados submetidos à excisão neoadjuvante e total do mesorreto. O estudo está aberto a recrutamento de pacientes e tem a colaboração dos professores Sergio Carlos Nahas, Ivan Cecconello, Caio Sergio Nahas, e Ulysses Ribeiro Junior.

Neste estudo, os principais endpoints são a taxa de sobrevida e recorrência entre pacientes com resposta patológica completa com menos de 12 LN e 12 ou mais LN, além de determinar se há diferença na sobrevida entre pacientes com resposta completa versus incompleta. “De acordo com a International Union Against Cancer, um mínimo de 12 linfonodos (LN) deve ser obtido na amostra cirúrgica para estadiamento do câncer colorretal. Estudos recentes relataram que o uso de quimiorradioterapia neoadjuvante (QRN) pode resultar em falha na obtenção do número mínimo de LN na peça em 30-52% dos pacientes”, justificam os autores. "A importância do trabalho é demonstrar que quando o paciente tem resposta patológica na peça cirúrgica, o número mínimo de 12 linfonodos perde importância como fator prognóstico. Porém é muito importante ressaltar que isso ocorre só em pacientes com resposta patológica completa", acrescenta Bustamante-Lopez. 

O estudo considera a inscrição de pacientes com câncer retal tratados com QRN (5-FU e 5040 Gys), seguido de excisão total do mesorreto com ligadura dos vasos mesentéricos inferiores. São elegíveis pacientes com estadiamento T3, T4 e / ou N + a até 10 cm da borda anal. Os critérios de exclusão consideram pacientes com neoadjuvância incompleta ou atrasos significativos no estadiamento e / ou na realização da cirurgia.

Todos os pacientes são estadiados por exame retal, colonoscopia, tomografia computadorizada de tórax e abdominal e ressonância magnética pélvica. No intervalo de 8 semanas após o término da QRT neoadjuvante os pacientes são operados e submetidos à excisão total do mesorreto.

A análise dos resultados compreende: a) Resposta patológica incompleta com menos de 12 LN; b) Resposta patológica incompleta com 12 ou mais LN; c) Resposta patológica completa com menos de 12 LN; e d) Resposta patológica completa com 12 ou mais LN.

Os pesquisadores estão avaliando a sobrevida em 5 anos de 250 participantes e os resultados parciais foram apresentados no Congresso da American Society of Colon and Rectal Surgeons (ASCRS).

A equipe já publicou outros três trabalhos em revistas internacionais (International Journal of Colorectal Diseases e International Journal of Surgery)1,2,3 abordando a discussão da diminuição do número de linfonodos na peça cirúrgica de pacientes tratados com QRN e excisão total de mesorreto. “O presente trabalho fechará a discussão com dados de sobrevida em 5 anos, o que nos tornará o grupo com mais publicações sobre o tema no mundo”, conclui Bustamante-Lopez.

O estudo está inscrito na plataforma ClinicalTrials.gov: NCT04456283.

Referências:

1 - Bustamante-Lopez L, Nahas CS, Nahas SC, Ribeiro U Jr, Marques CF, Cotti G, Rocco A, Cecconello I. Understanding the factors associated with reduction in the number of lymph nodes in rectal cancer patients treated by neoadjuvant treatment. Int J Colorectal Dis. 2017 Jun;32(6):925-927. doi: 10.1007/s00384-016-2747-7.

2 - Bustamante-Lopez LA, Nahas CSR, Nahas SC, Marques CFS, Pinto RA, Cotti GC, Imperiale AR, de Mello ES, Ribeiro U Junior, Cecconello I. Pathologic complete response implies a fewer number of lymph nodes in specimen of rectal cancer patients treated by neoadjuvant therapy and total mesorectal excision. Int J Surg. 2018 Aug;56:283-287. doi: 10.1016/j.ijsu.2018.07.001. Epub 2018 Jul 5.

3 - Bustamante-Lopez L, Nahas CS, Nahas SC. Lymph node harvest in rectal cancer patients with good tumor regression grade following neoadjuvant chemoradiotherapy. Int J Surg. 2019 Apr;64:57-58. doi: 10.1016/j.ijsu.2019.02.009. Epub 2019 Feb 15.

 

 

Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
300x250 ad onconews200519