20112018Ter
AtualizadoTer, 20 Nov 2018 1am

PUBLICIDADE
banner pfizer instuc 2018 468x60px

Anti-EGFR de terceira geração na primeira linha de CPNPC

Pulm__o_News_1_OK.jpgOsimertinibe, um inibidor da tirosina-quinase de terceira geração, é eficaz no tratamento de primeira linha de câncer de pulmão não pequenas células (CPNPC), como sugere estudo apresentado na Conferência Europeia de Câncer de Pulmão (ELCC 2016), em Genebra. O novo agente demonstrou eficácia em pacientes com a mutação T790M.

A inibição de EGFR é o padrão de cuidados para pacientes com CPNPC com mutações ativadoras do EGFR, mas cerca de 50% a 60% dos pacientes vão desenvolver resistência através da mutação T790M. Osimertinib é um potente inibidor das mutações originais do EGFR (exon 19 e exon 21), além de atuar na mutação de resistência T790M. O estudo apresentado na ELCC 2016 investigou o uso de osimertinib como terapia de primeira linha nesse perfil de pacientes e demonstrou resultados encorajadores.
 
O estudo incluiu 60 pacientes do estudo AURA, todos com CPNPC localmente avançado ou metastático e mutação EGFR. Trinta pacientes receberam 80 mg por dia de osimertinib no cenário de primeira linha e 30 receberam 160 mg por dia. Os pacientes foram acompanhados por um período médio de 16,6 meses.
 
A análise final mostrou que a taxa de resposta global foi de 77%.  A sobrevida livre de progressão (SLP) mediana foi de 19,3 meses para a dose de 160 mg e ainda não foi atingida para a dose de 80 mg/dia. A duração mediana de resposta não foi atingida.
 
Os dados preliminares apresentados no ELCC mostram que a droga foi bem tolerada, com poucos efeitos adversos, particularmente na dose de 80 mg/dia, grupo onde apenas 10% dos pacientes necessitaram de redução da dose para administrar toxicidades. O trabalho foi apresentado por Suresh Ramalingam, professor de hematologia e oncologia médica no Emory School of Medicine e diretor adjunto do Instituto Winship Cancer, em Atlanta, EUA.
 
"A taxa de resposta global foi a melhor já relatada para a terapia de primeira linha em câncer de pulmão não pequenas células com EGFR mutado e os resultados de SLP são emocionantes, bem superiores às taxas históricas de 10 a 13 meses com os medicamentos de primeira ou de segunda geração. Muitos dos pacientes do estudo não tiveram progressão da doença e ainda estão se beneficiando do tratamento ", afirmou Ramalingam.
 
Agora, os resultados de osimertinib no tratamento de pacientes com CPNPC com EGFR mutados serão investigados em um ensaio clínico de fase III em mais de 500 pacientes, comparando osimertinib a qualquer terapia de primeira linha (erlotinib ou gefitinib). Os resultados são esperados em até 18 meses.
 
Referências: 1. LBA1_PR: Osimertinib as first-line treatment for EGFR mutation-positive advanced NSCLC: updated efficacy and safety results from two Phase I expansion cohorts. S. Ramalingam, US.     
 
2. LBA2_PR: Osimertinib (AZD9291) in pre-treated pts with T790M-positive advanced NSCLC: updated Phase 1 (P1) and pooled Phase 2 (P2) results. J. Yang, Taiwan.

Leia mais sobre a ELCC 2016: Biópsia líquida e seleção terapêutica em câncer de pulmão
Pleurectomia estendida tem indicação em idosos
Atualizações dos estudos CheckMate 063 e 017
Necitumumab associado à quimioterapia em câncer de pulmão EGFR+
ELCC 2016 e as novidades em oncologia torácica

 

Publicidade
Publicidade
banner Sanofi 2017 300x250
Publicidade
banner astellas2018 v1
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
Merck 300x250 2018
Publicidade
banner logoBMS 2018 300x250
Publicidade
ad lilly 300X250px
Publicidade
banner abbvie2018 300X250p