19072018Qui
AtualizadoQua, 18 Jul 2018 5pm

PUBLICIDADE
banner pfizer instuc 2018 468x60px

Potenciais novos alvos terapêuticos no carcinoma renal de células claras

GABRIEL MACEDO OK NET OKEstudo publicado na Oncotarget1 por pesquisadores da Universidade de Grenoble, França, mostra que a inibição farmacológica combinada das proteínas PI3K e Src impede o crescimento e invasão celular e induz o mecanismo apoptose no carcinoma renal de células claras (CRCC). Os achados fornecem evidências pré-clínicas para uma estratégia capaz de melhorar o tratamento deste tipo de neoplasia. O biólogo molecular Gabriel de Souza Macedo (foto), pesquisador da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, comenta os resultados.


Câncer testicular: impacto e risco do tratamento

DIOGO BASTOS LACOG GU NEW NET OKO tratamento do câncer de testículo aumenta o risco de neoplasia maligna subsequente (NMS). Não se sabe se mudanças no tratamento do câncer testicular ao longo do tempo afetaram o risco de NMS. Estudo que avaliou cerca de 6 mil pacientes tratados de 1976 a 2007 mostra resultados em artigo no Journal of Clinical Oncology (JCO). Diogo Assed Bastos (foto), oncologista do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP) e do Hospital Sírio-Libanês, comenta o trabalho.

FDA aprova enzalutamida no câncer de próstata resistente à castração não-metastático

Prostata 2018 NET OKO U.S. Food and Drug Administration (FDA) aprovou uma nova indicação para a enzalutamida (xtandi®), agora para o tratamento de pacientes com câncer de próstata resistente à castração não-metastático. Enzalutamida é o primeiro é único tratamento oral aprovado pelo FDA para a doença resistente à castração metastática e não-metastática. A aprovação foi baseada nos resultados do estudo de fase III PROSPER1, apresentados em fevereiro na ASCO GU e publicados no New England Journal of Medicine em junho.

TARDOX: nova promessa terapêutica

Figado NET OKEstudo de Paul C Lyon e colegas publicado no Lancet Oncology avaliou a segurança e viabilidade de uma nova abordagem, a infusão intravenosa única de doxorrubicina lipossomal termossensível (LTLD, da sigla em inglês) como tratamento para tumores hepáticos, ativada por hipertermia (>39·5°C) através de ultrasson focal. Os resultados mostram pela primeira vez o potencial terapêutico e segurança da LTLD associada ao ultrasson no tratamento oncológico1.

Anvisa aprova durvalumabe para tratamento do CPNPC localmente avançado

Pulm o 2017 NET OKA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou o anticorpo monoclonal anti-PDL-1 durvalumabe (Imfinzi®, Astrazeneca) para o tratamento de pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas localmente avançado, irressecável (Estágio III) que não progrediram após terapia de quimioradioterapia concomitante à base de platina. Publicada no Diário oficial da União dia 02 de julho, a aprovação é baseada nos dados do estudo fase III PACIFIC, apresentado na ESMO 2017.

Painel de biomarcadores e avaliação de risco de câncer de pulmão

RASTREAMENTO NET OKUm painel baseado em biomarcadores de proteínas circulantes pode melhorar o modelo atual de predição de risco e os critérios de rastreamento para câncer de pulmão, que considera exclusivamente o histórico de tabagismo? Um estudo publicado dia 12 de julho no JAMA Oncology demonstrou que um simples exame de sangue obteve sensibilidade superior, sem aumentar o número de resultados falso-positivos em comparação com as diretrizes para triagem aprovadas pela US Preventive Service Task Force (USPSTF).

ANVISA aprova venetoclax para o tratamento de leucemia linfoide crônica

sangueA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o inibidor de BCL-2 venectoclax (AbbVie) para o tratamento em monoterapia de pacientes adultos com leucemia linfoide crônica (LLC) com deleção 17p e/ou mutações no TP53 não elegíveis ou que não responderam a tratamentos prévios com inibidores de receptor de célula , além de pacientes (sem deleção 17p e/ou mutações no TP53) que não responderam à quimioterapia e a tratamentos prévios com inibidor de receptor de célula B. A aprovação foi publicada no Diário Oficial da União dia 09 de julho.

Abordagem axilar no câncer de mama

Monica Morrow NET OKOs cirurgiões aceitaram a biópsia do linfonodo sentinela como abordagem axilar em pacientes submetidas à cirurgia conservadora da mama? Estudo de Monica Morrow (foto) et al publicado no JAMA Oncology ouviu a opinião de 376 cirurgiões e mostrou variações substanciais na aceitação da biópsia do linfonodo sentinela, sugerindo potencial overtreatment e a necessidade de educação médica, especialmente entre cirurgiões que realizam baixo volume de cirurgias.

SOFT e TEXT mostram dados atualizados

MAMA bxResultados atualizados dos estudos SOFT (Supression of Ovarian Function Trial) e TEXT (Tamoxifen e Exemestane Trial) foram publicados dia 12 de julho no New England Journal of Medicine, em artigo de pesquisadores do International Breast Cancer Study Group. Em um seguimento de 8 anos, a adição de supressão ovariana a tamoxifeno resultou em taxas significativamente maiores de sobrevida global e livre de doença em mulheres com câncer de mama na pré-menopausa. O uso de exemestano e supressão ovariana resultou em taxas livres de recorrência ainda maiores.

FDA aprova combinação de imunoterápicos no câncer colorretal metastático

Colorretal OK NET OK ASCO 2016O Food and Drug Administration (FDA) aprovou a primeira combinação de imunoterápicos para o tratamento de pacientes com câncer colorretal metastático e alta instabilidade de microssatélite ou deficiência no mismatch repair que progrediram após o tratamento com fluoropirimidina, oxaliplatina e irinotecano.1 A aprovação de nivolumabe (Opdivo®) e ipilimumabe (Yervoy®) foi baseada nos resultados da taxa de resposta global (ORR) e duração da resposta (DOR) do estudo de fase II CheckMate -142, que avaliou a combinação nesse subgrupo de pacientes.1,2,3

Atualização das diretrizes do teste HER2 no câncer de mama

Wolff NET OK 2Um painel de especialistas atualizou as diretrizes do teste HER2 em câncer de mama recomendadas pela Sociedade Americana de Oncologia Clínica/Colégio Americano de Patologistas. Publicada no Journal of Clinical Oncology, a atualização tem como primeiro autor o oncologista brasileiro Antonio Wolff (foto), médico do Serviço de Mama da Universidade Johns Hopkins, em Baltimore, e chefe do Comitê de Mama do grupo de pesquisa ECOG-ACRIN.

Teste do HPV no rastreamento do câncer cervical

LUISA NET OKEstudo clínico que avaliou mulheres rastreadas para câncer cervical mostrou que o teste de HPV detectou neoplasia cervical mais cedo e com mais precisão do que a citologia. “O estudo de Ogilvie e colaboradores mostra claramente a melhor performance do teste de HPV quando comparado ao teste de Papanicolaou (com citologia liquida) no rastreamento do câncer de colo do útero”, diz Luisa Lina Villa (foto). Chefe do Laboratório de Inovação em Câncer do Centro de Investigação Translacional em Oncologia do Instituto do Câncer de São Paulo (ICESP).

Enzalutamida mostra resultados de sobrevida no câncer de próstata

ANDREY NET OKDados do estudo PROSPER publicados no NEJM mostram ganho de sobrevida global com enzalutamida em pacientes com câncer de próstata resistente à castração. O estudo tem a participação do urologista brasileiro Ubirajara Ferreira, da Unicamp. O oncologista Andrey Soares (foto), médico do Centro Paulista de Oncologia e do Hospital Israelita Albert Einstein e chair do LACOG-GU, comenta o trabalho. 

Descobertos 63 novos loci associados ao risco de câncer de próstata

Marilia NET OKA patologista Marilia Germanos de Castro (foto), membro do Núcleo Avançado de Urologia do Hospital Sírio Libânes, comenta os resultados da metanálise recentemente publicada na Nature Genetics que identificou 63 novos loci associados ao câncer de próstata. A descoberta pode melhorar substancialmente a previsão de risco para pacientes com câncer de próstata e ajudar a informar as diretrizes de rastreamento e manejo da doença.

Pesquisadores identificam nova variante de câncer de pulmão

Evandro Sobroza NET OKEstudo de Huang et al publicado na Genes & Development revelou um padrão inesperado no câncer de pulmão pequenas células (CPPC), identificando o que segundo os autores caracteriza uma nova variante do CPPC. O patologista Evandro Sobroza de Mello (foto), Diretor Médico Executivo do Laboratório CICAP, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, comenta os resultados.

RAZOR: cistectomia radical robótica x aberta

LOGO COBEU NET OKPublicado no Lancet Oncology, o estudo randomizado de fase III RAZOR, aberto, de não inferioridade, comparou a sobrevida livre de progressão em pacientes com câncer de bexiga tratados com cistectomia radical aberta e robótica e mostrou que não houve grandes diferenças nos resultados ou taxas de complicações entre os procedimentos, apesar do considerável aumento nos custos para os sistemas de saúde do método minimamente invasivo. O urologista Marcus Sadi, Coordenador da área de uro-oncologia da EPM-Unifesp e membro do Comitê Brasileiro de Estudos em Uro-Oncologia (COBEU), analisa estudos que comparam as abordagens cirúrgicas.

PALOMA3 mostra dados de sobrevida

MAMA bxNova análise do estudo PALOMA 3 apresentou resultados de sobrevida global do inibidor de ciclinas palbociclibe no tratamento de mulheres com câncer de mama metastático HER2 negativo, em pacientes que progrediram à terapia endócrina. Os resultados demonstraram tendência positiva, mas sem significância estatística.

PL dos Agrotóxicos avança

Márcia Sarpa INCA NET OKO Projeto de Lei dos Agrotóxicos (PL nº 6299/2002), que trata do pacote de mudanças na fiscalização e controle de agrotóxicos no Brasil, avançou na Comissão Especial da Câmara dos Deputados. Organizações e instituições como o Instituto Nacional do Câncer (INCA), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e até a Organização das Nações Unidas (ONU) se manifestaram contrários ao projeto, que pode aumentar o uso de agrotóxicos e comprometer a saúde da população. Quem comenta é Márcia Sarpa (foto), toxicologista da Unidade Técnica de Exposição Ocupacional, Ambiental e Câncer do INCA. 

Novo composto mostra eficácia em inibir metástases

Marcelo Cruz NOVA NET OKEstudo multicêntrico demonstrou que o composto KBU2046 foi capaz de inibir a motilidade em modelos celulares humanos de câncer de mama, próstata, pulmão e cólon in vitro. Os resultados da estratégia inédita foram publicados na Nature Communications e mostram que é possível impedir o movimento das células cancerígenas e, assim, evitar que elas se espalhem para outros sítios. "O processo de metastatização é uma das características fundamentais do câncer. Desenvolver novas terapias capazes de bloquear a mobilização celular abre caminho para mais uma classe de drogas inovadoras", afirma o oncologista Marcelo Cruz (foto), que trabalhou como pesquisador na Northwestern University e está retornando ao país como membro titular do Centro de Oncologia do Hospital Sirio-Libanês. 

Estudo brasileiro avalia apalutamida no câncer de próstata

LACOG0415 Study designEnsaio clínico de fase II que tem como investigador principal o oncologista Fernando Maluf (foto)* está aberto para recrutamento de pacientes com câncer de próstata metastático hormônio sensível. O estudo tem o objetivo de avaliar a eficácia e segurança de apalutamida nesse cenário e é promovido pelo LACOG-GU, com participação de dez centros brasileiros, públicos e privados.

Qualidade da dieta e diminuição do risco de morte em sobreviventes de câncer

CAMILLA MARTINS AVI NET OKSobreviventes de câncer que consumiram uma dieta balanceada e rica em nutrientes tiveram um risco 65% menor de morrer da doença em comparação com os sobreviventes com uma dieta de baixa qualidade. Os resultados publicados no JNCI Cancer Spectrum sugerem que mais do que focar em um grupo alimentar específico, a dieta dos sobreviventes do câncer deve ser rica em vegetais, frutas, grãos integrais, proteínas e laticínios em quantidades recomendadas para idade, altura e peso. A nutricionista Camilla Martins Avi (foto), coordenadora do Serviço de Nutrição e Dietética do Hospital de Amor (Hospital de Câncer de Barretos), comenta os achados. 


Publicidade
banner_assine_300x250.jpg
Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner Sanofi 2017 300x250
Publicidade
banner astellas2018 v1
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner logoBMS 2018 300x250