15012019Ter
AtualizadoTer, 15 Jan 2019 2pm

PUBLICIDADE
banner pfizer instuc 2018 468x60px

Painel Oncoalvo é opção para ampliar acesso ao diagnóstico molecular

Alvo medicina personalizada NET OKEstudo brasileiro aponta caminhos para ampliar acesso ao diagnóstico molecular e apoiar a decisão de tratamento em pacientes com tumores sólidos refratários à terapia convencional. Publicado em artigo de André Marcio Murad, José Claudio Casali da Rocha, Juliana Carneiro e Ana Godard, no Journal of Clinical & Medical Genomics, o estudo apresenta os resultados da aplicação clínica do ONCOTARGET (ONCOALVO), um painel de 57 genes que contempla as mutações mais relevantes para a oncologia de precisão.


Estudo brasileiro mostra câncer associado à poluição ambiental em São Paulo

carro poluicaoEstudo brasileiro lança luz sobre a incidência de câncer e mortalidade pela doença associada à poluição do ar em São Paulo. Os resultados foram publicados na Environmental Research e mostram que o aumento na taxa de incidência de câncer do trato respiratório e mortalidade pela doença está positivamente associado com o aumento da densidade de tráfego e concentrações de dióxido de nitrogênio. Indivíduos de regiões mais carentes são os mais afetados pela poluição.

Segurança e manejo de inibidores de PARP

Graziela SFBO 1 NET OKEstudo de revisão publicado na edição de janeiro do Lancet Oncology caracteriza as toxicidades associadas a diferentes inibidores da PARP, tanto em monoterapia quanto em novas combinações, com o objetivo de embasar possíveis estratégias de manejo para mitigar eventos adversos. O trabalho contou com a participação da oncologista brasileira Graziela Zibetti Dal Molin (foto), fellow em onco-ginecologia no MD Anderson Cancer Center e membro do Grupo Brasileiro de Tumores Ginecológicos (EVA/GBTG).

Ômega 3 e vitamina D na prevenção do câncer, qual a evidência?

Vitamina D NET OKDois artigos publicados em janeiro na New England Journal of Medicine trazem resultados de estudo randomizado que avaliou o papel da suplementação de ômega-3 (1 grama/dia) e vitamina D (2000 UI/dia) na redução do risco de câncer e doenças cardiovasculares, em 25.871 participantes acima de 50 anos. A conclusão dos autores indica que a suplementação com ômega 3 e vitamina D não resultou em menor incidência de câncer ou eventos cardiovasculares.

Nova opção na primeira linha de LLC

LLC Net OKEstudo que avaliou a eficácia da combinação de ibrutinibe e obinutuzumabe versus clorambucil e obinutuzumabe como primeira linha de tratamento na leucemia linfocítica crônica apresentou resultados em artigo de Moreno, C. et al, publicado no Lancet Oncology,

SUS incorpora sunitinibe e pazopanibe no tratamento do carcinoma renal de células claras metastático

A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC) decidiu rever sua recomendação preliminar e incorporar os medicamentos sunitinibe e pazopanibe no SUS para o tratamento do carcinoma renal de células claras (CRCC) metastático em pacientes virgens de tratamento. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União nº 249 e reflete a importância das contribuições realizadas à Consulta Pública.

Consulta pública avalia incorporação do brentuximabe vedotina para linfoma de Hodgkin pós-transplante

SUSO Ministério da Saúde colocou em Consulta Pública a decisão de incorporar o anticorpo droga-conjugado brentuximabe vedotina ao Sistema Único de Saúde (SUS) para o tratamento de pacientes adultos com linfoma de Hodgkin CD30+, refratário ou recidivado, após transplante autólogo de células-tronco. As contribuições podem ser enviadas até o dia 19 de dezembro para a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias Sanitárias (CONITEC), através de formulário eletrônico no link http://conitec.gov.br/consultas-publicas.

FDA aprova primeiro biossimilar para linfoma não-Hodgkin

approved NET OKA Food and Drug Administration (FDA) aprovou o biossimilar TRUXIMA®, da Celltrion e da farmacêutica Teva, que tem como referência o anti CD-20 rituximabe. Esta é a primeira aprovação deste anticorpo monoclonal biossimilar nos Estados Unidos, para o tratamento de pacientes adultos com linfoma não-Hodgkin (LNH), em três diferentes indicações.

Imuno-oncologia, o cenário da pesquisa clínica em 2018

imuno gráfico NET OK 1Os números são superlativos e refletem o que já se sabia: o aumento na quantidade de estudos clínicos com inibidores de checkpoint imune, em diferentes cenários de tratamento do câncer. Nada menos que 2250 estudos com anti PD1/PDL1 estavam em andamento no final de novembro, representando um aumento de 748 ensaios no último ano. Os dados são do relatório do Cancer Research Institute (CRI), publicado na Nature Reviews Drug Discovery.

FDA aprova primeira terapia-alvo anti FLT3 em LMA

Otavio Baiocchi ASH2018A agência norte-americana Food and Drug Administration (FDA) aprovou dia 29 de novembro o registro de XOSPATA® (nome genérico: gilteritinib) para o tratamento de pacientes adultos com leucemia mieloide aguda (LMA) recidivada ou refratária, com mutação FLT3. O novo agente é de uso oral e representa a primeira terapia-alvo anti-FLT3 aprovada para esta população de pacientes. Otávio Baiocchi (foto), chefe do Departamento de Oncologia Clínica da Unifesp e coordenador de hematologia do Americas Centro de Oncologia Integrado, comenta a aprovação.

Survey revela como os oncologistas usam a NGS

Casali BxO objetivo foi investigar como os oncologistas usam testes de sequenciamento de próxima geração (NGS) no tratamento dos pacientes nos Estados Unidos. Os resultados estão em artigo de Freedman et al., na JCO Precision Oncology. Quem comenta é o oncogeneticista José Claudio Casali (foto), do Grupo Brasileiro de Oncologia de Precisão (GBOP). O estudo utilizou dados de um inquérito nacional (National Survey of Precision Medicine in Cancer Treatment) realizado em 2017 com um número representativo de oncologistas (N = 1.281; taxa de respondentes = 38%).

ASH 2018: hematologia em pauta

ASH LOGO NET OKPrincipal encontro da hematologia mundial, o congresso da Sociedade Americana de Hematologia (ASH 2018) acontece entre os dias 1º e 4 de dezembro, em San Diego, Califórnia. Em sua 60ª edição, o evento deve reunir mais de 25 mil especialistas para discutir os principais avanços nos diversos tópicos da hematologia.

Projeto Onconews é selecionado para congresso da OPAS/OMS/BIREME

conjunto de devicesA experiência e prática do Onconews é tema de apresentação no CRICS10, o Congresso Regional de Informação em Ciências da Saúde, que acontece em São Paulo de 4 a 6 de dezembro, promovido pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Organização Mundial de Saúde (OMS) e BIREME, o Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde.

Colonoscopia no rastreamento do câncer colorretal, o que indicar na população idosa?

felipecoimbra NET OK 2018 NEWSArtigo publicado na American Journal of Gastroenterology mostra que nos Estados Unidos a maioria dos adultos com colonoscopia normal em testes de triagem é instruída a retornar para novo exame de rastreamento, mesmo em idades mais avançadas do que preconizam as diretrizes de conduta. O artigo foi objeto de revisão na NEJM e lança críticas sobre o excesso de screening no cenário americano. Quem comenta é o cirurgião oncológico Felipe Coimbra (foto), Diretor do Departamento de Cirurgia Abdominal do AC Camargo Cancer Center.

Consumo de carne, quanto é seguro?

Buzaid ASCO2018 NET OKEditorial do Lancet discute o consumo de carne e defende que é preciso ampliar o debate. Afinal, qual a quantidade saudável de carne na dieta? O oncologista Antonio Carlos Buzaid (foto), Diretor Médico Geral do Centro de Oncologia da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo, e membro do comitê gestor do Centro de Oncologia do Hospital Albert Einstein, comenta para o Onconews.

Manejo do câncer de próstata agressivo

Dzik NET OKEstudo publicado no JAMA Oncology investigou se o tratamento do câncer de próstata Gleason de 9-10 com prostatectomia radical, radioterapia externa adjuvante (EBRT) e terapia de privação androgênica (denominado MaxRP) ou radioterapia, braquiterapia e terapia de privação androgênica (denominado MaxRT) estão associados à diferenças no risco de mortalidade específica por câncer de próstata (PCSM) e ao risco de mortalidade por todas as causas (ACM). Carlos Dzik (foto), oncologista clínico do Centro de Oncologia do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, comenta o trabalho.

Combinação de terapias-alvo mostra resultados em tumores do trato digestivo

Trato Biliar NET OKUm estudo de fase II apresentado como late breaking abstract no 30th EORTC-NCI-AACR Symposium on Molecular Targets and Cancer Therapeutics em Dublin, Irlanda, mostrou a eficácia da combinação de inibidores de BRAF e MEK no tratamento do câncer do trato biliar e adenocarcinoma do intestino delgado avançado e/ou metastático em pacientes que não responderam a tratamentos anteriores.

MYSTIC: durvalumabe não atinge resultados no CPNPC estádio IV

Pulm o 2017 NET OKNo câncer de pulmão não-pequenas células (CPNPC) metastático (estádio IV), o anti-PD-L1 durvalumabe em monoterapia ou em combinação com o anti-CTLA4 tremelimumabe não melhorou a sobrevida global em comparação com a quimioterapia padrão (SoC). Os dados do estudo de fase III MYSTIC foram divulgados pela AstraZeneca e pela MedImmune, braço de pesquisa e desenvolvimento biológico da farmacêutica.

Toxicidades cardiovasculares associadas a inibidores de checkpoint imunológico

CHIATTONE NET OKPesquisadores do Centro Médico da Universidade Vanderbilt (VUMC), em Nashville, Tennessee, buscaram identificar e caracterizar os eventos adversos cardiovasculares significativamente associados ao tratamento com inibidores de checkpoint imunológico. Os resultados do estudo publicado no Lancet Oncology mostraram que as complicações cardíacas e vasculares incluem miocardite, pericardite, vasculite e arritmias, e que elas ocorrem no início do tratamento. O hematologista Carlos Chiattone (foto), coordenador do Centro de Linfomas do Núcleo de Oncologia do Hospital Samaritano e professor titular da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, comenta os resultados do trabalho.

FDA concede revisão prioritária para o atezolizumabe no câncer de mama triplo negativo PD-L1+

MAMA bxO U.S. Food and Drug Administration (FDA) concedeu revisão prioritária ao anti-PD-L1 atezolizumabe (Tecentriq®, Roche) em combinação com a quimioterapia nab-paclitaxel (Abraxane®) no tratamento de primeira linha do câncer de mama triplo negativo metastático ou com expressão positiva de PD-L1. A decisão foi baseada nos resultados do estudo IMpassion130, apresentados em outubro durante o Congresso ESMO 2018, em Munique, Alemanha.


Publicidade
ad lilly 300X250px
Publicidade
Publicidade
banner Sanofi 2017 300x250
Publicidade
banner astellas2018 v1
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
Merck 300x250 2018
Publicidade
banner logoBMS 2018 300x250
Publicidade
banner abbvie2018 300X250p