16052022Seg
AtualizadoSeg, 16 Maio 2022 3pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Pulmão

  • Câncer de pulmão de células não pequenas com metástase no SNC - análise de mundo real

    juliano coelho 22O oncologista Juliano Coelho (foto) é primeiro autor de estudo de coorte retrospectivo multi-institucional (GBOT-LACOG 0417) que buscou descrever uma coorte de pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas com metástases cerebrais tratados em centros de câncer públicos e privados no Brasil, as diferenças entre a apresentação dos pacientes, tratamento e resultados. O trabalho foi publicado no JCO Global Oncology.

  • COAST: novas combinações de imunoterapia mostram resultados no câncer de pulmão

    harada mskcc 2021 okDurvalumabe mostrou benefício significativo de sobrevida global para pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) estágio III irressecável e sem progressão após quimiorradioterapia concomitante (cCRT). Agora, estudo randomizado de Fase 2 (COAST) apresenta resultados da análise interina com durvalumabe isoladamente ou em novas combinações com o anticorpo monoclonal anti-CD73 oleclumab ou com o anticorpo monoclonal anti-NKG2A monalizumab como terapia de consolidação neste cenário. O oncologista Guilherme Harada (foto), advanced clinical fellow no Memorial Sloan Kettering Cancer Center, comenta os resultados.

  • Trastuzumabe deruxtecana obtém revisão prioritária do FDA como opção no câncer de pulmão

    WILLIAM William 2018 NET OKA agência norte-americana Food and Drug Administration (FDA) anunciou a decisão de conceder revisão prioritária à análise de trastuzumabe deruxtecana (Enhertu® da AstraZeneca e Daiichi Sankyo) no tratamento do câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP), em pacientes com doença metastática ou irressecável, com mutação HER2 (ERBB2), previamente expostos a um tratamento sistêmico. A decisão do FDA tem como base os resultados do ensaio clínico randomizado DESTINY-Lung01, que demonstrou taxa de resposta de 54,9% com trastuzumabe deruxtecana nessa população de pacientes. "Os resultados observados com trastuzumabe deruxtecana são bastante promissores e podem representar a opção terapêutica mais eficaz desenvolvida até hoje especificamente para pacientes com mutações no gene HER2", observa O oncologista William Nassib William Junior, diretor médico de Oncologia e Hematologia da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo, e professor adjunto associado do MD Anderson Cancer Center.

  • Caracterização molecular e clínico-patológica do câncer de pulmão fator de splicing mutado

    harada mskcc 2021 okO oncologista Guilherme Harada (foto), advanced clinical fellow no Memorial Sloan Kettering Cancer Center, é primeiro autor de estudo selecionado para a AACR 2022 que buscou caracterizar alterações splicing no câncer de pulmão de células não pequenas (CPNPC).

  • Variante do gene CTLA-4 associada à doença autoimune e resposta à imunoterapia no CPCNP

    Clarissa Baldotto NET OKEstudo apresentado na AACR 2022 demonstrou que uma variante do gene CTLA-4 associada à doença autoimune foi mais freqüente em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) que apresentaram uma resposta excepcionalmente alta à imunoterapia anti-PD-1 e mais efeitos colaterais imuno-relacionados em comparação com duas coortes, uma de pacientes com câncer de pulmão em geral e outra de indivíduos saudáveis. A oncologista Clarissa Baldotto (foto), Diretora do Núcleo de Integração Oncológica da Oncologia D'Or, comenta os resultados.

  • Testagem para mutação EGFR em pacientes com CPCNP estágio inicial e avançado

    mauro zukin asco19Pesquisa global avaliou o comportamento médico relacionado a padrões de testes genéticos para EGFR no câncer de pulmão de células não pequenas estágio inicial (I/II/IIIa) e avançado (IIIb/IIIc/IV). Os resultados foram selecionados para apresentação no 2022 European Lung Cancer Congress (ELCC 2022), em pôster com participação do oncologista Mauro Zukin (foto), médico da Oncologia D’Or e membro Diretor do Grupo Brasileiro de Oncologia Torácica (GBOT).

  • Conjugado droga-anticorpo não mostra resultados no mesotelioma pleural maligno recidivado mesotelina-positivo

    vladmir 2020 okO anetumabe ravtansina, um conjugado droga-anticorpo, não foi superior à vinorelbina no tratamento de segunda linha de pacientes com mesotelioma pleural maligno irressecável, metastático ou localmente avançado, com superexpressão de mesotelina, que apresentaram progressão de doença após quimioterapia de primeira linha com platina-pemetrexede associado ou não a bevacizumabe. Os resultados foram publicados no Lancet Oncology. Quem comenta é o oncologista Vladmir Cordeiro de Lima (foto), do A.C.Camargo Cancer Center.

  • ELCC destaca registros de câncer e biomarcadores no câncer de pulmão

    pulmao 2020Mais da metade dos pacientes diagnosticados com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) avançado são submetidos a testes de biomarcadores, número que aumentou nos últimos cinco anos, como revelam dados do mundo real de um estudo espanhol selecionado no programa científico do Congresso Europeu de Câncer de Pulmão (ELCC), de 30 de março a 2 de abril de 2022.

  • ALCHEMIST Study: Tratamento subótimo em protocolo de pesquisa?

    RIAD NET OKQuais são as taxas de cirurgia em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) em estágio inicial nos EUA? Estudo de coorte identificou que entre 2.833 pacientes com tumores de pelo menos 4 cm e/ou com linfonodos, inscritos em um protocolo de triagem para estudos com terapia adjuvante, apenas 53% realizaram dissecção linfonodal adequada pelas diretrizes da National Comprehensive Cancer Network(NCCN) e somente 57% receberam qualquer quimioterapia adjuvante, apesar da recomendação. Quem comenta é o cirurgião oncológico Riad Younes (foto), diretor do Centro de Oncologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

  • FDA aprova nivolumabe em combinação com quimioterapia na neoadjuvância do câncer de pulmão

    Pulm o DEZ NET OKFood and Drug Administration aprovou o uso do anti PD-1 nivolumabe (Opdivo®, Bristol-Myers Squibb) associado à quimioterapia com doublet de platina como tratamento neoadjuvante de pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) ressecável. Essa é a primeira aprovação do FDA para CPCNP inicial no cenário neoadjuvante.

  • Da ciência para a prática clínica

    pulmao simposio 22 okRealizado em formato online, o 10º Simpósio Internacional do Câncer de Pulmão acontece nos dias 11 e 12 de março, planejado para apresentar os principais avanços na prevenção, diagnóstico e tratamento das neoplasias pulmonares.

  • Radioterapia paliativa na oncologia torácica e efeitos esofágicos

    bernardo salvajoli 2020 bxA radioterapia torácica paliativa (RT) pode aliviar os sintomas locais associados ao câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) avançado, mas a esofagite é um evento adverso comum relacionado ao tratamento. A radioterapia de intensidade modulada (ES-IMRT) pode promover redução clinicamente relevante nos sintomas esofágicos? Estudo de Louie et al. no JAMA Oncology sugere que sim e indica que a IMRT pode ter valor na redução dos efeitos adversos esofágicos em comparação com a RT torácica padrão. Bernardo Salvajoli (foto), médico especialista em radioterapia do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP) e do Hospital do Coração (HCorOnco), comenta os resultados.

  • TERAVOLT: estudo identifica sete fatores que aumentam o risco de mortalidade em pacientes com câncer de pulmão e COVID-19

    RIAD NET OK 2Pacientes com malignidades torácicas estão em maior risco de mortalidade pela infecção da COVID-19, e até o momento foram identificadas um grande número de variáveis prognósticas. Agora, análise de dados do The Thoracic Cancers International COVID-19 Collaboration (TERAVOLT) publicada no Journal of Thoracic Oncology, periódico da Associação Internacional para o Estudo do Câncer de Pulmão (IASLC), identificou sete principais determinantes de mortalidade. Quem comenta os resultados é o cirurgião oncológico Riad Younes (foto), diretor do Centro de Oncologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

  • Rastreamento do câncer de pulmão e população-alvo

    RASTREAMENTO NET OKArtigo de Pastorino et al. no Annals of Oncology analisa o rastreamento do câncer de pulmão combinando o uso da tomografia computadorizada de baixa dose (LDCT) com uma assinatura genômica baseada no microRNA circulante (MSC). “O principal endpoint do estudo prospectivo BioMILD foi avaliar o valor adicional de MSC no sangue no momento da LDCT inicial com o objetivo de personalizar os intervalos de triagem para câncer de pulmão”, descrevem os autores.

  • Estudo de mundo real avalia resultados de pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas estágio IIIA

    abrao younes 2021Estudo brasileiro descreve os padrões de tratamento e compara a sobrevida global e o risco de uso de múltiplas terapias em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas estágio IIIA. Os resultados foram publicados no JCO Global Oncology, em artigo que tem o cirurgião torácico Fernando Abrão (na foto, à direita) como primeiro autor. Riad Younes, diretor do Centro de Oncologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, é o autor sênior do trabalho.

  • Tratamento com inibidores de checkpoint imune em pacientes com câncer avançado inelegíveis para ensaios clínicos

    gustavo schvartsman 19Os resultados positivos do tratamento com inibidores de checkpoint imune observados em estudos clínicos de Fase III podem não se traduzir em benefício para pacientes com baixo performance status ou disfunção orgânica inelegíveis para os ensaios. O alerta vem de pesquisadores da Escola de Medicina Perelman, da Universidade da Pensilvânia, em artigo publicado no JAMA Oncology. O oncologista Gustavo Schvartsman (foto), do Hospital Israelita Albert Einstein, comenta os resultados.

  • Radioterapia estereotática em pacientes com câncer oligoprogressivo

    daniel 200 foto2 bxA radioterapia de alta dose ajuda a prolongar a sobrevida livre de progressão em pacientes com câncer de pulmão avançado quando a terapia sistêmica não interrompeu totalmente o crescimento ou disseminação das metástases. Os resultados do primeiro ensaio clínico randomizado a investigar a eficácia da radioterapia estereotática (SBRT) no tratamento câncer de mama e pulmão metastático oligoprogressivo foram selecionados para apresentação em Sessão Plenária no ASTRO 2021. Os resultados são tema da análise do médico especialista em radioterapia Daniel Przybysz (foto).

  • Simpósio Nacional GBOT

    gbot 2021 bxO Grupo Brasileiro de Oncologia Torácica realiza nos dias 05 e 06 de novembro o Simpósio Nacional GBOT, evento que reúne importantes especialistas em câncer de pulmão para discutir o atual estado da arte no tratamento da doença. O evento é online.

  • Revisão sistemática com meta-análise discute lobectomia no câncer de pulmão

    Pulm o Horiz NET OKEstudo de revisão sistemática e meta-análise publicado na Lung Cancer indica que a lobectomia superior esquerda (LUL, da sigla em inglês) está associada a maior frequência de infarto cerebral (IC) pós-operatório. “Além disso, o risco de IC aumenta significativamente quando a trombose da veia pulmonar (PVT) se desenvolve após LUL. LUL também é um fator de risco para PVT”, apontam os autores, que recomendam acompanhamento mais frequente em pacientes com câncer de pulmão após LUL, especialmente aqueles com diabetes ou submetidos a terapia sistêmica adjuvante.

  • Nivolumabe mostra eficácia no mesotelioma recidivado

    vladmir 2020 okEstudo que avaliou a eficácia do anti PD-1 nivolumabe em pacientes com mesotelioma pleural e peritoneal maligno que progrediram após quimioterapia à base de platina mostrou benefícios sem precedentes nessa população. Os resultados foram reportados no Lancet Oncology, em artigo de Fennel et al., e marcam o primeiro estudo randomizado de fase 3 a mostrar ganho de sobrevida global nesse cenário de tratamento. O oncologista Vladmir Cordeiro de Lima (foto), do A.C.Camargo Cancer Center, comenta os resultados.

Publicidade
KITE PHARMA
Publicidade
NOVARTIS
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
300x250 ad onconews200519