26102021Ter
AtualizadoSeg, 25 Out 2021 12am

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Pulmão

  • Simpósio Nacional GBOT

    gbot 2021 bxO Grupo Brasileiro de Oncologia Torácica realiza nos dias 05 e 06 de novembro o Simpósio Nacional GBOT, evento que reúne importantes especialistas em câncer de pulmão para discutir o atual estado da arte no tratamento da doença. O evento é online.

  • Revisão sistemática com meta-análise discute lobectomia no câncer de pulmão

    Pulm o Horiz NET OKEstudo de revisão sistemática e meta-análise publicado na Lung Cancer indica que a lobectomia superior esquerda (LUL, da sigla em inglês) está associada a maior frequência de infarto cerebral (IC) pós-operatório. “Além disso, o risco de IC aumenta significativamente quando a trombose da veia pulmonar (PVT) se desenvolve após LUL. LUL também é um fator de risco para PVT”, apontam os autores, que recomendam acompanhamento mais frequente em pacientes com câncer de pulmão após LUL, especialmente aqueles com diabetes ou submetidos a terapia sistêmica adjuvante.

  • Nivolumabe mostra eficácia no mesotelioma recidivado

    vladmir 2020 okEstudo que avaliou a eficácia do anti PD-1 nivolumabe em pacientes com mesotelioma pleural e peritoneal maligno que progrediram após quimioterapia à base de platina mostrou benefícios sem precedentes nessa população. Os resultados foram reportados no Lancet Oncology, em artigo de Fennel et al., e marcam o primeiro estudo randomizado de fase 3 a mostrar ganho de sobrevida global nesse cenário de tratamento. O oncologista Vladmir Cordeiro de Lima (foto), do A.C.Camargo Cancer Center, comenta os resultados.

  • NeoPulmão USP 2021

    banner neopulmao usp 2021 jpgRealizado pelo INCOR/HCFMUSP e pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP), a primeira edição do Neopulmão USP acontece nos dias 15, 16 e 23 de outubro, em formato 100% online.

  • SABR mostra resultados de longo prazo no câncer de pulmão inicial

    daniel 200 foto2 bxEstudo prospectivo que avaliou a radioterapia estereotática ablativa (SABR, da sigla em inglês) em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) em estágio inicial operável reportou no Lancet Oncology resultados de longo prazo. Nesta análise, Chang et al. mostram que a sobrevida de longo prazo após SABR não foi inferior à sobrevida após cirurgia vídeo-assistida (VATS L-MLND) nessa população de pacientes. “A atualização do estudo de não inferioridade realizado pela equipe do MDACC solidifica a SABR para tumores iniciais de pulmão de células não não pequenas em pacientes não operáveis ou que não desejam operar”, avalia o radio-oncologista Daniel Przybysz (foto).

  • Conjugado datopotamab deruxtecan é nova promessa em tumores sólidos

    Pulm o 2017 NET OKPacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) avançado ou metastático com alterações genômicas acionáveis derivam benefício limitado dos tratamentos disponíveis após falha aos inibidores de tirosina quinase (TKIs) e quimioterapia baseada em platina. Estudo multicêntrico com foco nessa população de pacientes apresentou no ESMO 2021 em sessão mini-oral resultados encorajadores do conjugado anticorpo-droga datopotamab deruxtecan (Dato-DXd).

  • Cemiplimabe mostra resultados de sobrevida na primeira linha do câncer de pulmão

    aline fares 2 bxEstudo randomizado de Fase 3 (EMPOWER-Lung 3), de 2 partes, avalia o tratamento de primeira linha com o anti PD-L1 cemiplimabe em pacientes com câncer de pulmão avançado, escamoso ou não escamoso, sem mutações acionáveis. Os resultados destacados no ESMO Congress 2021 mostram que cemiplimabe atingiu o desfecho primário de sobrevida global, estatisticamente significativa, e ainda mostrou benefício em outros desfechos avaliados, incluindo melhor sobrevida livre de progressão, taxa de resposta e duração de resposta. Aline Fares (foto), oncologista do Hospital de Base (HB-ONCO), de São José do Rio Preto/SP, comenta os resultados.

  • DESTINY-Lung01: trastuzumabe deruxtecan no câncer de pulmão de células não pequenas HER2-mutado

    harada mskcc 2021 okO conjugado anticorpo-droga (ADC) trastuzumabe-deruxtecan (Enhertu®) demonstrou atividade robusta e durável em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) com mutação HER2 tratados previamente. Os resultados são do estudo Fase II DESTINY-Lung01, apresentados no Congresso ESMO 2021 (LBA45) e publicados simultaneamente na New England Journal of Medicine (NEJM). “Este estudo consolida o trastuzumabe-deruxtecan como uma das opções de tratamento para esta população de pacientes”, avalia Guilherme Harada (foto), oncologista do Hospital Sírio-Libanês e clinical fellow no Memorial Sloan Kettering Cancer Center, em Nova Iorque (EUA).

  • Carga glicolítica tumoral no CPCNP pode prever benefício da imunoterapia

    saulo gilbertoA carga glicolítica do tumor avaliada por 18F-FDG PET / CT antes do tratamento se correlaciona com resposta e sobrevida em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) metastático tratados com inibidores de checkpoint imune (ICI). É o que mostra estudo do oncologista Saulo Brito Silva (na foto, à esquerda), selecionado no programa científico do ESMO Congress 2021. O oncologista Gilberto de Castro Junior é o orientador do trabalho.

  • Vulnerabilidade social é fator de risco em pacientes submetidos a tratamento cirúrgico de câncer de pulmão

    priscila berenice costa bxMesmo quando diagnosticado precocemente, os aspectos sociais contribuem para a mortalidade em 30 dias de pacientes submetidos ao tratamento cirúrgico do câncer de pulmão. Os resultados são de estudo brasileiro selecionado para apresentação oral no 2021 World Conference on Lung Cancer (WCLC 2021). O trabalho é fruto da tese de doutorado da enfermeira Priscila Berenice da Costa (foto), assistente de direção no Instituto do Coração - InCor/HCFMUSP. O cirurgião Ricardo Terra é o orientador do trabalho.

  • Estadiamento nodal de ressecções pulmonares abertas, videotoracoscópicas e robóticas de CPCNP

    ricardo terra bxRicardo Terra (foto), professor associado da Faculdade de Medicina da USP e chefe da Divisão de Oncologia Torácica Cirúrgica do ICESP, é primeiro autor de estudo que buscou comparar o estadiamento nodal por ressecções pulmonares abertas, videotoracoscópicas (VATS) e robóticas para o tratamento do câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP). O trabalho foi selecionado para apresentação em sessão mini-oral do 2021 World Conference on Lung Cancer (WCLC 2021), congresso anual da International Association for the Study of Lung Cancer (IASLC).

  • ANVISA aprova dupla imunoterapia no tratamento de primeira linha do câncer de pulmão em primeira linha

    approved NET OKA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso de nivolumabe em combinação com ipilimumabe e dois ciclos de quimioterapia à base de platina para o tratamento de primeira linha do câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) metastático em adultos cujos tumores não têm mutação EGFR sensibilizante ou translocação de ALK. A decisão é baseada nos resultados do ensaio CheckMate-9LA.

  • Guideline EANO/ESMO enfoca metástases cerebrais de tumores sólidos

    camilla yamada lacog BXAs metástases cerebrais de tumores sólidos são um achado comum, ocorrendo em até 25% dos pacientes, particularmente no melanoma, câncer de pulmão e no câncer de mama, o que dimensiona a importância das diretrizes publicadas em agosto pela European Association of Neuro-Oncology (EANO) e a European Society for Medical Oncology (ESMO). “A atualização das recomendações da EANO/ESMO traz um excelente compilado dos dados mais recentes para o manejo destes pacientes”, analisa a oncologista Camilla Yamada (foto), que comenta as principais diretrizes.

  • STELLA: eficácia, segurança e imunogenicidade de bevacizumabe biossimilar (MB02) no CPCNP avançado

    biossimilaresO bevacizumabe biossimilar MB02 demonstrou eficácia semelhante ao medicamento de referência, em combinação com carboplatina e paclitaxel, no tratamento de pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) não escamoso avançado, com perfil de segurança e imunogenicidade comparáveis. Os resultados são do estudo de Fase III STELLA, publicados no periódico BioDrugs.

  • Diferenças em carga mutacional, expressão de PD-L1 e desfechos clinicos com imunoterapia em CPCNP com mutacões-alvo

    marcelo negrao 21 bxO oncologista brasileiro Marcelo Negrão (foto), do MD Anderson Cancer Center, em Houston (EUA), é primeiro autor de estudo publicado no Journal for ImmunoTherapy of Cancerque investiga as diferenças em carga mutacional, expressão de PD-L1 e sua relação com desfechos clínicos em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) com alterações alvo tratados com inibidores de checkpoint imune.

  • Causas de morte em ex-trabalhadores da indústria de cimento-amianto no estado de São Paulo

    gisele fernandes bxEstudo brasileiro reforça evidências da associação causal entre a exposição ao amianto e o aumento da mortalidade por neoplasias pleurais malignas, câncer de pulmão e asbestose. Os resultados foram publicados no periódico American Journal of Industrial Medicine, em artigo que tem a epidemiologista Gisele Fernandes (foto), do A.C.Camargo Cancer Center, como primeira autora.

  • Anti PD-1 e terapia celular adotiva mostram resultados promissores no CPCNP

    gustavo schvartsman 19Pesquisadores do Moffitt Cancer Center acreditam que uma combinação do inibidor de checkpoint imune com terapia celular adotiva pode oferecer resultados em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas avançado. O estudo clínico de fase 1 foi publicado na Nature Medicine. “O trabalho é o primeiro a demonstrar atividade de TILs em câncer de pulmão avançado como tentativa de resgate após a falha de anti-PD1”, observa o oncologista Gustavo Schvartsman (foto), do Hospital Israelita Albert Einstein.

  • VI Simpósio Internacional de Câncer de Pulmão

    vi simposio pulmao dor bxEm sua sexta edição, o Simpósio Internacional de Câncer de Pulmão Oncologia D’Or apresenta as principais inovações no diagnóstico e tratamento da doença. O evento acontece nos dias 27 e 28 de agosto, de forma totalmente virtual.

  • Meta-análise discute riscos e benefícios da tomografia computadorizada de tórax na triagem do câncer de pulmão

    ricardo terra bxA triagem pulmonar por tomografia computadorizada (CTLS, da sigla em inglês) foi associada a uma redução significativa na mortalidade por câncer de pulmão em indivíduos com histórico de tabagismo. É o que conclui meta-análise publicada no Journal of Clinical Oncology (JCO),em artigo de Francisco Passiglia e colegas. "Esta meta-análise reforça os achados dos dois principais estudos randomizados publicados abordando o rastreamento de câncer de pulmão, o Nelson e o NLST", observa Ricardo Terra (foto), professor associado da Faculdade de Medicina da USP e chefe da Divisão de Oncologia Torácica Cirúrgica do ICESP.

  • EMPOWER-Lung 3: cemiplimabe mostra resultados no tratamento de primeira linha do CPCNP avançado

    pulmao 2020A associação do inibidor de PD-1 cemiplimabe (Libtayo®, Sanofi) à quimioterapia melhorou significativamente a sobrevida global na primeira linha de tratamento de pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas localmente avançado ou metastático, independentemente da histologia e dos níveis de expressão de PD-L1. Os resultados são do estudo randomizado, multicêntrico de Fase 3 EMPOWER-Lung 3, interrompido precocemente após atingir seu endpoint primário de sobrevida global. Os dados devem embasar a submissão junto às principais agências regulatórias.

Publicidade
Outubro Rosa A.C.Camargo 2021
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519