26102021Ter
AtualizadoSeg, 25 Out 2021 12am

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Gastrointestinal

  • Bactérias comensais pró-inflamatórias associadas ao câncer colorretal

    dan waitzberg 21Cepas não-toxigênicas de Bacteroides fragilis enriquecidas por genes associados à biossíntese de lipopolissacarídeos podem induzir inflamação da mucosa do cólon e desempenhar papel importante no desenvolvimento do câncer de colon. É o que corroboram dados de estudo publicado por Kordahi et al na Cell Host & Microbe, caracterizando o papel de cepas não-toxigênicas em pólipos adenomatosos tubulares (TAP) pré-malignos e em pólipos serrilhados sesseis (SSP). “O conjunto de novos conhecimentos contribui para confirmar a interrelação entre dieta, microbiota intestinal e maior risco de carcinogênese colônica”, observa Dan Waitzberg (foto), professor associado do departamento de gastroenterologia da FMUSP e diretor científico da Bioma4me.

  • Estudo discute padrão de primeira linha no carcinoma hepatocelular irressecável

    carcinoma hepatocelularEstudo clínico randomizado de Fase 3 comparou a quimioterapia de infusão arterial hepática (HAIC) com fluorouracil, leucovorina e oxaliplatina (FOLFOX) versus quimioembolização transarterial (TACE) como primeira linha de tratamento no carcinoma hepatocelular irressecável. Os resultados mostram que FOLFOX-HAIC aumentou significativamente a sobrevida global nessa população de pacientes comparado à TACE.

  • FDA aprova combinação no tratamento de segunda linha do câncer colorretal metastático BRAF-mutado

    cancer colorretal 2018 NET OKA agência norte-americana Food and Drug Administration (FDA) aprovou uma nova indicação para o anticorpo anti-EGFR cetuximabe (Erbitux®), agora em combinação com encorafenibe (Braftovi®) para o tratamento de pacientes adultos com câncer colorretal metastático com mutação BRAF V600E. A aprovação é baseada nos resultados do ensaio fase III BEACON CRC.

  • DESTINY-Gastric02: Trastuzumabe-deruxtecan demonstra resultados no câncer gástrico avançado HER2-positivo

    rivadavio 2020Apresentado no ESMO 2021, o estudo de Fase II DESTINY-Gastric02 avaliou pela primeira vez a eficácia do conjugado anticorpo-droga anti- HER2 trastuzumabe-deruxtecan (TDXd) em pacientes ocidentais com câncer gástrico avançado ou adenocarcinoma de junção gastroesofágica (JEG) HER2-positivo tratados previamente com um regime contendo trastuzumabe. “Os resultados mostram uma taxa de resposta bem estabelecida e reforçam a eficácia e segurança em pacientes com uso de TDXd em segunda linha”, avalia o oncologista Rivadávio Antunes de Oliveira (foto), coordenador da residência médica do Hospital do Câncer de Londrina.

  • KRAS G12C é novo alvo terapêutico no câncer colorretal

    alexandre palladino inca bxEstudo de Fase 1/2 que avaliou adagrasibe em pacientes com tumores sólidos avançados com mutação KRAS G12C sem opções terapêuticas disponíveis mostrou no ESMO 2021 resultados em uma coorte de pacientes com câncer colorretal. Os dados apresentados sugerem atividade clínica promissora em pacientes fortemente pré-tratados. "Mais um estudo que baseia a terapia em informações moleculares como forma de seleção de pacientes, reforçando a tendência de personalização do tratamento", observa o oncologista Alexandre Palladino (foto), chefe da oncologia clínica do Hospital do Câncer I (INCA).

  • Novo regime é alternativa no tratamento neoadjuvante do câncer retal

    rodrigo perez 2021 bxEstudo randomizado de Fase III (CONVERT) realizado por pesquisadores chineses comparou o padrão de quimiorradioterapia (CRT) em pacientes com câncer retal localmente avançado (LARC) sem envolvimento da fáscia mesorretal (MRF) com capecitabina na quimioterapia neoadjuvante com CapeOx nessa população de pacientes. Os resultados apresentados no ESMO 2021 sugerem que o novo regime pode ser uma alternativa potencial para CRT em LARC, com taxas semelhantes de resposta patológica completa e downstage, além de menos metástase à distância perioperatória e menor número de colostomia preventiva em comparação com nCRT. Quem analisa o trabalho é o cirurgião colorretal Rodrigo Oliva Perez (foto), médico do Instituto Angelita e Joaquim Gama. 

  • Radioembolização hepática com Ítrio-90

    metastase hepatica bxEstudo randomizado internacional de Fase III apresentou resultados de segurança e eficácia da radioembolização transarterial com ítrio-90 (TARE) em combinação com quimioterapia sistêmica no cenário de segunda linha para metástases hepáticas do câncer colorretal.

  • CheckMate 649: acompanhamento de longo prazo confirma benefício

    arinilda 2021 bxA combinação de nivolumabe e quimioterapia continua a demonstrar benefício de sobrevida clinicamente significativo a longo prazo em comparação com a quimioterapia isolada na 1ª linha de tratamento de tumores gastrointestinais do trato alto. Os resultados são do estudo CheckMate 649, selecionado como Late Breaking Abstract no ESMO 2021. A oncologista Arinilda Campos Bragagnoli (foto), do Hospital de Câncer de Barretos, é coautora do trabalho.

  • Grupo alemão AIO apresenta resultados encorajadores no câncer do trato biliar avançado

    Duilio Rocha 2020 ok 2O grupo alemão AIO de pesquisa cooperativa apresentou resultados encorajadores no tratamento do câncer do trato biliar avançado, com análise do estudo randomizado de Fase II que indica a eficácia e segurança do regime irinotecano-nanolipossomal (nal-IRI) / 5-FU / leucovorin (LV) como nova opção de primeira linha. "Os resultados geram expectativa sobre a investigação do papel de nal-IRI em estudos maiores, particularmente em pacientes com colangiocarcinomas extra-hepáticos", avalia o oncologista Duilio Rocha Filho (foto), chefe do Serviço de Oncologia Clínica do Hospital Universitário Walter Cantídio (UFC-CE) e membro da diretoria do Grupo Brasileiro de Tumores Gastrointestinais (GTG).

  • Meeting the Minds Updates – Oncologia

    meeting oncologia updates bxO Meeting the Minds Updates – Oncologia é um evento científico exclusivo que busca fomentar o debate e a interação entre reconhecidos especialistas e debatedores, com foco na discussão de casos clínicos complexos em câncer colorretal e câncer do ovário. O evento acontece dia 28 de setembro, em formato 100% online.

  • Estudo de mundo real compara regimes de tratamento no carcinoma anal de células escamosas localizado

    rachel riechelmann 2021 bxLiderado pela oncologista Rachel Riechelmann (foto), estudo do Grupo Brasileiro de Tumores Gastrointestinais (GTG) e do LACOG utiliza dados de mundo real para avaliar os efeitos de diferentes regimes de tratamento na resposta clínica completa, sobrevida livre de doença e sobrevida livre de colostomia de pacientes com carcinoma anal de células escamosas localizado estágios I-III. O trabalho foi selecionado para apresentação em pôster no ESMO 2021.

  • Stent endoscópico no câncer gastroesofágico

    bruno henrique paula 2020 bxEstudo selecionado para o ESMO 2021 apresenta resultados do uso de stent endoscópico em pacientes com câncer gastroesofágico avançado, descrevendo o prognóstico e as principais complicações pós-procedimento. O oncologista Bruno de Paula (foto), clinical fellow na Universidade de Cambridge, é coautor do trabalho.

  • Obesidade materna e risco futuro de câncer colorretal em nascidos vivos

    dan waitzberg 21Caitlin C Murphy, da Escola de Saúde Pública da Universidade do Texas, é primeira autora de estudo que discute obesidade na gravidez e risco futuro de câncer colorretal na idade adulta entre os nascidos vivos. “Nossos resultados sugerem que eventos intra-útero são fatores de risco importantes para o câncer colorretal e podem contribuir para aumentar as taxas de incidência em adultos jovens”, conclui o estudo, em análise publicada 23 de agosto na Gut. Quem analisa os resultados é Dan Waitzberg (foto), professor associado do departamento de gastroenterologia da FMUSP e diretor científico da Bioma4me.

  • Meta-análise compara cirurgia aberta, laparoscopia e robótica na pancreatoduodenectomia

    felipe coimbra 2020 bxMeta-análise realizada para determinar a abordagem cirúrgica ideal para remoção da cabeça do pâncreas comparou os resultados de pancreatoduodenectomias laparoscópica, robótica e aberta. O cirurgião oncológico Felipe Coimbra (foto), diretor do Departamento de Cirurgia Abdominal do AC Camargo Cancer Center, comenta os resultados.

  • Simpósio de Câncer Gastrointestinal

    gastro oncodor2021 bxEm sua oitava edição, o Simpósio Internacional de Câncer Gastrointestinal Oncologia D’Or destaca a importância da abordagem multidisciplinar na oncologia, explorando diferentes especialidades no emprego das atualizações terapêuticas. O evento acontece no dia 11 de setembro, em formato 100% virtual.

  • Escore de risco perioperatório para pacientes octogenários elegíveis para cirurgia de câncer retal

    arthur damasceno bxArthur Mota Damasceno (foto), médico do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (UFRJ) e doutorando da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), é primeiro autor de estudo publicado no Journal of Surgical Oncologyque buscou identificar novos fatores de risco perioperatório que possam estar associados a maior mortalidade em 30 e 180 dias em pacientes idosos com câncer retal em boas condições clínicas, considerando os escores de risco perioperatórios tradicionais, e desenvolver um escore de risco.

  • Evolução da terapia neoadjuvante no câncer retal localmente avançado

    juliana ominelli bxA oncologista Juliana Ominelli (foto), do Instituto Nacional do Câncer (INCA), é primeira autora de estudo de revisão que discute as evidências e perspectivas do tratamento neoadjuvante em câncer retal localmente avançado. O trabalho foi publicado no periódico Clinical Colorectal Cancer.

  • Avapritinibe apresenta novos dados no GIST avançado

    gist 21 2 bxOs resultados de um estudo aberto, randomizado, multicêntrico, de fase III (VOYAGER) indicam que avapritinibe não é superior a regorafenibe em termos de sobrevida livre de progressão (SLP) como terceira linha ou tratamento posterior de pacientes com tumor do estroma gastrointestinal (GIST, da sigla em inglês) com doença irressecável ou metastática. No entanto, avapritinibe demonstrou taxa de resposta global e duração de resposta superior em pacientes com mutação PDGFRA D842V.

  • Anvisa aprova cabozantinibe no tratamento de câncer de fígado

    approved NET OKA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou o inibidor multiquinases cabozantinibe (Cabometyx®, Ipsen) para o tratamento de adultos com hepatocarcinoma que falharam ao tratamento prévio com sorafenibe. A aprovação foi baseada nos resultados do estudo de Fase III CELESTIAL.

  • Cirurgia colorretal laparoscópica, alta hospitalar em 24 horas e risco de readmissão

    mendes vailati 2021Os coloproctologistas Bruna Vailati, da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo e do Hospital Alemao Oswaldo Cruz; e Carlos Ramon da Silveira Mendes, do Instituto Ramon Mendes de Coloproctologia, Salvador, são autores de trabalho publicado no periódico Colorectal Diseaseque demonstrou que pacientes altamente selecionados submetidos a procedimentos minimamente invasivos em cirurgia colorretal podem receber alta hospitalar com segurança em até 24 horas.

Publicidade
Outubro Rosa A.C.Camargo 2021
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519