13052021Qui
AtualizadoQua, 12 Maio 2021 12pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Anvisa aprova enzalutamida no tratamento do câncer de próstata

XTandi_NET_OK_1.jpgA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou dia 8/12 o uso da enzalutamida no Brasil. Depois de um longo período de espera, que se arrasta desde fevereiro de 2013, a enzalutamida finalmente chega para o paciente brasileiro, com o nome comercial de XTANDI®. O agente é indicado para o tratamento de pacientes com câncer de próstata metastático resistente a castração.

O XTANDI® é um antiandrogênico e sua eficácia foi reconhecida pelo exigente sistema britânico de incorporação de tecnologias sanitárias. O NICE considerou os dados do estudo AFFIRM, no qual a enzalutamida estendeu a mediana de sobrevida global na comparação com placebo (18,4 meses versus 13,6 meses, HR: 0.63; 95% CI, 0.53-0.75; P<0.001), em pacientes previamente tratados com quimioterapia .

A droga chega agora ao Brasil pela Astellas Farma, administrada via oral, em pacientes que já falharam à quimioterapia com docetaxel.

No início deste ano, o XTANDI® mostrou novamente resultados positivos no estudo PREVAIL, apresentado no Simpósio Genitourinário da ASCO, em uma investigação que considerou o uso da enzalutamida em pacientes que não receberam quimioterapia. O estudo foi realizado por Tomasz M. Beer e colegas, e concluiu a superioridade da enzalutamida também no cenário pré-docetaxel. Na comparação com placebo, a enzalutamida reduziu o risco de morte, reduziu a progressão radiológica e demonstrou benefícios de sobrevida global, com 32,4 meses versus 30,2 meses. 


Publicidade
MULHERES NA CIÊNCIA
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519