18042024Qui
AtualizadoQua, 17 Abr 2024 9pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

 

ASCO publica diretriz sobre vacinação de adultos com câncer

vacina 23A Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO) elaborou um guideline com orientações sobre vacinação de adultos com tumores sólidos ou malignidades hematológicas. “A otimização do status vacinal deve ser considerada um elemento-chave no cuidado de pacientes com câncer”, destacam os autores. A diretriz foi publicada no Journal of Clinical Oncology (JCO).

Os pesquisadores observam que alguns planos de vacinação e revacinação para pacientes com câncer podem ser afetados pelo estado imunitário subjacente e pela terapia antineoplásica recebida. “Como resultado, as estratégias vacinais podem diferir das recomendações de vacinação da população adulta saudável”, ressaltam.

Para a elaboração das diretrizes, os pesquisadores realizaram uma revisão sistemática da literatura para identificar revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados (ECR) e estudos não randomizados sobre a eficácia e segurança de vacinas utilizadas por adultos com câncer ou seus contatos domiciliares.

A revisão é baseada em uma diretriz de 2013 da Infectious Disease Society of America. A PubMed e a Biblioteca Cochrane foram pesquisadas entre 1º de janeiro de 2013 a 16 de fevereiro de 2023, e um Painel de Especialistas foi reunido para revisar as evidências e formular as recomendações.

Resultados

A revisão sistemática incluiu 102 publicações: 24 revisões sistemáticas, 14 ECRs e 64 estudos não randomizados. O maior conjunto de evidências abordou as vacinas contra a COVID-19.

Os autores ressaltam que o objetivo da vacinação é limitar a gravidade da infecção e prevenir a infecção sempre que possível, e deve ser considerada um elemento-chave no cuidado de pacientes com câncer.

Entre as recomendações estão a documentação do status de vacinação no momento da primeira consulta do paciente; fornecimento oportuno de vacinas recomendadas; e revacinação apropriada após transplante de células-tronco hematopoiéticas, terapia com células CAR T r ou terapia de depleção de células B.

Além disso, a diretriz recomenda a interação ativa e coordenada entre os prestadores de cuidados de saúde, incluindo profissionais de cuidados primários, farmacêuticos e membros da equipe de enfermagem, e ressalta a importância da vacinação de contatos domiciliares para aumentar a proteção dos pacientes com câncer.

Informações adicionais, incluindo um suplemento com tabelas de evidências adicionais, conjuntos de slides, ferramentas e recursos clínicos estão disponíveis em www.asco.org/supportive-care-guidelines.

Referência: Mini Kamboj et al., Vaccination of Adults With Cancer: ASCO Guideline. JCO 0, JCO.24.00032. DOI:10.1200/JCO.24.00032

  

Publicidade
ABBVIE
Publicidade
ASTRAZENECA
Publicidade
SANOFI
Publicidade
ASTELLAS
Publicidade
NOVARTIS
banner_assine_300x75.jpg
Publicidade
300x250 ad onconews200519