05082021Qui
AtualizadoQui, 05 Ago 2021 2pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Dislipidemia e recorrência do câncer de próstata

Pr__stata_Nova_NET_OK.jpgNíveis mais elevados de colesterol total e triglicérides foram associados com risco aumentado de recorrência do câncer de próstata em homens que foram submetidos a prostatectomia. 

Essa é a conclusão do estudo publicado no dia 10 de outubro no Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention, Jornal da Associação Americana para Pesquisa do Câncer.

"Estudos laboratoriais demonstram o papel importante do colesterol no câncer de próstata. Nossas descobertas sugerem que a normalização, mesmo parcial, dos níveis lipídicos séricos entre os homens com dislipidemia  pode reduzir o risco de recorrência do câncer de próstata", disse Emma Allott, da Escola de Medicina da Universidade de Duke,  Carolina do Norte, que integra o grupo de pesquisa. A associação entre obesidade, colesterol e câncer de próstata é importante e pode ter implicações práticas, dado que os níveis de colesterol são facilmente modificáveis ​​com dieta e / ou o uso de estatinas, com impacto na prevenção e tratamento do câncer de próstata.


Allott e colegas analisaram dados de 843 homens submetidos à prostatectomia radical e que nunca tomaram estatinas antes da cirurgia. Eles descobriram que aqueles que tinham níveis séricos de triglicérides de 150 mg / dL ou superior tiveram risco 35% por cento maior de recorrência do câncer de próstata quando comparados com pacientes com níveis normais de triglicérides. Entre aqueles com perfil anormal de lipídeos no sangue, para cada 10 mg / dL de aumento do colesterol total acima de 200 mg / dL, o risco de recorrência do câncer de próstata aumentou em 9%.

Para cada 10 mg / dL em aumento das lipoproteínas de alta densidade (HDL) entre os homens com HDL anormal (abaixo do valor desejável de 40 mg / dL), o risco de recorrência foi reduzido em 39%.

"Se levarmos em conta que o câncer de próstata é a segunda causa de morte por câncer na população masculina, é evidente a importância de compreender o papel da dislipidemia como fator de risco”, diz Gilberto Lopes,oncologista do HCor-Onco.  

Dos 843 homens estudados, 343 eram negros, 325 tinham níveis de colesterol anormais, 263 apresentaram níveis de triglicérides anormais, e 293 tiveram recorrência bioquímica, definida como o aumento dos níveis de PSA após o tratamento do câncer de próstata.

 
Referências:
Serum Lipid Profile and Risk of Prostate Cancer Recurrence: Results from the SEARCH Database
 
http://cebp.aacrjournals.org/content/early/2014/10/03/1055-9965.EPI-14-0458.abstract
  

Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519