12042024Sex
AtualizadoSex, 12 Abr 2024 4pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

 

Idosos e desigualdades no acesso ao tratamento de câncer

Idoso NET OKArtigo destacado na edição de outubro da Cancer Epidemiology apresenta resultados de revisão sistemática e meta-análise que envolveu mais de 120 mil pacientes com câncer de pâncreas. Os resultados reforçam a preocupação com o acesso desigual aos cuidados de saúde para os idosos, demonstrando forte associação negativa e estatisticamente significativa entre idade avançada (≥65 anos) e a oferta de qualquer tratamento primário (OR=0,14, IC 95% 0,10–0,21) e de primeira linha (OR=0,14, IC 95% 0,10-0,21).

Nesta revisão sistemática, Logan et al. avaliaram a existência de desigualdades relacionadas à idade na possibilidade de receber tratamento de primeira linha em pacientes com câncer de pâncreas. Foram consideradas as bases de dados Medline, Embase e Cochrane, revisando estudos populacionais que investigaram a oferta de tratamento para pacientes com câncer de pâncreas primário desde o início até 4 de junho de 2020 e atualizados em 5 de agosto de 2021. Foram incluídos estudos com relatos por idade, de países com assistência médica universal, para minimizar a influência de fatores econômicos relacionados ao sistema de saúde. Uma versão modificada da Escala de Newcastle-Ottawa foi usada para avaliar o risco de viés. A meta-análise de efeitos aleatórios foi realizada comparando a probabilidade de receber tratamento em pacientes mais velhos versus mais jovens. Análises de sensibilidade e subgrupo foram realizadas.

Os resultados revelam que 18 artigos foram incluídos e 12 populações independentes foram elegíveis para meta-análise.” Na maioria dos estudos, < 10% dos pacientes idosos foram tratados”, destacam os autores. “A idade avançada (geralmente ≥65) foi significativamente associada à redução da possibilidade de receber qualquer tratamento (OR = 0,14, IC 95% 0,10–0,21, n = 12 estudos), cirurgia (OR = 0,15, IC 95% 0,09–0,24, n = 9 estudos) e quimioterapia como tratamento primário (OR = 0,13, IC 95% 0,07–0,24, n = 5 estudos)”, acrescentam.

A análise ainda revela que o efeito da idade foi independente da qualidade metodológica, população de pacientes ou período de diagnóstico do paciente e permaneceu nos estudos com ajuste de confusão. “Esta revisão mostra que a idade avançada está significativa e consistentemente associada ao não recebimento de tratamento no câncer de pâncreas. No entanto, existem riscos e efeitos colaterais associados ao tratamento “, concluem os autores, indicando que mais pesquisas sobre o que influencia a tomada de decisão de tratamento são necessárias para entender melhor essas aparentes desigualdades.

A íntegra do estudo está disponível em acesso aberto.

Referência: Kirsty Logan, Fiona Pearson, Ryan PW. Kenny, Sanjay Pandanaboyana, Linda Sharp, Are older patients less likely to be treated for pancreatic cancer? A systematic review and meta-analysis, Cancer Epidemiology, Volume 80, 2022, 102215, ISSN 1877-7821, https://doi.org/10.1016/j.canep.2022.102215.


Publicidade
ABBVIE
Publicidade
ASTRAZENECA
Publicidade
SANOFI
Publicidade
ASTELLAS
Publicidade
NOVARTIS
banner_assine_300x75.jpg
Publicidade
300x250 ad onconews200519