04082021Qua
AtualizadoTer, 03 Ago 2021 4pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

5ª Edição do Prêmio Octavio Frias de Oliveira

Pesquisa_1_NET_OK.jpgA entrega da 5ª Edição do Prêmio Octavio Frias de Oliveira, promovido pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), unidade ligada a Secretaria de Estado da Saúde e à Faculdade de Medicina da USP, aconteceu dia 5 de agosto, no auditório da instituição, em São Paulo.

Com o objetivo promover o reconhecimento e a contribuição nacional na prevenção e combate ao câncer, o prêmio foi concedido em três diferentes categorias: Personalidade de Destaque, Pesquisa em Oncologia e Inovação Tecnológica em Oncologia. Os vencedores foram escolhidos por uma comissão julgadora do Icesp e do jornal Folha de S. Paulo e por membros da sociedade comprometidos com o tema. Os vencedores recebem uma premiação em dinheiro, no valor de R$ 16 mil cada, além de um certificado.

“É um orgulho para o Icesp premiar essas importantes contribuições de profissionais que estão constantemente focados na área oncológica, suas pesquisas e avanços”, afirma o diretor geral do Icesp, Paulo Hoff.

Segundo David Uip, Secretário de Estado da Saúde, uma premiação como essa é fundamental para incentivarmos e parabenizarmos esses profissionais comprometidos com o combate à doença e seu controle. “Eles merecem nosso respeito e reconhecimento, que é o foco desse prêmio”, afirmou.

Conheça os premiados

Personalidade de Destaque - Angelita Habr-Gama, uma das mais renomadas cirurgiãs brasileiras e professora titular de cirurgia da Faculdade de Medicina da USP. A cirurgiã teve papel importante na coordenação do programa de prevenção do câncer colorretal, além de ser fundadora da Associação Brasileira de Prevenção do Câncer de Intestino.

Pesquisa em Oncologia – Um grupos de pesquisadores da USP desenvolveu uma estratégia de vacina de HPV destinada a quem já tem lesões ou tumor causados pelo HPV. A vacina disponível hoje tem um caráter preventivo, impedindo a infecção pelo vírus.

Inovação Tecnológica em Oncologia - Pesquisadores do Instituto Butantan comprovaram a ação de anticorpo monoclonal humanizado com potencial no combate de alguns tipos de câncer.








 

Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519