25052022Qua
AtualizadoTer, 24 Maio 2022 1pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Pancreatite e câncer de pâncreas, magnitude da associação e força das evidências

pancreas 19 bxEstudos observacionais sugeriram risco aumentado de adenocarcinoma ductal pancreático (PDAC) em pacientes com pancreatite aguda e crônica (PC). A edição de março da Clinical and Translational Gastroenterology traz estudo de revisão sistemática e meta-análise que avaliou a magnitude dessa associação e as evidências epidemiológicas já reportadas. ” Há um risco aumentado de PDAC em pacientes com PC e as taxas de incidência aumentam com a duração da doença. Nossos resultados indicam que indivíduos com PC de longa data podem ser considerados para vigilância do PDAC”, destacam os autores.

Nesta revisão sistemática, os pesquisadores consideraram as bases da MEDLINE, Embase, Web of Science, Cochrane e Scopus, até 18 de janeiro de 2021. Foram incluídos estudos relatando a associação quantitativa entre pancreatite e PDAC, avaliados quanto à elegibilidade, abstração de dados e risco de viés. As razões de incidência padronizadas (SIRs) foram agrupadas por modelo de efeitos aleatórios.

Vinte e cinco estudos de coorte e caso-controle preencheram os critérios de inclusão. A meta-análise de 12 estudos de pancreatite crônica (PC) demonstrou risco aumentado de PDAC em pacientes com PC (SIR: 22,61, intervalo de confiança de 95% [CI]: 14,42–35,44). Esse risco elevado persistiu na análise de subgrupos que envolveu pacientes diagnosticados com PDAC dentro de 2 anos do diagnóstico (SIR: 21,77, IC 95%: 14,43–32,720). O risco foi maior na pancreatite hereditária (SIR: 63,36, IC 95%: 45,39-88,46). As taxas de incidência cumulativa de PDAC em pacientes com CP aumentaram com a duração do seguimento. PDAC parece ser incomum em pacientes com pancreatite autoimune, com 8 casos relatados em 358 pacientes com pancreatite autoimune em 4 estudos.

O adenocarcinoma ductal pancreático é uma neoplasia letal e cresce em incidência global. A maioria dos pacientes apresenta doença metastática ao diagnóstico e a sobrevida em 5 anos nos Estados Unidos é de aproximadamente 10%. No entanto, a sobrevida é substancialmente maior no subgrupo de pacientes diagnosticados em estágio inicial. “Atualmente, não há ferramenta de triagem populacional recomendada para PDAC, mas a proposta de identificação baseada em fatores de risco individual para PDAC ao longo da vida é proposta como uma estratégia para identificar uma coorte que pode se beneficiar da triagem”, descrevem os autores.

A pancreatite crônica é uma doença fibroinflamatória do pâncreas com etiologia variada e um amplo espectro de manifestações clínicas, desde doença assintomática até dor crônica debilitante e insuficiência exócrina e endócrina.  

A íntegra do estudo está disponível em acesso aberto.

Referência: Gandhi, Sonal MBBS1; de la Fuente, Jaime MD2; Murad, Mohammad Hassan MD3; Majumder, Shounak MD2 Chronic Pancreatitis Is a Risk Factor for Pancreatic Cancer, and Incidence Increases With Duration of Disease: A Systematic Review and Meta-analysis, Clinical and Translational Gastroenterology: March 2022 - Volume 13 - Issue 3 - p e00463 doi: 10.14309/ctg.0000000000000463

 

Publicidade
KITE PHARMA
Publicidade
NOVARTIS
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
300x250 ad onconews200519