16012022Dom
AtualizadoQui, 13 Jan 2022 6pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Carga global do câncer entre 2010 e 2019

mapa mundo 22 bxQual foi a carga global do câncer estratificada por Índice Sociodemográfico (SDI) em 2019, e qual foi a variação da incidência, morbidade e mortalidade desde 2010? Análise sistemática publicada no JAMA Oncology demonstrou que a carga absoluta de câncer aumentou em todos os quintis de SDI desde 2010, com os maiores aumentos percentuais ocorrendo nos quintis com de SDI baixo e médio-baixo. “Os resultados sugerem que maiores esforços de prevenção e controle do câncer são necessários para abordar equitativamente a evolução e aumento da carga de câncer em todo o espectro do Índice Sociodemográfico”, sustentam os autores.

O Estudo sobre a Carga Global de Doenças, Lesões e Fatores de Risco 2019 (GBD 2019) estimou a carga e as tendências globais do câncer para 204 países e territórios entre 2010 a 2019, estratificando os resultados por quintis do Índice Sociodemográfico (SDI). Os métodos de estimativa do GBD 2019 foram usados ​​para descrever a incidência de câncer, mortalidade, anos vividos com incapacidade, anos de vida perdidos e anos de vida ajustados por incapacidade (DALYs) em 2019 e na última década. “As estimativas também consideram quintis do SDI, uma medida composta de nível educacional, renda per capita e taxa de fecundidade total para menores de 25 anos, e incluem intervalos de incerteza (UIs) de 95%.

Resultados

Em 2019, havia cerca de 23,6 milhões (95% UI, 22,2-24,9 milhões) de novos casos de câncer (17,2 milhões excluindo o câncer de pele não melanoma) e 10 milhões (95% UI, 9,36-10,6 milhões) de mortes por câncer em todo o mundo, com cerca de 250 milhões (235-264 milhões) de DALYs devido ao câncer. Desde 2010, isso representou um aumento de 26,3% (95% IU, 20,3% -32,3%) em novos casos, um aumento de 20,9% (95% IU, 14,2% -27,6%) nas mortes e um aumento de 16,0% (95% IU, 9,3% -22,8%) aumento em DALYs.

Entre 22 grupos de doenças GBD 2019, a carga global do câncer em 2019 ficou atrás apenas das doenças cardiovasculares em número de mortes, anos de vida perdidos e DALYs, com diferenças significativas entre os quintis SDI.

A proporção de anos vividos com incapacidade que contribuíram para DALYs aumentou com SDI, variando de 1,4% (1,1% -1,8%) no quintil SDI baixo a 5,7% (4,2% -7,1%) no quintil SDI alto. Enquanto o quintil de SDI alto teve o maior número de novos casos em 2019, o quintil de SDI médio teve o maior número de mortes por câncer e DALYs. De 2010 a 2019, o maior aumento percentual no número de casos e óbitos ocorreu nos quintis de IDS baixo e médio-baixo.

“Os resultados indicam que a carga global do câncer é substancial e crescente, diferindo de acordo com o IDS, fornecendo estimativas abrangentes e comparáveis ​​que podem informar os esforços para o controle equitativo do câncer em todo o mundo”, concluem os autores.

Referência: Global Burden of Disease 2019 Cancer Collaboration. Cancer Incidence, Mortality, Years of Life Lost, Years Lived With Disability, and Disability-Adjusted Life Years for 29 Cancer Groups From 2010 to 2019: A Systematic Analysis for the Global Burden of Disease Study 2019JAMA Oncol. - Published online December 30, 2021. doi:10.1001/jamaoncol.2021.6987

 

 

Publicidade
NOVARTIS
Publicidade
KITE PHARMA
Publicidade
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519