29112020Dom
AtualizadoSex, 27 Nov 2020 1pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

TH3RESA mostra benefícios do trastuzumab emtansine

Mamografia_1.jpgO Lancet de junho (vol.15, nº 7) destacou os resultados do ensaio TH3RESA, de fase III, coordenado por Ian E Krop. O TH3RESA é um estudo aberto, randomizado, que investigou o uso de trastuzumab emtansine versus o tratamento de escolha em pacientes com câncer de mama HER 2 avançado. A investigação envolveu centros médicos em 22 países da Europa, América do Norte, América do Sul e Ásia-Pacífico.

Como critério de seleção, foram consideradas elegíveis pacientes com câncer de mama HER2-positivo em progressão da doença depois de receber dois ou mais esquemas de tratamento, incluindo trastuzumab e lapatinib e terapia com taxanos.

As pacientes foram distribuídas aleatoriamente na proporção de 2:1, 404 para receber emtansine trastuzumab (3,6 mg / kg por via intravenosa a cada 21 dias) e 198 para o grupo com o tratamento de escolha do médico.

(11 de fevereiro de 2013), 44 pacientes atribuídos a escolha do médico tinha atravessado para receber trastuzumab emtansine.
Após um seguimento médio de 7,2 meses no grupo trastuzumab emtansine e de 6,5 meses (IQR 4,1 -9 • 7) no grupo de escolha do médico, 219 (54%) pacientes no grupo de trastuzumabe emtansine e 129 (65%) dos pacientes do grupo tratado de acordo com a escolha do médico apresentaram eventos considerados no critério de sobrevida livre de progressão (SLP). As taxas de SLP foram significativamente melhoradas com trastuzumab emtansine (mediana de 6,2 meses [95% CI 5,59 -6 • 87] versus 3,3 meses [2,89 -4 • 14], [HR] 0,528 [0,422 -0 • 661], p <0,0001).
A análise de sobrevida global (SG) também mostrou uma tendência favorecendo trastuzumabe emtansine (HR 0,552 [IC 95% 0,369 -0 • 826], p = 0,0034), mas o endpoint de SG não foi alcançado. A menor incidência de eventos adversos grau 3 ou superior foi relatada com trastuzumab emtansine , com 130 eventos [32%] em 403 pacientes versus 80 eventos [43%] em 184 pacientes no braço tratado de acordo com a escolha do médico).
Em conclusão, trastuzumab emtansine deve ser considerada como um novo padrão para os pacientes com câncer de mama avançado HER2-positivo que já receberam trastuzumab e lapatinib.
O estudo é financiado pela Genentech.
http://www.thelancet.com/journals/lanonc/article/PIIS1470-2045(14)70178-0/fulltext

 


Publicidade
banner pfizer 2018 institucional 300x250px
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519