26062022Dom
AtualizadoSex, 24 Jun 2022 3am

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Estudo populacional discute diagnóstico de câncer de mama e mortalidade

MAMA bxEstudo que buscou caracterizar a associação entre as características dos sistemas nacionais de saúde e a taxa de mortalidade por câncer de mama padronizada por idade mostrou que países com baixas taxas de mortalidade por câncer de mama são caracterizados por maiores níveis de cobertura de serviços essenciais de saúde e maior número de centros públicos de câncer. Os resultados estão no Lancet Oncology, em artigo de Duggan et al., e reforçam o valor dos programas de diagnóstico precoce.

Neste estudo de base populacional, as estimativas da taxa de mortalidade padronizada por idade para mulheres com até 69 anos foram obtidas no GLOBOCAN 2020 e correlacionadas com um amplo painel de informações de diferentes sistemas de saúde (OMS, 2020). A partir dessa base de dados os pesquisadores identificaram características como despesas com saúde, o Índice de Cobertura Universal de Saúde (Índice UHC), financiamento dedicado a programas de detecção precoce, diretrizes para diagnóstico precoce do câncer de mama, sistemas de referência, número de centros públicos e privados dedicados ao câncer e serviços de patologia. Os dados sobre o estágio TNM ao diagnóstico foram obtidos de registros nacionais ou subnacionais de câncer, complementados por uma revisão da literatura da PubMed de 2010 a 2020. As tendências de mortalidade de 1950 a 2016 foram avaliadas usando o Banco de Dados de Mortalidade por Câncer da OMS. O limite de significância foi estabelecido em um valor de p de 0,05 ou menos.

Resultados

148 países tinham dados completos do sistema de saúde. As seguintes variáveis ​​foram significativamente maiores em países de alta renda do que em países de baixa renda: despesas com saúde (p = 0, 0002), Índice de UHC (p <0, 0001), financiamento dedicado a programas de detecção precoce (p = 0,0020), diretrizes para diagnóstico precoce de câncer de mama (p <0,001), sistemas de referência de câncer de mama (p = 0,030), planos nacionais de câncer (p = 0,014), programas de detecção precoce de câncer cervical (p = 0,0010), número de centros de câncer públicos (p <0, 0001) e privados (p = 0, 027) e serviços de patologia (p <0, 0001).

Em análises de regressão multivariável ajustadas para 141 países, duas características do sistema de saúde foram significativamente associadas a menores taxas de mortalidade padronizadas por idade: níveis mais elevados do Índice UHC (β = –0, 12, IC de 95% −0, 16 a − 0, 08) e número crescente de centros públicos de câncer (β = –0, 23, −0, 36 a −0, 10).

“Esses achados indicam que cada aumento no Índice UHC foi associado a um declínio de 0,12 nas taxas de mortalidade padronizadas por idade, enquanto cada centro público de câncer adicional por 10.000 pacientes com câncer foi associado a um declínio de 0,23 na taxa de mortalidade padronizada por idade. Entre 35 países com dados disponíveis de estadiamento TNM de câncer de mama, todos os 20 que alcançaram reduções médias sustentadas de 2% ao ano na taxa de mortalidade padronizada por idade por pelo menos 3 anos consecutivos desde 1990 tiveram pelo menos 60% de pacientes com câncer de mama invasivo apresentando-se com doença em estágio I ou II. Alguns países alcançaram essa redução sem que a maioria das mulheres tivesse acesso ao rastreamento mamográfico de base populacional”, descrevem os autores.

Os países com baixas taxas de mortalidade por câncer de mama são caracterizados por maiores níveis de cobertura de serviços essenciais de saúde e maior número de centros públicos de câncer. Entre os países que alcançam reduções sustentadas da mortalidade, a maioria dos casos de câncer de mama foi diagnosticada em estágio inicial, reforçando o valor dos programas de diagnóstico clínico precoce para melhorar os resultados dos pacientes.

Referência: National health system characteristics, breast cancer stage at diagnosis, and breast cancer mortality: a population-based analysis - Catherine Duggan, PhD; Dario Trapani, MD; André M Ilbawi, MD; Elena Fidarova, MD; Mathieu Laversanne, MSc; Giuseppe Curigliano, MD et al. - Published: October 12, 2021 DOI:https://doi.org/10.1016/S1470-2045(21)00462-9


Publicidade
Publicidade
KITE PHARMA
Publicidade
NOVARTIS
Publicidade
FARMAUSA
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
300x250 ad onconews200519