25102021Seg
AtualizadoSeg, 25 Out 2021 12am

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Meta-análise compara cirurgia aberta, laparoscopia e robótica na pancreatoduodenectomia

felipe coimbra 2020 bxMeta-análise realizada para determinar a abordagem cirúrgica ideal para remoção da cabeça do pâncreas comparou os resultados de pancreatoduodenectomias laparoscópica, robótica e aberta. O cirurgião oncológico Felipe Coimbra (foto), diretor do Departamento de Cirurgia Abdominal do AC Camargo Cancer Center, comenta os resultados.

Os principais achados foram reportados 26 de agosto na Surgery, refletindo a revisão sistemática nas bases de dados PubMed, EMBASE, Scopus e Web of Science.

Quatro estudos randomizados e 23 estudos com escore de propensão combinados foram incluídos nesta análise, compreendendo um total de 4.945 pacientes. Os resultados reportados por Kabir et al. mostram que o tempo de operação para pancreatoduodenectomia aberta foi menor que o tempo para a pancreatoduodenectomia laparoscópica (diferença média -57,35, IC 95% 26,25-88,46 minutos) e menor que a pancreatoduodenectomia robótica (diferença média -91,08, IC 95% 48,61-133,56 minutos).

A perda de sangue na pancreatoduodenectomia robótica foi significativamente menor na comparação com a pancreatoduodenectomia laparoscópica (diferença média -112,58, IC 95% 36,95-118,20 mL) e com a pancreatoduodenectomia aberta (diferença média -209,87, IC 95% 140,39-279,36 mL). Tanto a pancreatoduodenectomia robótica quanto a abordagem laparoscópica foram associadas com retardo no esvaziamento gástrico em comparação com pancreatoduodenectomia aberta (odds ratio 0,59, 95% CI 0,39-0,90 e odds ratio 0,69, 95% CI 0,50-0,95, respectivamente).

A pancreatoduodenectomia robótica foi associada a menos infecções da ferida em comparação com pancreatoduodenectomia aberta (odds ratio 0,35, 95 % CI 0,18–0,71).“Esta meta-análise de estudos de alta qualidade sugere que quando a pancreatoduodenectomia laparoscópica e a pancreatoduodenectomia robótica são realizadas em centros de alto volume, os resultados perioperatórios e oncológicos de curto prazo são amplamente comparáveis, e sob alguns pontos técnicos específicos podem ser até ligeiramente melhores, em comparação com a pancreatoduodenectomia aberta tradicional. Esses achados devem ser corroborados em outros estudos prospectivos randomizados”, destacam os autores.

“Entretanto, sob o ponto de vista prático em nosso meio, a análise caso a caso, a experiência de cada grupo com as diferentes técnicas e o resultado final esperado em cada serviço, a depender do momento em que se encontra na curva de aprendizado, devem ser ponderados para a decisão individualizada em diferentes centros”, pondera Coimbra.

Referência: Outcomes of laparoscopic, robotic, and open pancreatoduodenectomy: A network meta-analysis of randomized controlled trials and propensity-score matched studies - Tousif Kabir, MBBS, MMed, FRCSEd; Hwee Leong Tan, MBBS, MMed, FRCSEd; Nicholas L. Syn, MBBS; Eric Jinyi Wu; Juinn Huar Kam, MBBS, MMed, FRCSEd; Brian K.P. Goh, MBBS, MMed, MSc, FRCSEd - Published:August 25, 2021 DOI: https://doi.org/10.1016/j.surg.2021.07.020


Publicidade
Outubro Rosa A.C.Camargo 2021
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519