27092021Seg
AtualizadoSex, 24 Set 2021 3pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Anvisa aprova cabozantinibe no tratamento de câncer de fígado

approved NET OKA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou o inibidor multiquinases cabozantinibe (Cabometyx®, Ipsen) para o tratamento de adultos com hepatocarcinoma que falharam ao tratamento prévio com sorafenibe. A aprovação foi baseada nos resultados do estudo de Fase III CELESTIAL.

No estudo clínico CELESTIAL, multicêntrico, randomizado, duplo-cego, controlado por placebo, pacientes com hepatocarcinoma Child Pugh A (escala que de classificação de doenças hepáticas) previamente tratados com sorafenibe foram randomizados para receber 60 mg de cabozantinibe uma vez por dia (n=470) ou placebo (grupo controle, n=237.

O estudo mostrou mediana da sobrevida global (SG) de 10,2 meses no braço cabozantinibe e 8 meses no braço placebo, mostrando um benefício de SG de 2,2 meses para cabozantinibe. O grupo tratado com cabozantinibe apresentou mediana de 5,2 meses sem progressão da doença em comparação com mediana de 1,.9 meses no grupo placebo.1,2,3 

"A partir de agora, pacientes com câncer de fígado passam a ter mais uma opção de tratamento, um tumor de alta letalidade no país e que não apresenta sintomas no início, o que dificulta o diagnóstico", destaca Luciana Povegliano, líder de Oncologia Médica da Ipsen Brasil.

Cabozantinibe é aprovado no Brasil para o tratamento de câncer renal avançado ou metastático, e também é comercializado nos Estados Unidos e na Europa.

Duas vezes mais frequente em homens, o câncer de fígado pode ser primário ou metastático, que é mais incidente¹. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2019, 10.902 pessoas morreram de câncer de fígado no país (6.317 homens e 4.584 mulheres)4. Além de hábitos inadequados de vida, como a obesidade que pode levar ao diabetes e ao excesso de gordura no fígado e consumo exagerado de álcool que pode resultar em cirrose, os vírus das hepatites B e C também estão entre as causas do câncer de fígado.

Referências:

1 - Abou-Alfa, G.K., et al. Cabozantinib in patients with advanced and progressing hepatocellular carcinoma. NEJM. 2018;379:54-63. Available at: https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa1717002. Accessed August 2019.

2 - Signorovitch, J.E., et al. Matching-adjusted indirect comparisons: a new tool for timely comparative effectiveness research. Value Health. 2012;15(6):940-7. Available at https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22999145. Accessed August 2019

3 - Bruix, J., et al. Regorafenib for patients with hepatocellular carcinoma who progressed on sorafenib treatment (RESORCE): a randomized, double-blind, placebo-controlled, phase 3 trial. Lancet. 2017;389(10064):56-66. Available at: https://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(16)32453-9/fulltext. Accessed August 2019

4 - Inca. Disponível em https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-figado. Acesso em março de 2021.


Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519