19012021Ter
AtualizadoSeg, 18 Jan 2021 11pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Múltiplas linhas de tratamento no ovário seroso de alto grau, o que prediz resposta?

gineco bxArtigo de Kessous et al. no Internal Journal of Cancer (ahead of print) avaliou o efeito da resposta de cada linha de tratamento no resultado do paciente com câncer de ovário de alto grau.

Diante da alta frequência de recidivas no câncer de ovário, é comum que pacientes recebam várias linhas de quimioterapia, mas os dados da literatura são escassos sobre a efetividade de múltiplas linhas de tratamento e seu efeito nos resultados dessa população de pacientes.

Nesta análise, foram incluídos 238 pacientes submetidos a até 10 linhas de quimioterapia, com média de 63 anos ao diagnóstico, IMC médio de 25,0 kg/m2 (IQR 22,0-29,7 kg/m2), 51 (21,4%) obesos (IMC ≥30,0kg / m2). A maioria da população inscrita na análise tinha tumores com histologia serosa (91,6%) e câncer em estágio 3 da FIGO (82,3%). Mutações BRCA foram identificadas em 22 pacientes (9,2%) e a mediana de CA-125 ao diagnóstico foi de 457 U / mL (IQR 134-1367 U / mL).

A cirurgia de debulking foi realizada em 94,1% dos pacientes e 50,8% não apresentaram doença residual após a cirurgia, enquanto 60 (25,2%) e 34 (14,3%) tiveram doença residual <1cm ou ≥1cm, respectivamente. A maioria (93,3%) recebeu carboplatina com paclitaxel como primeira quimioterapia.

Os resultados reportados por Kessous et al. mostram que a mediana de sobrevida livre de progressão (SLP) foi de 15,6 meses e a sobrevida global (SG) de 55,6 meses. Dados completos sobre quimioterapia estavam disponíveis para 231 pacientes e revelam que 20,3% completaram ≥5 linhas de quimioterapia. Os autores descrevem que a taxa de resposta caiu a cada linha adicional de tratamento e a partir da 5ª linha, a maioria dos pacientes (61%) tornou-se refratária e somente 16% tiveram algum tipo de resposta (4% completa ou 12% parcial).

“Em conclusão, como esperado, a porcentagem de pacientes com câncer de ovário de alto grau em estágio avançado que teve resposta completa à quimioterapia diminuiu rapidamente com sucessivas linhas de tratamento. No entanto, o grupo de pacientes que respondeu bem à quimioterapia, teve pequeno benefício de sobrevida global até a sexta linha de quimioterapia”, destaca a publicação.

O número de linhas anteriores e o tempo de duração da linha anterior foram as únicas variáveis ​​que se correlacionaram significativamente com SLP e SG e com a resposta à próxima linha de tratamento. “O intervalo de tempo da linha de quimioterapia anterior é o principal fator clínico que prevê efeito benéfico de outra linha de tratamento em pacientes com câncer de ovário”, apontam  os autores.

Referência: Kessous R, Wissing MD, Laskov I, Abitbol J, Bitharas J, Agnihotram VR, Yasmeen A, Salvador S, Lau S, Gotlieb WH. Multiple lines of chemotherapy for patients with high-grade ovarian cancer - predictors for response and effect on survival. Int J Cancer. 2020 Nov 16. doi: 10.1002/ijc.33395. Epub ahead of print. PMID: 33197273.

 

Publicidade
banner pfizer 2018 institucional 300x250px
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519