24112020Ter
AtualizadoTer, 24 Nov 2020 4pm

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

Brócolis e efeitos da quimioterapia no câncer de cabeça e pescoço

brocolis NET OKUm fitoquímico do brócolis, o sulforafano (SF) tem recebido atenção considerável por suas propriedades anticâncer. Estudo publicado no British Journal of Cancer mostrou que sulforafano aumentou os efeitos da quimioterapia com cisplatina (CIS) e 5-fluorouracil (5-FU) no carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço. “Adicionar 3,50 µM de SF quase dobrou o efeito de CIS e multiplicou por 10 vezes o efeito de 5-FU, especialmente em doses mais baixas de quimioterapia. Uma concentração de 3,50 µM de SF no corpo humano pode ser alcançada simplesmente comendo brócolis fresco”, descrevem os autores.

Considerada neoplasia de mau prognóstico, o carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço (HNSCC, da sigla em inglês) tem nas células-tronco cancerosas resistentes ao tratamento (CSC) uma das razões para o fracasso terapêutico. Neste estudo, o objetivo foi investigar se SF poderia aumentar os efeitos da quimioterapia com cisplatina (CIS) e 5-fluorouracil (5-FU) contra HNSCC-CSCs.

“Em nosso estudo anterior, sugerimos que CD44+ e CD271+ foram marcadores para isolar CSCs do HNSCC. No estudo atual, usamos CSCs  CD44 + / CD271+ para examinar o efeito dos tratamentos de combinação SF / quimioterapia. Nossos resultados demonstraram que SF teve efeito citotóxico em CSCs do HNSCC e que os efeitos foram dependentes da dose e do tempo de uso do sulforafano”, destaca a publicação. Foram avaliados a viabilidade celular, capacidade de formação de colônias e esferas, apoptose, expressão gênica e proteica relacionada a CSC e crescimento tumoral in vivo. A segurança do SF foi testada em células-tronco não cancerosas e in vivo.

Os resultados reportados mostram que adicionar 3,50 µM de SF quase dobrou o efeito de CIS e multiplicou por 10 vezes o efeito de 5-FU. O tratamento combinado com SF inibiu a formação de colônias e esferas de CSC e a progressão do tumor in vivo. Os potenciais mecanismos de ação incluíram a estimulação da via apoptótica dependente da caspase, inibição da via SHH e diminuição da expressão de SOX2 e OCT4.

Os autores observam que uma concentração de 3,50 µM de SF reduziu a clonogenicidade de  CSC na mesma extensão que 0,5 µg / ml CIS e foi mais eficiente do que 1,3 µg / ml de 5-FU. Após a ingestão de 40 g de brócolis, a concentração plasmática de SF atingiu 2,50 µM / L dentro de 3 horas, com efeito citotóxico comparável tanto em linhagens celulares sensíveis à quimioterapia quanto naquelas quimiorresistentes.“ A combinação de SF com o tratamento de quimioterapia padrão CIS ou 5-FU eliminou completamente a capacidade clonogênica. Resultados semelhantes foram relatados com Gencitabina no câncer pancreático, Taxol no câncer de próstata e CIS em câncer gástrico”, reportam.

A grande descoberta deste estudo é que SF pode ser usado em combinação com tratamento padrão para aumentar a toxicidade de CIS e 5-FU contra CSCs resistentes em HNSCC. “A combinação de SF permitiu doses mais baixas de CIS ou 5-FU, aumentando a citotoxicidade dessas drogas contra HNSCC-CSCs, com efeitos mínimos em células saudáveis”, concluíram os autores.

Referência: Elkashty, O.A., Tran, S.D. Broccoli extract increases drug-mediated cytotoxicity towards cancer stem cells of head and neck squamous cell carcinoma. Br J Cancer 123, 1395–1403 (2020). https://doi.org/10.1038/s41416-020-1025-1


Publicidade
banner pfizer 2018 institucional 300x250px
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519