20062021Dom
AtualizadoQui, 17 Jun 2021 6pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Antibióticos, risco de câncer e eficácia do tratamento oncológico

renata dalpino 2020 bxEstudo de revisão publicado no e-cancer buscou descrever os possíveis efeitos do uso de antibióticos em diferentes tratamentos oncológicos, especialmente imunoterapia, e explorar a ligação entre o uso prévio de antibióticos e o desenvolvimento de câncer. Renata D’Alpino (foto), oncologista do Centro Paulista de Oncologia (CPO), é primeira autora do trabalho realizado com a participação de especialistas do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Apesar da inegável contribuição para o tratamento de doenças infecciosas e aumento da expectativa de vida, o uso de antibióticos pode provocar mudanças profundas e prolongadas à diversidade do ecossistema microbiano, afetando a composição de até 30% das espécies bacterianas no microbioma intestinal. “Ao modificar a composição da microbiota humana, os antibióticos alteram a ação de vários medicamentos oncológicos, potencialmente levando à diminuição da eficácia e aumento da toxicidade”, observam os autores.

Os autores ressaltam que o consumo de antibióticos entre pacientes oncológicos tem aumentado, e embora seu uso contribua para a redução da mortalidade por várias infecções, impacta negativamente a microbiota. “Alterações no microbioma como resultado do tratamento com antibióticos, especialmente disbiose da microbiota intestinal, podem resultar na desregulação da homeostase imunológica do hospedeiro e aumento da suscetibilidade a várias doenças, incluindo câncer”, destacam, acrescentando que o impacto do uso de antibióticos nas terapias antineoplásicas ou no aumento do risco de desenvolvimento do câncer está sendo investigado.

Para a revisão, os autores realizaram uma busca no PubMed e selecionaram os artigos que exploram os efeitos dos antibióticos no microbioma humano, bem como aqueles que avaliam o potencial risco de desenvolvimento de câncer com o uso de antibióticos e sua influência no tratamento. 

“Após extensa revisão da literatura, ficou claro o papel fundamental do microbioma tanto na saúde, quanto na doença. Nesse sentido, o uso de antibióticos no passado, ao alterar nossa microbiota, parece aumentar o risco do desenvolvimento de diversos tipos de câncer, além de influenciar no tratamento oncológico. Diversos trabalhos apontam uma pior evolução dos pacientes em uso de tratamentos oncológicos, especialmente imunoterapia, com o uso recente de antibióticos. Apesar dos dados ainda serem escassos, entendemos que o uso racional de antibióticos pelos profissionais de saúde é fundamental para minimizar o impacto negativo de seu uso indiscriminado nos resultados oncológicos”, concluíram os autores.  

Referência: Martins Lopes Moises S, Machado Larissa M, Amaral Silva Pedro A Ismael, Tome Uchiyama Angel A, Yen Cheng T, Ricardo Eliza D, Mutao Taciana S, Pimento Jefferson R, Pimenta Jefferson R, Shimba Denis S, Hanriot Rodrigo M, Peixoto Renata D (2020) Antibiotics, cancer risk and oncologic treatment efficacy: a practical review of the literature ecancer 14 1106
 

 

Publicidade
NEXT FRONTIERS 2021
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519