30112020Seg
AtualizadoSeg, 30 Nov 2020 1am

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Cirurgia bariátrica e risco de câncer mama, ovário e endométrio

Nazario NET OKAfonso Celso Pinto Nazário (foto) é autor sênior de revisão sistemática e metanálise que avaliou o  impacto da cirurgia bariátrica no risco de desenvolver câncer de mama, ovário e câncer de endométrio em mulheres obesas. Os resultados foram publicados em junho na Surgery for Obesity and Related Diseases e mostram que a cirurgia bariátrica é um fator de proteção contra o câncer, reduzindo significativamente o risco dessas neoplasias.

Neste estudo, apresentado no SABCS 2019, os pesquisadores revisaram as bases da MEDLINE, EMBASE, LILACS e Cochrane considerando a literatura publicada  até janeiro de 2019, com o objetivo de recuperar estudos que avaliaram o risco de câncer de mama, ovário ou câncer de endométrio em mulheres obesas submetidas à cirurgia bariátrica.

Dos 188 artigos selecionados, 7 cumpriram os critérios da pesquisa e foram incluídos na meta-análise, que incorporou um total de 150.537 pacientes no braço de cirurgia bariátrica e 1.461.938 mulheres no braço controle.

Os resultados mostram que a taxa de risco total de desenvolver câncer de mama, ovário e câncer de endométrio foi de 0,41 (IC 95% [0,31 a 0,56]; I² = 90%; 7 estudos). Quando considerado o sítio tumoral, o estudo brasileiro mostra que o risco de câncer de mama foi reduzido em 49% [RR: 0,51 (IC 95% [0,31 a 0,83]; I² = 92%; 6 estudos). O risco de câncer de ovário diminuiu em 53% [RR: 0,47 (IC 95% [0,27 a 0,81]; I² = 0%; 3 estudos). Já em tumores de endométrio, a redução de risco foi de 67% [RR: 0,33 (IC 95% [0,21 a 0,51]; I² = 88%; 7 estudos).  

Os achados dos pesquisadores da Unifesp/Escola Paulista de Medicina são consistentes com duas outras meta-análises de Winder et al., que mostraram redução no risco de câncer de mama e endometrial em pacientes submetidas à cirurgia bariátrica. Em 2005, Modesitt SC et al. também mostraram forte relação entre obesidade na pós-menopausa e câncer endometrial.

“A cirurgia bariátrica pode ter um efeito protetor, reduzindo o risco de câncer de mama, ovário e de câncer do endométrio em mulheres obesas”, concluem os autores, que apontam a necessidade de mais estudos para aprofundar o conhecimento.

Os resultados reforçam a importância de orientar os profissionais de saúde a gerenciar a obesidade com mais racionalidade e apoiar a cirurgia bariátrica como recomendação precoce para controle de pacientes obesos mórbidos. “Além do controle do peso e da melhoria nos parâmetros da síndrome metabólica, a cirurgia bariátrica traz também benefícios oncológicos, que não são informados aos pacientes. Também enfatizamos a importância da atividade e dieta balanceada para manter o controle do peso, a fim de prevenir o câncer e outras morbidades”, destacam.

Referência: Ishihara, B.P. & Farah, Daniela & Fonseca, M.C.M. & Nazário, Afonso. (2020). The risk of developing breast, ovarian and endometrial cancer in obese women submitted to bariatric surgery: a meta-analysis. Surgery for Obesity and Related Diseases. 10.1016/j.soard.2020.06.008.

 


Publicidade
banner pfizer 2018 institucional 300x250px
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519