26012020Dom
AtualizadoSex, 24 Jan 2020 8pm

PUBLICIDADE
topbanner novartis2019 468x60

CONITEC avalia incorporação de tratamentos para melanoma no SUS

SUS NET OK 2 2020O Ministério da Saúde colocou em Consulta Pública a decisão de incorporar no Sistema Único de Saúde (SUS) as terapias-alvo vemurafenibe, dabrafenibe, cobimetinibe e trametinibe, bem como as imunoterapias ipilimumabe, nivolumabe e pembrolizumabe para o tratamento em primeira linha do melanoma avançado não cirúrgico e metastático.

 Em sua recomendação preliminar, a decisão dos membros do Plenário da CONITEC foi desfavorável à incorporação no SUS de terapia-alvo e da imunoterapia para o tratamento de primeira linha desses pacientes. “Apesar destas terapias apresentarem maior eficácia em relação à dacarbazina, o elevado custo do tratamento produziu uma relação de custo-efetividade e um impacto orçamentário incrementais que inviabilizam a sua incorporação”, afirmaram.

O melanoma é considerado o tipo mais agressivo de câncer de pele, devido ao seu grande potencial de metástases e alta taxa de mortalidade.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), são estimados por ano no Brasil cerca de 2.920 novos casos em homens e 3.340 novos casos em mulheres. Atualmente, pacientes com a doença são tratados no SUS com o medicamento dacarbazina, conforme orientação da Diretriz Diagnóstica e Terapêutica (DDT) para Melanoma Cutâneo.

As contribuições podem ser enviadas até o dia 21 de janeiro para a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias Sanitárias (CONITEC), através de formulário eletrônico


Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner teva inst 300x250
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner personal2019 250x300p
Publicidade
banner ibcc2019 300x250
Publicidade
300x250 ad onconews200519
Publicidade
banner onconews spotify 300x150px