22072019Seg
AtualizadoQui, 18 Jul 2019 7pm

PUBLICIDADE
topbanner novartis2019 468x60

Número de sobreviventes de câncer nos EUA deve ultrapassar 22 milhões até 2030

cancer survivorProduzido pela American Cancer Society, em colaboração com o National Cancer Institute, o relatório Cancer Treatment and Survivorship Statistics 2019 estima que o número de sobreviventes de câncer nos Estados Unidos deve atingir mais de 22,1 milhões até 2030. Em janeiro de 2019, as estimativas apontavam mais de 16,9 milhões de norte-americanos com histórico de câncer. Realizadas a cada três anos, as estimativas foram publicadas no periódico Cancer Journal for Clinicians.

O número de sobreviventes de câncer continua a aumentar, mesmo com taxas de incidência estáveis ​​em mulheres e em declínio em homens. Esse aumento se deve, em grande parte, ao aumento e envelhecimento populacional, além de melhoras na sobrevida do câncer devido aos avanços no tratamento e detecção precoce. A estimativa dos autores é baseada em projeções populacionais produzidas pelo United States Census Bureau, utilizando as atuais taxas de incidência, mortalidade e sobrevida.

Atualmente, o relatório estima 8,1 milhões de homens e 8,8 milhões de mulheres nos estados Unidos com histórico de câncer. Cerca de dois a cada três sobreviventes de câncer (68%) foram diagnosticados há cinco anos ou mais e quase um em cada cinco (18%) foi diagnosticado há mais de 20 anos. Quase dois terços (64%) têm 65 anos ou mais. Além disso, o relatório indica que há 65.850 sobreviventes de câncer com 14 anos ou menos e 47.760 com idades entre 15 e 19 anos no país.

O relatório observa que muitos sobreviventes lidam com os efeitos físicos a longo prazo do tratamento, bem como sequelas psicológicas e socioeconômicas. “Desafios também permanecem para os sobreviventes e seus cuidadores no que diz respeito à navegação no sistema de saúde, incluindo a má integração dos cuidados de sobrevida entre a oncologia e a atenção primária”, afirmam os autores.

"As pessoas com histórico de câncer têm necessidades médicas, psicossociais e econômicas únicas que exigem avaliação proativa e gerenciamento por profissionais de saúde", ressaltou Robin Yabroff, diretor científico sênior de Pesquisa de Serviços de Saúde e co-autor do relatório. "Embora haja um número crescente de ferramentas que podem ajudar pacientes, cuidadores e clínicos a navegar nas várias fases da sobrevida do câncer, mais recursos baseados em evidências são necessários para otimizar o atendimento", conclui.

Referência: Cancer Treatment and Survivorship Statistics, 2019, CA: Can J Clin doi: 10.3322/caac.21565. - 1Siegel RL, Miller KD, Jemal A. Cancer statistics, 2019. CA Cancer J Clin.2019;69:7‐34. - https://doi.org/10.3322/caac.21565


Publicidade
300x250 ad onconews200519
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner teva inst 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner ibcc2019 300x250