19052019Dom
AtualizadoQui, 16 Mai 2019 2pm

banner_freud_adv_468x60.jpg

Suplementos de soja e risco de câncer de mama

soja isoflavona bxEstudo que avaliou prospectivamente 76.442 mulheres francesas acima de 50 anos não mostrou associação entre o uso de suplementos contendo isoflavonas de soja e o risco de câncer de mama. No entanto, quando consideradas as mulheres que desenvolveram câncer de mama receptor hormonal, os pesquisadores observaram risco menor para câncer de mama estrogênio receptor positivo (ER+) e maior risco de câncer de mama ER negativo (ER-) nas usuárias atuais de isoflavonas.

O estudo inscreveu mulheres nascidas entre 1925 e 1950, acompanhadas por 11,2 anos em média, de 2000 a 2011. “Até onde sabemos, apenas 4 estudos epidemiológicos investigaram a associação entre risco de câncer de mama e uso de suplementos com flavonoides”, relatam os autores, descrevendo que as isoflavonas de soja (principalmente daidzeína e genisteína) são estruturalmente semelhantes ao 17-β-estradiol. “Como tal, eles podem se ligar como ERα, (a forma de ER medido clinicamente no tratamento de pacientes com câncer de mama), cuja ativação aumenta a proliferação tumoral. Assim, na presença de altas concentrações de estradiol, as isoflavonas podem atuar como antiestrogênicos por ligação a ERα. Por outro lado, em baixas concentrações de estrogênio, como é o caso na menopausa tardia, as isoflavonas podem exercer efeitos estrogênicos fracos”, analisam.

Comparados com nunca usar suplementos de soja, os casos de câncer de mama receptor hormonal associados ao uso atual de suplementos de soja foram 0,92 (95% IC: 0,76, 1,11) para todos os casos de câncer de mama, 0,78 (IC 95%: 0,60, 0,99) para estrogênio receptor positivo (ER+) e 2,01 (95% CI: 1,41, 2,86) para câncer de mama ER negativo (ER-). “Nesta coorte de mulheres com idade acima de 50 anos, relatamos associações opostas da suplementação de soja com risco de câncer de mama ER-positivo e ER-negativo”, concluem os autores. “Nossos resultados também alertam contra o uso desses suplementos em mulheres com história familiar de câncer de mama”, descrevem.

Os resultados mostram que não houve associação entre o uso passado de suplementos de soja e risco atual de câncer de mama. O risco de câncer de mama receptor hormonal para uso atual foi de 1,36 (IC 95%: 0,95, 1,93) e 0,82 (IC 95%: 0,65, 1,02) entre mulheres com e sem história familiar da doença, respectivamente (P = 0,03) e 1,06 (IC 95%: 0,87,1,30) ≥ 5 anos após a menopausa em comparação com 0,50 (IC 95%: 0,31, 0,81) na pré-menopausa ou ≤5 anos pós-menopausa (P= 0,04).

Referência: Marina Touillaud, Amandine Gelot, Sylvie Mesrine, Catherine Bennetau-Pelissero, Françoise Clavel-Chapelon, Patrick Arveux, Fabrice Bonnet, Marc Gunter, Marie-Christine Boutron-Ruault, Agnès Fournier; Use of dietary supplements containing soy isoflavones and breast cancer risk among women aged >50 y: a prospective study, The American Journal of Clinical Nutrition, nqy313, https://doi.org/10.1093/ajcn/nqy313


Publicidade
banner modelo3 newsletter onconews 300x150 pixels
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner teva inst 300x250