13042021Ter
AtualizadoSeg, 12 Abr 2021 12am

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Primeira linha de tratamento do câncer gástrico avançado

rafael correa coelho NET OKEstudo realizado no Instituto Nacional de Câncer (INCA) demonstrou que a combinação de cisplatina, 5- fluorouracil em bolus e leucovorina (protocolo PFL) é ativa na primeira linha de tratamento do câncer gástrico avançado. Os resultados do estudo liderado pelo oncologista Rafael Coelho (foto) foram publicados no Journal of Global Oncology (JGO).

O câncer gástrico é o quarto tipo de câncer mais comum e a segunda maior causa de morte por câncer no mundo. Agentes derivados da platina e fluoropirimidinas são os principais compostos utilizados ​​no cenário de primeira linha para o tratamento da doença avançada.

O regime de quimioterapia combinando cisplatina, bolus de FU e leucovorina (protocolo PFL), foi incorporado no INCA por ser um esquema que não requer hospitalização ou bombas de infusão.

“Até a publicação deste artigo, todos os principais estudos clínicos para neoplasia gástrica avançada avaliaram apenas regimes em infusão contínua de 5-fluorouracil. A diferença deste esquema, que pode auxiliar no acesso ao tratamento em locais com limitação de recursos, é que o mesmo pode ser realizado exclusivamente a nível ambulatorial e sem a necessidade de bombas portáteis de infusão. Escassez de leitos e falta de recursos para aquisição de equipamentos ocorrem em muitos países no mundo, e, muitos pacientes perdem a oportunidade de receberem tratamento eficaz”, observa Rafael.

Métodos e resultados

O estudo de coorte retrospectivo avaliou pacientes com câncer gástrico avançado tratados na primeira linha com cisplatina 80 mg/m2 no dia 1 e bolus de FU 400 mg/m2 mais leucovorina 20 mg/m2 nos dias 1, 8, 15 e 22 a cada 4 semanas, entre janeiro de 2008 e dezembro de 2014.

Um total de 109 pacientes foram incluídos. A mediana do número de ciclos recebidos por paciente foi de quatro (um a 11). Respostas completas foram obtidas em 6,4% e respostas parciais em 14,7%. A mediana de sobrevida livre de progressão foi de 6,3 meses (95% IC, 5,08 a 7,58 meses) e a mediana de sobrevida global foi de 8,3 meses (95% IC, 6,9 a 9,87 meses). Trinta e quatro (31,2%) pacientes estavam vivos em um ano.

Eventos adversos de graus 3 e 4 foram experimentados por 26,6% e 3,7% dos pacientes, respectivamente, com a redução da dose necessária em 9,1% dos pacientes.

“O trabalho documentou a atividade de um esquema quimioterápico de fácil administração, baixo custo e boa tolerabilidade, o que pode ampliar o acesso a tratamento a muitos pacientes com câncer gástrico avançado. No entanto, enfatizo que o protocolo PFL não deve ser utilizado como esquema padrão em substituição aos regimes infusionais, mas serve como alternativa para instituições nas quais os recursos sejam limitados e não se tenha possibilidade de oferecer tratamento com 5-Fluorouracil em infusão contínua”, concluiu Coelho.

Referência: Cisplatin, Fluorouracil in Bolus Injection, and Leucovorin in First-Line Therapy for Advanced Gastric Cancer as an Alternative to Protocols With Infusional Fluorouracil - DOI: 10.1200/JGO.18.00176  - Journal of Global Oncology , no. 5 (January 2019) 1-8. - Published online January 22, 2019. - Rafael C. Coelho; Pedro D.P. Abreu; Mariana R. Monteiro; Ana Paula Stramosk; Alvaro Henrique I. Garces; Andreia Cristina Melo; Marcia S. Graudenz; e Carlos Jose C. Andrade


Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519