02082021Seg
AtualizadoSeg, 02 Ago 2021 12am

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Colonoscopia no rastreamento do câncer colorretal, o que indicar na população idosa?

felipecoimbra NET OK 2018 NEWSArtigo publicado na American Journal of Gastroenterology mostra que nos Estados Unidos a maioria dos adultos com colonoscopia normal em testes de triagem é instruída a retornar para novo exame de rastreamento, mesmo em idades mais avançadas do que preconizam as diretrizes de conduta. O artigo foi objeto de revisão na NEJM e lança críticas sobre o excesso de screening no cenário americano. Quem comenta é o cirurgião oncológico Felipe Coimbra (foto), Diretor do Departamento de Cirurgia Abdominal do AC Camargo Cancer Center.

A Força-Tarefa de Serviços Preventivos dos Estados Unidos desde 2008 não recomenda a triagem de câncer colorretal (CRC) em indivíduos com mais de 85 anos de idade e é contra exames de rotina entre 76 e 85 anos. Para examinar até que ponto essas diretrizes são aplicadas na prática, Calderwood AH et al. avaliaram mais de 13 mil exames de colonoscopia com resultado normal, a partir do Registro Estadual de Colonoscopia de New Hampshire, realizados entre 2009 e 2014.

Resultados

Entre 74 endoscopistas, 53 eram gastroenterologistas, 18 eram cirurgiões e dois eram médicos de medicina de família. Quase 3 mil colonoscopias foram realizadas em indivíduos com idade ≥65 anos. As recomendações contra a triagem adicional foram de 16%, 41% e 65% entre as faixas etárias de 70 a 74, 75 a 79 e 80 anos ou mais, respectivamente. Entre aqueles com histórico familiar de CCR, as taxas correspondentes foram de 1%, 14% e 54%.

Os resultados mostram que entre 80% e 92% dos pacientes sem histórico familiar foram orientados a retornar para a triagem em 10 anos, independentemente da idade no momento da colonoscopia. “As recomendações de triagem de CRC em pacientes idosos aumentaram significativamente entre 2009 e 2014, contrariando as diretrizes.
“O trabalho mostra que um número substancial de adultos mais velhos foi instruído a repetir a colonoscopia sem seguir as diretrizes atuais de limite de idade para realização e repetição do exame. É sabido que em faixas etárias mais elevadas a realização da colonoscopia leva ao aumento do risco e diminuição do benefício da triagem em virtude da baixa expectativa de vida dos indivíduos, além de prejuízos à sociedade pelo gasto de recursos que poderiam se direcionados a pacientes mais jovens”, observa Felipe.

O especialista acrescenta que embora a tendência temporal observada sugira uma melhor absorção das diretrizes, ainda há muito trabalho a ser feito para educar os médicos e pacientes. "Muitos trabalhos mostram, inclusive, que a indicação correta do rastreamento de CRC deva servir como uma medida de qualidade pelos sistemas de saúde", conclui.

Referências: Cessation of Screening for Colorectal Cancer in Older Adults - Charles J. Kahi, MD, MS reviewing Calderwood AH et al. Am J Gastroenterol 2018 Nov 2


Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519