28112020Sáb
AtualizadoSex, 27 Nov 2020 1pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Guideline ASTRO: combinação de radioterapia com terapia-alvo molecular e imunoterapia

alvo 2018Uma nova diretriz da American Society for Radiation Oncology (ASTRO) avalia abordagens pré-clínicas e clínicas combinando radioterapia com terapia-alvo molecular e imunoterapia para aumentar o controle local e sistêmico do tumor e/ou diminuir os efeitos tóxicos nos tecidos normais. O guideline foi publicado online no Lancet Oncology. “Antes de ser um guideline tradicional, o documento se apresenta mais como guia para novas pesquisas, orientação para os tipos de irradiação a serem empregados e sugestão de como interagir as modalidades”, avalia o rádio-oncologista Rodrigo Hanriot, coordenador do serviço de Radioterapia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

A diretriz parte da premissa de que a combinação de radioterapia com agentes alvo-moleculares e imunoterápicos é uma promessa, tanto para a radiossensibilidade dos tumores, quanto para a radioproteção de tecidos normais.

O documento apresenta algumas das áreas mais promissoras para o desenvolvimento de tratamentos combinados, bem como recomendações futuras para avançar no campo da radioterapia associada a medicamentos. O objetivo é estimular o aumento quantitativo e qualitativo dos ensaios clínicos que examinam a radioterapia combinada com terapias-alvo molecular e imunoterapias.

“Com o crescente potencial técnico da radioterapia para aumentar com segurança o controle local em muitos tumores sólidos, o momento é oportuno para explorar os benefícios potenciais da combinação de radioterapia com terapias-alvo moleculares e imunoterapias e aumentar os resultados de sobrevida”, afirmam os autores.

Os autores também ressaltam que procedimentos operacionais confiáveis para testes de combinações de drogas e radioterapia no cenário pré-clínico devem ser úteis para selecionar os agentes com maior probabilidade de oferecer melhorias significativas no resultado clínico. Os ensaios clínicos de fases I e II de radioterapia devem permitir a avaliação da resposta durante o tratamento, juntamente com ensaios biológicos associados e/ou estudos de imagem funcional (PET, MRI, CT) que informem a farmacodinâmica e o modo de ação dos medicamentos.

Referência:  Combining precision radiotherapy with molecular targeting and immunomodulatory agents: a guideline by the American Society for Radiation Oncology - Lancet Oncol 2018;19:e240–51 - DOI: https://doi.org/10.1016/S1470-2045(18)30096-2

Leia mais: Associação de radioterapia a terapias-alvo e imunoterapia

Publicidade
banner pfizer 2018 institucional 300x250px
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519