28012021Qui
AtualizadoQua, 27 Jan 2021 7pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Estudo inglês põe em xeque superioridade da prostatectomia robótica

prostata bx1Estudo inglês que comparou os resultados funcionais relatados pelos pacientes após prostatectomia radical assistida por robô (RARP), prostatectomia radical laparoscópica (LRP) ou abordagens abertas de prostatectomia radical retropúbica (ORP) não mostrou benefícios da RARP em relação a outras abordagens cirúrgicas. Os resultados foram publicados no British Journal of Cancer.

Todos os homens diagnosticados com câncer de próstata na Inglaterra de abril a outubro de 2014 submetidos à prostatectomia radical foram identificados pela National Prostate Cancer Audit e receberam um questionário 18 meses após o diagnóstico. O estudo estimou diferenças na função sexual, urinária, intestinal e hormonal relatadas pelo paciente (escores EPIC-26), assim como estimou indicadores de qualidade de vida relacionada à saúde (QQQ, EQ-5D-5L).

Resultados

Ao todo, 2219 homens (77,0%) responderam; 1310 (59,0%) realizaram RARP, 487 (21,9%) LRP e 422 (19,0%) ORP. O RARP foi associado com valores médios de função sexual (EPIC-26) discretamente mais elevados em comparação com a LRP (diferença de 3: 5 pontos; IC 95%: 1,1-5,9, P = 0,004) ou ORP (diferença de 4,0 pontos; IC 95%: 1,5-6,5, P = 0,002), mas não atingiu o limiar estabelecido para uma diferença clinicamente relevante (10-12 pontos). Não houve diferenças significativas em outros escores de domínio EPIC-26 ou na avaliação de qualidade de vida.

As características tumorais foram muito semelhantes nos grupos cirúrgicos avaliados. No geral, 59,6% dos homens apresentavam estádio clínico T2 e 38,2% estágio T3/T4. No entanto, os homens submetidos a ORP apresentaram mais frequentemente nódulo positivo, escore de Gleason superior e níveis mais altos de PSA, indicando que os homens submetidos à ORP apresentavam doença localmente avançada ou avançada.

Para os autores, os resultados não fornecem evidências que demonstrem resultados oncológicos ou funcionais superiores com a prostatectomia robótica em comparação com a prostatectomia radical retropúbica (ORP) laparoscópica (LRP) ou aberta.

A íntegra do estudo está disponível para acesso aberto.

Referência: Robot-assisted radical prostatectomy vslaparoscopic and open retropubic radical prostatectomy: functional outcomes 18 months after diagnosis from a national cohort study in England. Julie Nossiter, Arunan Sujenthiran, Susan C Charman, Paul J Cathcart, Ajay Aggarwal, Heather Payne, Noel W Clarke & Jan van der Meulen - British Journal of Cancer volume118, pages489–494 (20 February 2018) - doi:10.1038/bjc.2017.454

Leia mais: Evidências e controvérsias na prostatectomia

Metanálise mostra vantagens da prostatectomia robótica


Publicidade
banner pfizer 2018 institucional 300x250px
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519