15062021Ter
AtualizadoSex, 11 Jun 2021 12pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Cirurgia minimamente invasiva no câncer de esôfago ressecável

CIRURGIA NET OKEstudo apresentado no 2018 Gastrointestinal Cancers Symposium (ASCO GI) demonstrou que a esofagectomia toraco-laparoscópica robótica minimamente invasiva (RAMIE) pode reduzir as complicações perioperatórias e melhorar a recuperação funcional em pacientes com câncer de esôfago.

Atualmente, o tratamento curativo padrão para pacientes com câncer de esôfago é a quimioterapia perioperatória ou quimioradioterapia pré-operatória seguida de esofagectomia transtorácica aberta (OTE).

Neste estudo randomizado controlado, 112 pacientes com câncer de esôfago intratorácico ressecável foram distribuídos aleatoriamente a RAMIE ou OTE. O endpoint primário composto foi a ocorrência global de complicações pós-operatórias (classificação Clavien-Dindo modificada (MCDC) grau 2-5).

Resultados

As complicações pós-operatórias foram menos frequentes com RAMIE (59%) em relação à OTE (80%) (RR 0,74 (0,57-0,96; P = 0,02). RAMIE também resultou em menor perda de sangue (400 ml versus 568 ml, P <0,001), menor porcentagem de complicações cirúrgicas (RR 0,74 (0,57-0,96; P = 0,02), complicações pulmonares (RR 0,54 (0,34-0,85, P = 0,005), complicações cardíacas (RR 0,47 (0,27-0,83; P = 0,006) e menor mediana de dor pós-operatória (escala analógica visual, 1,86 versus 2,62; p <0,000) em relação à OTE.

A recuperação funcional 14 dias após a cirurgia foi melhor no grupo RAMIE (RR 1,48 (1,03-2,13; P = 0,038)) com melhor qualidade de vida na alta hospitalar (diferença média da qualidade de vida, pontuação 13,4 (2,0-24,7, p = 0,02) e 6 semanas após a alta (diferença média de diferença de qualidade de vida de 11,1 (1,0-21,1; p = 0,03). Os custos médios para RAMIE foram de € 34,892 e os custos médios para OTE foram de € 39,463 (p = 0,07). Os resultados oncológicos em curto prazo (radicalidade, número de linfonodos) e longo prazo (sobrevida global e sobrevida livre de doença) foram iguais em um seguimento médio de 38 meses.

Os resultados fornecem evidências do uso de RAMIE para melhorar o desfecho pós-operatório em pacientes com câncer de esôfago ressecável.

Informação sobre o ensaio clínico: NCT01544790

Referência:  Abstract No: 6 - Robot-assisted minimally invasive thoraco-laparoscopic esophagectomy versus open transthoracic esophagectomy for resectable esophageal cancer: A randomized controlled trial. - Pieter Christiaan Van Der Sluis et al - Poster Session A (Board #D6); Citation: J Clin Oncol 36, 2018 (suppl 4S; abstr 6)

 


Publicidade
NEXT FRONTIERS 2021
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519