27112020Sex
AtualizadoSex, 27 Nov 2020 1pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Consulta marcada estimula a triagem do câncer de mama

BALANCO_MAMA_bx.jpgEstudo publicado no Lancet Oncology em maio avalia o efeito do envio de convites com agendamento de consulta para a participação no rastreio da mama, com um olhar específico às mulheres que não compareceram à primeira consulta oferecida pelo NHS Breast Screening Program (NHSBSP).

Na Inglaterra, a participação no programa nacional de rastreamento do câncer de mama diminuiu nos últimos 10 anos e diferentes intervenções destinadas a melhorar a participação estão sendo avaliadas.

Neste ensaio clínico aberto e randomizado, mulheres que haviam sido convidadas para a triagem de rotina em seis centros do NHSBSP foram aleatoriamente designadas (1: 1) para receber um convite para uma segunda consulta com data e hora pré-fixadas (grupo intervenção) ou para receber uma carta convite com um número de telefone para agendar seu rastreamento (grupo controle). Mulheres entre 50 e 70 anos que não compareceram à primeira consulta foram elegíveis para a análise. O desfecho primário foi a participação na triagem do câncer de mama dentro de 90 dias da data da primeira consulta oferecida. Todas as análises foram por intenção de tratar.


 
Resultados
 
Foram selecionados 33146 registros de mulheres convidadas para rastreamento do câncer de mama nos seis centros, entre 2 de junho de 2014 e 30 de setembro de 2015, que não compareceram à primeira consulta oferecida. 26 054 mulheres foram elegíveis para esta análise (12 807 no grupo de intervenção e 13 247 no grupo controle). A participação dentro de 90 dias da primeira consulta foi significativamente maior no grupo de intervenção em relação ao grupo controle (22% versus 12%; p <0,0001).
 
Para os autores, essas descobertas mostram que uma política de segunda convocação é eficaz na melhoria da participação e pode ser facilmente implementada no contexto das políticas de saúde do Reino Unido. O estudo é registrado no sistema Barts Health, sob número 009304QM.
 
Um indicador importante do impacto do programa de triagem mamária do Reino Unido é a taxa de participação, definida como o percentual de mulheres que são rastreadas adequadamente dentro de 180 dias do convite. No entanto, essa participação caiu de 74,4% em 2004-05 para 71,3% em 2014-15, aproximando-se do padrão mínimo nacional de 70%.
 
O NHSBSP convida mulheres entre 50 e 70 anos para rastreio por mamografia a cada 3 anos. Uma extensão da elegibilidade para mulheres com idade entre 47 anos e 73 anos está sendo considerada nas políticas de saúde do Reino Unido.
 
Referência: Effect of second timed appointments for non-attenders of breast cancer screening in England: a randomised controlled trialDOI: http://dx.doi.org/10.1016/S1470-2045(17)30340-6


 


Publicidade
banner pfizer 2018 institucional 300x250px
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519