25112020Qua
AtualizadoTer, 24 Nov 2020 4pm

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

Brócolis na quimioprevenção do câncer oral

brocolis_NET_OK.jpgResultados de um estudo da Universidade de Pittsburgh são a maior evidência disponível sobre o papel protetor do extrato de brócolis contra a recorrência do câncer de cabeça e pescoço. Os dados foram publicados na Cancer Prevention Research no final de junho, em artigo que descreve o primeiro estudo a demonstrar o efeito protetor do extrato de brócolis contra o câncer oral em humanos e a partir de modelos murinos e linhagens celulares.

Bebidas derivadas de extratos de brócolis são ricas em glicorafanina e seu metabólito sulforafano, um bioativo que promove a desintoxicação de poluentes ambientais. Julie Bauman e colegas da Universidade de Pittsburgh investigaram o potencial de quimioprevenção do sulforafano em modelos in vitro de células epiteliais da mucosa oral, em células normais e em quatro linhagens celulares de carcinoma epidermoide. Os pesquisadores também avaliaram o potencial de quimioprevenção do sulforafano em modelos murinos com câncer induzido pelo agente 4-nitroquinolina 1-óxido (4NQO).
 
O sulforafano reduziu significativamente a incidência e o tamanho dos tumores em modelos animais.  Os resultados também foram validados em humanos, em um ensaio clínico piloto com 10 voluntários saudáveis, que ​​avaliou a biodisponibilidade e a atividade farmacodinâmica de três esquemas com diferentes concentrações de extrato de brócolis.
 
A ingestão de doses ricas em sulforafano demonstrou maior biodisponibilidade e maior bioatividade em genes associados à carcinogênese  (NRF2 NQO1 e GCLC). A atividade do sulforafano ocorreu de forma independente do fator de transcrição NRF2 e da ativação de  pSTAT3, um fator oncogênico chave para o carcinoma epitelial de cabeça e pescoço.
 
“Juntos, nossos resultados demonstram atividade quimiopreventiva de sulforafano contra câncer bucal induzido por substância cancerígena e apoiam uma investigação mais aprofundada como agente contra o carcinoma epitelial de cabeça e pescoço relacionado com o tabaco”, disse a líder da investigação, Julie Bauman.
 
 A exposição crônica a agentes cancerígenos representa o principal fator de risco para o carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço.
 
Referência: Prevention of Carcinogen-Induced Oral Cancer by SulforaphaneCancer Prev Res (Phila) 2016 Jun 23. Epub 2016 Jun 23*.
 

 
 
 


Publicidade
banner pfizer 2018 institucional 300x250px
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519