28112020Sáb
AtualizadoSex, 27 Nov 2020 1pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

PSA e risco de câncer de próstata

ASCO_prostata_1.jpgUm estudo sueco já sugeria que o nível de PSA na meia-idade poderia prever o risco de morte por câncer de próstata. Agora, um trabalho realizado pela Harvard Medical School confirma o achado e amplia as evidências, mostrando que o antígeno prostático específico na meia-idade tem valor preditivo e pode orientar novas estratégias de rastreamento oportunista. Os pesquisadores realizaram um estudo caso-controle com homens de 40 a 59 anos.

Os médicos forneceram uma amostra de sangue para o Physicians’ Health Study (PHS), um estudo randomizado controlado por placebo que avaliou 22.071 indivíduos e derivou nessa coorte prospectiva que foi acompanhada por 30 anos. Os níveis de PSA de base estavam disponíveis para 234 pacientes com câncer de próstata (CaP) e 711 controles pareados por idade. Desse universo, 71 participantes desenvolveram câncer de próstata letal e foram pareados com 213 controles.

Resultados
 
A mediana de PSA do grupo controle foi de 0,68, 0,88 e 0,96 ng / mL para os homens de 40 a 49, 50 a 54 e 55 a 59 anos, respectivamente. O risco de desenvolver CaP letal foi fortemente associado com o PSA de base nessa faixa etária (95% IC), com mediana de 8,7 (1,0-78,2) na faixa de 40 a 49 anos, 12,6 (1,4 para 110,4) entre 50 e 54 anos e de 6,9 ​​(2,5-19,1) de 55 e 59 anos. Um total de 82%, 71% e 86% casos letais ocorreu em homens com PSA acima da mediana (> 1,0 ng / ml) em idades de 40 a 49, 50 a 54 e 55 a 59 anos, respectivamente. O estudo também identificou que homens que tinham um PSA abaixo da mediana (<1,0 ng / ml) aos 60 anos não desenvolveram câncer de próstata letal no futuro.
 
Em conclusão, os níveis de PSA em homens de meia idade têm valor preditivo. Para os autores, esses achados devem embasar estratégias de triagem por estratificação de risco e ser considerados em homens de 45 a 59 anos de idade. A descoberta sugere que acompanhar os níveis de PSA em homens na meia-idade pode ajudar a identificar aqueles que estão em maior risco e precisam ser monitorados mais de perto.
 
Em 2012, a US Preventive Services Task Force emitiu uma recomendação grau D contra a triagem de PSA para homens de todas as idades, mas os dados iniciais sugerem que a recomendação tem sido associada com uma redução no diagnóstico da doença de baixo risco, enquanto tem aumentado a proporção de casos de alto risco
 
Referência: Baseline Prostate-Specific Antigen Levels in Midlife Predict Lethal Prostate Cancer - Mark A. Preston et al - DOI: 10.1200/JCO.2016.66.7527

 

 


Publicidade
banner pfizer 2018 institucional 300x250px
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519