13042021Ter
AtualizadoSeg, 12 Abr 2021 12am

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Combinação de quimio e radio aumenta sobrevida em gliomas

BALANCO_NEURO_bx_OK_NET_OK_2.jpgResultados de longo prazo do estudo que associa radioterapia e quimioterapia com procarbazina, lomustina (CCNU) e vincristina no tratamento de gliomas grau 2 mostram impacto importante na sobrevida. Os dados foram publicados no NEJM e os pacientes que receberam radioterapia mais quimioterapia tiveram sobrevida global mediana maior do que aqueles que receberam radioterapia isoladamente (13,3 vs. 7,8 anos; taxa de risco para morte, 0,59; P = 0,003).

A taxa de sobrevida livre de progressão em 10 anos foi de 51% no grupo que recebeu radioterapia associada à quimioterapia contra 21% no grupo que recebeu radioterapia exclusivamente. As taxas de sobrevida global em 10 anos foram de 60% e 40%, respectivamente. 

Métodos 

Foram incluídos 251 pacientes com astrocitoma, oligoastrocitoma ou oligodendroglioma grau 2, entre 1998 e 2002, estratificados de acordo com idade, achados histológicos, performance status e achados de imagens pré-operatórias. Os pacientes foram distribuídos aleatoriamente para receber radioterapia exclusivamente ou seguida de seis ciclos de quimioterapia de combinação.
 
A dose de radiação foi de 54 Gy, administrada em 30 frações de 1,8 Gy cada, ao longo de um período de 6 semanas. A quimioterapia consistiu em seis ciclos de procarbazina (a uma dose de 60 mg por metro quadrado de superfície corporal, por via oral nos dias 8 a 21 de cada ciclo), CCNU (a uma dose de 110 mg por metro quadrado por via oral no dia 1 de cada ciclo), e vincristina (a uma dose de 1,4 mg por metro quadrado [dose máxima, 2,0 mg] administrada por via intravenosa nos dias 8 e 29 de cada ciclo). A duração do ciclo foi de 8 semanas.
 
Aos cinco anos, a sobrevida livre de progressão foi de 61% entre pacientes que receberam radioterapia mais quimioterapia versus 44% para o braço tratado somente com radioterapia.
 
Os resultados reforçam as evidências em favor da radioterapia mais quimioterapia no tratamento dos gliomas Grau 2 (NCT00003375).

Gliomas grau 2 ocorrem mais comumente em adultos jovens e provocam a deterioração neurológica progressiva e morte prematura.  

Referência: Radiation plus Procarbazine, CCNU, and Vincristine in Low-Grade Glioma- Jan C. Buckner, M.D., Edward G. Shaw, M.D., Stephanie L. Pugh, Ph.D., Arnab Chakravarti, M.D., Mark R. Gilbert, M.D., Geoffrey R. Barger, M.D., Stephen Coons, M.D., Peter Ricci, M.D., Dennis Bullard, M.D., Paul D. Brown, M.D., Keith Stelzer, M.D., David Brachman, M.D., John H. Suh, M.D., Christopher J. Schultz, M.D., Jean-Paul Bahary, M.D., Barbara J. Fisher, M.D., Harold Kim, M.D., Albert D. Murtha, M.D., Erica H. Bell, Ph.D., Minhee Won, M.A., Minesh P. Mehta, M.D., and Walter J. Curran, Jr., M.D. - N Engl J Med 2016; 374:1344-1355 April 7, 2016DOI: 10.1056/NEJMoa1500925
 

 

 
 


Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519