26092021Dom
AtualizadoSex, 24 Set 2021 3pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Guideline: biomarcadores e terapia sistêmica adjuvante em câncer de mama

Buzaid_Portal_NET_OK.jpgA ASCO emitiu uma nova diretriz para a utilização dos testes de biomarcadores tumorais para orientar as decisões sobre terapia sistêmica adjuvante em câncer de mama. “Essas diretrizes irão mudar em futuro próximo com a apresentação dos resultados do MINDACT e OncotypeDx. Por ora, temos várias opções a considerar, cada uma com seus prós e contras, sendo que o custo ainda pesa muito na decisão”, afirma o oncologista Antonio Carlos Buzaid (foto), chefe-geral do Centro Oncológico Antônio Ermírio de Moraes.

O painel realizou uma revisão sistemática da literatura publicada de janeiro de 2006 a setembro de 2015 e identificou 50 estudos relevantes.

De acordo com as diretrizes da ASCO, os testes podem ser feitos em pacientes com status hormonal e receptor de HER2 conhecidos. O guideline recomenda os testes Oncotype DX, EndoPredict, PAM50, Breast Cancer Index e de receptores de ativador de plasminogênio tipo uroquinase para subgrupos específicos de pacientes.

"Na era da medicina de precisão, o papel dos biomarcadores para orientar cuidados clínicos é maior do que no passado. Um grande número de novos testes tem sido anunciado nos últimos 5 a 10 anos, mas nem todos têm provas suficientes de utilidade clínica”, disse Lyndsay N. Harris, que integrou o painel de experts responsável pela diretriz. "Com essas recomendações, esperamos auxiliar os médicos a definir quais testes precisam ser executados”, observou a especialista, lembrando que a linha de recomendações não substitui o diálogo entre médicos e pacientes para decidir planos de tratamento individualizados. 

Em conclusão, além dos receptores de estrogênio, progesterona e HER2, o painel encontrou evidências suficientes de utilidade clínica para os ensaios de biomarcadores Oncotype DX, EndoPredict, PAM50, Breast Cancer Index,  ativador de plasminogênio do tipo uroquinase e inibidor do ativador do plasminogênio tipo 1 em subgrupos específicos de câncer de mama. Nenhum biomarcador, exceto para receptor de estrogênio, receptor de progesterona e receptor HER2, deve orientar as escolhas de regimes de tratamento específicos. As decisões de tratamento devem também considerar o estágio da doença, comorbidades e preferências do paciente. 

Referência:Use of Biomarkers to Guide Decisions on Adjuvant Systemic Therapy for Women With Early-Stage Invasive Breast Cancer: American Society of Clinical Oncology Clinical Practice Guideline - Published online before print February 8, 2016, doi: 10.1200/JCO.2015.65.2289
Lyndsay N. Harris, Nofisat Ismaila, Lisa M. McShane, Fabrice Andre, Deborah E. Collyar, Ana M. Gonzalez-Angulo, Elizabeth H. Hammond, Nicole M. Kuderer, Minetta C. Liu, Robert G. Mennel, Cathy van Poznak, Robert C. Bast, and Daniel F. Hayes
 

 


Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519