20102021Qua
AtualizadoTer, 19 Out 2021 8pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Consumo de álcool e risco de câncer

Alcool_NET_OK.jpgPesquisadores da Escola de Saúde Pública de Harvard e do Brigham and Women's Hospital, em Boston, avaliaram o risco de câncer associado ao consumo moderado de álcool. Os resultados mostraram risco aumentado de câncer na população feminina associado ao consumo regular de álcool, mesmo em doses abaixo de 15 gramas por dia (risco relativo de 1,13), enquanto o risco relativo permaneceu praticamente inalterado em homens para o consumo abaixo de 30 g/dia (p=0,18).

O estudo de Cao e colegas incluiu 88.084 mulheres e 47.881 homens, com base nos dados do Estudo de Saúde das Enfermeiras (1980) e do Estudo de Profissionais de Saúde, em um seguimento de 1986 a 2010. O consumo médio de álcool foi de 1,8 g/dia entre as mulheres e de 5,6 g /dia entre os homens. Em 30 anos, 19.269 casos de câncer foram documentados entre as mulheres e um total de 7.571 casos de câncer foram registrados em homens (excluindo casos de câncer de próstata não avançado). As mulheres tiveram risco relativo de câncer de 1,02 (IC 95%: 0,98-1,06) e 1,04 (1,00-1,09; P = 0,12) para o consumo de álcool de 0,1-4,9 g/dia e de 5-14,9 g/dia, respectivamente. Os valores correspondentes para os homens foram de 1,03 (0,96-1,11), 1,05 (0,97-1,12) e 1,06 (0,98-1,15; P = 0,31) para o consumo de álcool nas doses de 0,1-4,9 g, de 5-14,9 g e de 15-29,9 g/dia, respectivamente.
 
Em indivíduos que nunca fumaram e em fumantes eventuais, a associação entre câncer e consumo de álcool em doses leves a moderadas foi semelhante, mas o consumo de álcool acima dos níveis moderados (≥30 g / dia) foi mais fortemente associado com o risco de câncer entre fumantes do que entre indivíduos que nunca fumaram.
 
Em conclusão, o consumo moderado de álcool está associado com risco aumentado para o câncer em geral. Para os homens que nunca fumaram, o risco não cresce de forma significativa com até duas doses por dia. No entanto, para as mulheres que nunca fumaram, o risco de câncer relacionado ao consumo de álcool, principalmente o câncer de mama, aumenta mesmo com uma dose diária de bebida alcoólica.
 
Extensa literatura documentou a associação entre o consumo de álcool e uma variedade de doenças, o que indica claramente a importância de avaliar o potencial benefício do consumo de álcool. Uma análise recente do Million Women Study, no Reino Unido, mostrou que durante sete anos de follow-up as mulheres que bebiam entre sete e 14 doses de álcool por semana tiveram um pequeno aumento no risco de todos os cânceres (risco relativo de 1,05, IC 95%: 1,03-1,07). Agora, os achados dos pesquisadores de Harvard publicados no BMJ ampliam a compreensão sobre câncer, álcool e o risco dose-dependente, confirmando o efeito deletério, sobretudo para a população feminina.
 
Referências: Light to moderate intake of alcohol, drinking patterns, and risk of cancer: results from two prospective US cohort studiesBMJ 2015; 351 doi: http://dx.doi.org/10.1136/bmj.h4238 (Published 18 August 2015) 


Publicidade
Outubro Rosa A.C.Camargo 2021
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519