20092020Dom
AtualizadoDom, 20 Set 2020 2am

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

Recomendações de radioterapia para o câncer de próstata no contexto do COVID-19

Robson Ferrigno NET OK 2Robson Ferrigno (foto), médico especialista em radioterapia, analisa artigo publicado no periódico Advances in Radiation Oncology com recomendações para pacientes com câncer de próstata encaminhados para tratamento com radioterapia durante a pandemia do COVID-19.

Por Robson Ferrigno, médico especialista em Radioterapia, coordenador dos Serviços de Radioterapia dos Hospitais BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo - e BP Mirante

Acaba de ser publicado no periódico Advances in Radiation Oncology algumas recomendações para pacientes com câncer de próstata encaminhados para tratamento com radioterapia durante a pandemia do COVID-19.

Essas recomendações foram elaboradas por 16 médicos especialistas em radioterapia dos Estados Unidos da América e do Reino Unido e foram baseadas em análises sistemáticas da literatura e guias práticos provenientes de estudos randomizados. São válidas para pacientes com câncer de próstata sem contaminação pelo COVID-19.

As recomendações foram divididas de acordo com a situação clínica dos pacientes:

1 - Risco muito baixo, baixo risco e risco intermediário favorável: considerar vigilância ativa quando os pacientes se encaixarem nos critérios para tal e, se a radioterapia for a melhor escolha, adiar o seu emprego até ser seguro.

2 - Risco intermediário desfavorável e alto risco: considerar iniciar o bloqueio androgênico por 4 a 6 meses antes de iniciar as aplicações de radioterapia, se o paciente apresentar tolerância para tal.

3 - Após prostatectomia: se encaminhamento para radioterapia adjuvante, considerar seguimento com PSA e empregar a radioterapia se houver necessidade de resgate. A recomendação é baseada nos estudos RAVES e RADICALS apresentados no ano passado nos congressos da ASTRO e da ESMO, respectivamente. Se o paciente for encaminhado para resgate de recaída bioquímica e/ou clínica, considerar tratamento inicial com bloqueio androgênico por 2 a 6 meses antes de iniciar a radioterapia (estudo SPPORT utilizou dois meses de bloqueio androgênico antes da radioterapia de resgate). Uma injeção de bloqueio androgênico com duração para seis meses (depósito) deve ser considerada para diminuir a presença do paciente no local da aplicação.

4 - Oligometastáticos e metastáticos de baixo volume: manter em tratamento sistêmico até ser seguro empregar a radioterapia. Se presença de sintomas, considerar radioterapia de curso rápido (1 a 5 aplicações).

Além das indicações acima, os autores enfatizaram a possibilidade de realizar consultas por teleconferência ou por telefone para os pacientes encaminhados para avaliação de radioterapia.

Devido ao caráter indolente da maioria dos cânceres de próstata, as recomendações publicadas são seguras e razoáveis. Pacientes com câncer de próstata são frequentemente idosos e/ou com presença de comorbidades. Portanto, são pacientes de alto risco para o contágio do COVID-19. É de bom senso adaptarmos a realização da radioterapia para eles no contexto dessa pandemia que, ao meu ver, é a maior crise da humanidade após a segunda guerra mundial.

Referência: Advances in Radiation Oncology - Prostate Cancer Radiotherapy Recommendations in Response to COVID-19

Mais sobre COVID-19 e câncer:

COVID-19 em pacientes de câncer: a experiência chinesa
Como gerenciar o tratamento do câncer durante a pandemia de COVID-19
Fiocruz informa pesquisadores sobre COVID-19
COVID-19 em pacientes com câncer de pulmão
COVID-19 e a telessaúde
Ensaios clínicos durante a COVID-19
COVID-19 e a oncoginecologia
ASCO: recomendações de cuidados durante a pandemia de coronavírus
COVID-19 e as perspectivas da saúde 5.0
COVID-19: recomendação propõe manejo de pacientes com câncer de pulmão avançado
Câncer de pulmão na COVID-19, o que sabemos?
COVID-19: cuidados com pacientes onco-hematológicos
COVID-19 - recomendações de cuidados em câncer de mama
Iniciativa reúne dados sobre COVID-19 e câncer
Transmissão de COVID-19 em pacientes com câncer em hospital de Wuhan
A importância da epigenética em tempos de COVID-19

 

 

Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
300x250 ad onconews200519