20092019Sex
AtualizadoQua, 18 Set 2019 3pm

PUBLICIDADE
topbanner novartis2019 468x60

Brasil aguarda posição do STF sobre aditivos no tabaco

Em setembro de 2014, a Anvisa reafirmou a norma que desde 2012 recomenda a proibição de 121 aditivos nos produtos derivados do tabaco, mas até agora a medida continua sem validade e aguarda a posição do Supremo Tribunal Federal (STF). O uso de aditivos que conferem aroma e sabor aos produtos derivados do tabaco tem o objetivo de estimular a iniciação do fumo por crianças e jovens. 


Abiraterona no câncer de próstata resistente a castração: a análise do COU-AA 302

IGOR_MORBECK.jpegPara Igor Alexandre Protzner Morbeck (foto), o principal desafio para o melhor manejo do câncer de próstata refratário a castração (CPRC) é o uso sequencial das novas terapias. Neste artigo, ele situa o cenário atual e as novas opções de tratamento do CPRC para analisar os dados de longo prazo do COU-AA 302, estudo que avaliou a eficácia da abiraterona sem o uso prévio do docetaxel. A sobrevida mediana reportada neste estudo (> 34 meses) é a maior já publicada no cenário de pacientes com CPRC.

As políticas públicas enxergam gênero?

O presidente da Sociedade Brasileira de Urologia, Carlos Corradi, faz um balanço das ações promovidas no Novembro Azul e mostra o que avançou em 2014 nas políticas de saúde do homem. Entre as vitórias, ele aponta a aprovação e sanção do Projeto de Lei 34/2005, que obriga todas as unidades de saúde da rede pública a realizar o exame de detecção precoce do câncer de próstata, sempre que o procedimento for considerado necessário pelo médico.

Imunoterapia no tratamento do câncer

O consultor da IMS Health Brasil, André Fabre Ballalai Ferraz, comenta a tendência da imunoterapia, que promete ser uma revolução no tratamento de diversos tipos de câncer, e seu impacto no mercado, com grandes investimentos para o desenvolvimento dessas moléculas e novas parcerias entre as big pharmas.

A oncologia e a judicialização da saúde

Enrico De Vettori, sócio da área de Life Science e Healthcare da Deloitte, analisa o complexo cenário da oncologia em um contexto de profundas transformações e diz que a garantia de acesso rápido e a qualidade no tratamento oncológico são as medidas mais eficientes para evitar a judicialização em saúde.

Publicidade
banner personal2019 250x300p
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner teva inst 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner ibcc2019 300x250
Publicidade
300x250 ad onconews200519